• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Como fazer um bom uso da coletânea de textos?

Nos vestibulares mais antigos, era comum que a prova discursiva apresentasse textos que, de alguma forma, pudessem ajudar na produção da redação, o que resultava em provas mais temáticas com um objetivo: dar informações sobre o tema a ser discutido na hora da produção textual. A chegada do ENEM, porém, trouxe uma outra apresentação da proposta temática: por meio de uma coletânea de textos recheada de charges, gráficos, artigos e definições, o Exame mostrou um novo caminho para o planejamento de texto, e um bom uso desse caminho pode ser decisivo na nota do aluno. Hoje vamos conhecer um pouco dessa nova coletânea e treinaremos, também, uma forma de utilizá-la bem, extraindo informações importantes para a nossa redação. Vamos juntos? 😀

 

Antes de analisarmos uma coletânea, é importante discutirmos alguns pontos fundamentais para uma boa interpretação desses textos motivadores:

 

  • É necessário evitar cópias ou citações literais

Acredito que você já conheça essa exigência do ENEM, mas não custa repetir: qualquer trecho copiado dos textos motivadores será desconsiderado na correção da redação. Sim, é preciso tomar cuidado com isso. Cópias literais, ou seja, letra a letra não são bem-vindas na sua prova. A dica é: utilize as ideias passadas pelos textos. Se há um gráfico, se há dados estatísticos, por que não tentar concluir pontos importantes a partir dessas informações? Não esqueça: uma redação nota mil não só usa ideias presentes na coletânea, mas também apresenta conclusões do autor em cima dessas ideias. Isso é fundamental. Interpretar? Sim! Copiar? Nunca!

 

 

  • É importante interpretar os textos e “reciclar” as informações

Essa dica é bem óbvia, mas crucial na produção da sua redação: é fundamental interpretar todos os textos, extrair informações importantes e “reciclar” esses dados. Reciclar, aqui, significa parafrasear, reescrever o texto com outras palavras, mas sempre mantendo o seu sentido original. Essa etapa é importantíssima na fixação de ideias que precisam estar no seu texto. Este é o momento de sublinhar, marcar, fazer setas, comentários, ou seja, extrair o maior número de informações que você puder. Isso amplia o que você já conhece sobre o tema e traz novos dados, importantíssimos na hora de fazermos o famoso “brainstorm”.

 

  • Associação com os outros textos da coletânea

Se estamos falando de uma coletânea de textos de um tema de redação, isso significa que todas as informações contidas em todos os textos caminham para um mesmo objetivo, ou seja, procuram trabalhar uma mesma questão (ainda que sejam opiniões diferentes, falam sobre uma mesma problemática, certo?). O seu papel é conectar essas informações. Essa conexão vai ser importante na hora de “polir” o seu ponto de vista sobre o assunto e, principalmente, na hora de selecionar as informações que precisam entrar no seu texto. É muito importante que os pontos discutidos por todos os textos estejam na sua redação. Já faça a interpretação da coletânea buscando ideias comuns entre os textos. Conecte os pontos!

Agora que você já conhece todas as dicas, vamos interpretar uma coletânea? Este será o nosso exercício de hoje: interprete, com base nos pontos que apresentamos, a proposta que está aqui embaixo!

Boa interpretação, bom texto e bom 1000!

 

EXERCÍCIOS

Considerando cada uma das quatro dicas apresentadas no resumo, interprete o tema proposto pelo ENEM de 2013: Os efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil. A resolução você encontra aqui.

 

TEXTO 1

Qual o objetivo da “Lei Seca ao volante”?

De acordo com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), a utilização de bebidas alcoólicas é responsável por 30% dos acidentes de trânsito. E metade das mortes, segundo o Ministério da Saúde, está relacionada ao uso do álcool por motoristas. Diante deste cenário preocupante, a Lei 11.705/2008 surgiu com uma enorme missão: alertar a sociedade para os perigos do álcool associado à direção.

Para estancar a tendência de crescimento de mortes no trânsito, era necessária uma ação enérgica. E coube ao Governo Federal o primeiro passo, desde a proposta da nova legislação à aquisição de milhares de etilômetros. Mas para que todos ganhem, é indispensável a participação de estados, municípios e sociedade em geral. Porque para atingir o bem comum, o desafio deve ser de todos.

Disponível em: www.dprf.gov.br. Acesso em: 20 jun. 2013.

 

TEXTO 2 e 3

1 2

 

TEXTO 4

Repulsão magnetica a beber e dirigir

A lei da física que comprova que dois polos opostos se atraem em um campo magnético é um dos conceitos mais populares desse ramo do conhecimento. Tulipas de chope e bolachas de papelão não servem, em condições normais, como objetos de experimento para confirmar essa proposta. A ideia de uma agência de comunicação em Belo Horizonte foi bem simples. Ímãs foram inseridos em bolachas utilizadas para descansar os copos, de forma imperceptível para o consumidor. Em cada lado, há uma opção para o cliente: dirigir ou chamar um táxi depois de beber. Ao mesmo tempo, tulipas de chope também receberam pequenos pedaços de metal mascarados com uma pequena rodela de papel na base do copo. Durante um fim de semana, todas as bebidas servidas passaram a pregar uma peça no cliente. Ao tentar descansar seu copo com a opção dirigir virada para cima, os ímãs apresentavam a mesma polaridade e, portanto, causando repulsão, fazendo com que o descanso fugisse do copo; se estivesse virada mostrando o lado com o desenho de um táxi, ela rapidamente grudava na base do copo. A ideia surgiu da necessidade de passar a mensagem de uma forma leve e no exato momento do consumo.

Disponível em: www.operacaoleisecarj.rj.gov.br. Acesso em: 20 jun. 2013 (adaptado)