O que é considerado plágio em uma redação?

O que é considerado plágio em uma redação?

Saber produzir um gênero textual, não só para uma das provas mais importantes do país, o Enem, como também em outros vestibulares, é um dos primeiros passos para garantir a nota mil, assim como desenvolver profundamente cada parágrafo.

Agora, é também preciso ter atenção aos fatos que ultrapassam a escrita, como a noção de plágio para a prova. Até que ponto as inspirações e influências ao longo dos estudos não pode ser encarada como cópia? Veremos nesse post!

O que é plágio para o vestibular?

Em primeiro lugar, é importante destacar a definição de plágio. Por conceito, significa copiar algum conteúdo já produzido anteriormente; para o Enem e outros vestibulares, é importante destacar que essa relação se aplica aos textos escritos e já muito circulados nos meios de comunicação e ensino.

É sabido que as cópias sempre existiram no mundo dos vestibulares e do Exame Nacional do Ensino Médio, entretanto, com o crescimento da internet e dos meios de informação, facilitou o processo de verificação das duplicações.

Por exemplo, textos nota 1000 divulgados por sites, modelos prontos de redação, repertório de apoio, entre outras demonstrações fazem parte dessa aplicação na hora de corrigir o texto. Isso ocorre porque o formato dissertativo da prova permite uma previsão dos parágrafos, assim como também moldar e se inspirar em ideias muito disseminadas nos canais de comunicação.

Desse modo, como evitar ultrapassar o limite entre a paráfrase, que se define pela intertextualidade de ideias, e o plágio, de fato? Nesse post, mostraremos dicas para não deixar de utilizar os textos exemplares como forma de estudo, mas ainda sim evitar cópias na hora da prova.

Cópia x Intertextualidade: o que é permitido

Como dito anteriormente, não há problema em garantir inspiração por meio de redações prontas ou textos de apoio na hora da prova, o que é necessário evitar é a cópia de trechos ou do conteúdo integral. Dessa forma, veremos o que é permitido:

  • Citações diretas: são aqueles excertos em que você aborda literalmente o que foi dito, como a fala de uma pessoa pública, um trecho de música ou livro, etc. Nesse modo, a banca de correção permite a junção dos textos.

  • Citações indiretas/Paráfrase: assim como a forma literal, a citação indireta busca apresentar o conceito do conteúdo em outras palavras. Assim, é possível utilizar os textos de apoio, por exemplo, se reorganizando as formas de apresentação para o leitor e, também, se demonstrando reflexão sobre eles.

As estratégias acima, embora sempre causem confusões de entendimento, são meios possíveis para não apresentar o formato de cópia no texto, pois evidenciam que o seu ponto de vista dialoga com outros repertórios de autoria, sejam eles parte da coletânea ou não. Isso, além de garantir nota em coerência e coesão, também aumenta a noção sobre relação com outras áreas do conhecimento e sobre o tema.

👉 Se prepare para o Enem e Vestibulares estudando Redação de graça no Descomplica!

Modelo de redação: Há problemas?

Inicialmente, garantir um modelo de redação, com possibilidades já estudadas de contextualização, teses, desenvolvimento e desfecho, não é uma problemática para o crivo de correção do Enem. Entretanto, é necessário ressaltar alguns pontos:

  • Evite copiar integralmente modelos de locais muito acessados;

  • Procure parafrasear, ou seja, modificar com as suas palavras os textos de maior interesse;

  • Busque a maior quantidade de redações inspiradoras, isso irá lhe garantir amplo repertório de estrutura e conhecimentos gerais;

  • Opte por formular a sua melhor estratégia, isso é garantido com prática e persistência a fim da nota 1000;

Assim, é ainda importante ressaltar que a leitura sistemática de trechos e produções escritas nota 1000 faz parte dos estudos de um vestibulando, uma vez que é importante aprender com a referência de um “molde perfeito”.

Todavia, o que a prova quer realmente notar é o poder argumentativo independentemente do tema, demonstrando a capacidade reflexiva de cada um sobre o contexto nacional e suas relações problemáticas, de modo a buscar uma solução.

A "decoreba" e suas implicações: dicas para a prova

Por fim, a produção textual requer prática, força de vontade e estudo. É por essa razão que as redações exemplares, assim como os textos de apoio, estão para auxiliar o vestibulando em seu temido momento de escrita.

Para evitar os plágios, o ideal é permanecer constante no treino e garantir sua própria forma de construir ideias e desenvolver formas mais confortáveis de atingir a nota máxima. Dessa maneira, trará conhecimentos já utilizados em outros momentos como parte de seu estudo, mas também demonstrará domínio de autoria para o corretor.

Portanto, usufruir com sabedoria das mágicas fórmulas de conseguir uma boa nota na prova, juntamente com muito estudo e consistência de prática, irá, não apenas evitar plágios, mas garantir com que o seu ponto de vista e reflexão sobre os assuntos da atualidade sejam colocados de modo claro, objetivo e exemplar.

👉 Se prepare para o Enem e Vestibulares estudando Redação de graça no Descomplica!

💚

A maior sala de aula direto da sua casa!

Junte-se aos 230 mil alunos que descobriram como melhorar os resultados estudando online! 👉 Clique aqui e saiba como!

Continue estudando
Post do blog

Questões Comentadas: Coesão Textual

Leia o resumo O que é Coesão Textual e Coerência Textual?” e resolva o exercício abaixo.
artigo
Post do blog

Mapa Mental: Estrutura da Dissertação

Aprenda a Estrutura da Dissertação para arrasar na redação do ENEM e garantir sua nota 1000! 😀
artigo