Blog Descomplica

Você sabe o que é gestão de eventos? Confira!

porDescomplica| 14/06/2021

Compartilhe

A especialização em gestão de eventos é uma capacitação relativamente nova e que possui um vasto mercado de atuação.

Nos dias atuais, já é perceptível a necessidade de uma formação superior pra ter mais oportunidades. Afinal, o mercado de trabalho de nichos novos e inovadores, que antes costumavam ficar na informalidade, estão ganhando espaço e surgindo cursos voltados a essas áreas. Felizmente, essa é uma realidade que vem se concretizando nas últimas décadas.

De todo modo, mesmo que esse interesse em se formar existisse, as oportunidades eram poucas e não chegavam a grande parte da população.

E, no mercado de trabalho, a capacitação é algo fundamental, principalmente no que se refere à especialização em gestão de eventos. Pra entender mais sobre esse processo, é preciso entender melhor sobre o que é um evento.

O que é um evento?

O que é um evento?

Um evento pode ser entendido como um acontecimento, segundo o dicionário Oxford Languages.

Esse acontecimento pode ser uma solenidade, uma festa, uma comemoração ou um espetáculo. Tudo que tenha a organização de um especialista e possua objetivos promocionais, comunitários ou institucionais.

Os eventos são reuniões entre pessoas. Porém, é preciso organização, objetivo, planejamento. Afinal, não é um simples almoço em família aos domingos, que, apesar de ser uma reunião familiar, não possui todos os traços característicos pra defini-lo como evento.

Esses eventos podem ser públicos ou privados. Os públicos são reuniões de cunho mais amplo, mais abrangente, voltados pra comunidade, como festas, shows e comemoração do aniversário de um município.

Já os eventos privados são mais restritos e fechados, voltados pra um público em específico. Normalmente, carregam características em comum, como um casamento, uma festa pros funcionários de uma empresa ou uma festa pra debutantes.

Evento privado

De um modo mais genérico, se está ocorrendo um aniversário e uma pessoa não é convidada a participar, ela deve agir dentro do bom senso. Não será possível que ela vá ao evento livremente sem uma prévia autorização ou pagamento de uma taxa de entrada.

Porque se trata de uma reunião particular, isto é, um evento privado, onde há a necessidade de um convite prévio, pois é voltado pra amigos e familiares do aniversariante.

Evento público

Por outro lado, se está ocorrendo uma festa em um clube fechado, mas há a cobrança de uma taxa de entrada, esse evento é público. Isso se dá porque é voltado pra comunidade e a todos que possuam interesse em entrar, mesmo pagando a taxa.

Contudo, vale ressaltar novamente a parte organizacional desses eventos, que exe:

  • planejamento prévio;
  • traçamento de objetivos;
  • e sequência cronológica do que vai ocorrer.

Em relação aos pontos citados, por exemplo, pode-se citar o fato de normalmente nunca se cortar e distribuir o bolo antes de cantar os parabéns em uma festa de aniversário.

E toda essa parte organizacional, quando o senso comum não comanda, o trabalho se direciona a um profissional da área. Ou seja, o gestor de eventos, que atua em diversos tipos de eventos.

Quais são o tipos de eventos?

Quais são o tipos de eventos?

Além dessa linha mais abrangente, que divide os eventos em públicos e privados, há uma grande diversidade de tipos de eventos. No entanto, eles podem ser muito bem alocados nos quatro maiores, a saber: eventos sociais, esportivos, culturais e corporativos.

Evento corporativo

O objetivo do evento corporativo está em promover entre seus participantes uma boa interação, visando levar novos aprendizados pra esse público e desenvolver as relações entre os parceiros e clientes.

Os eventos corporativos são voltados pra esse mundo dos negócios, de empresas, isto é, aos profissionais que atuam nelas. Por isso, muitas vezes, eles recebem o nome de eventos empresariais.

Desse modo, se um aniversário, que é um evento social, reúne adolescentes, crianças, pais e mães, amigos e familiares, aqui, são reunidos os empregados, funcionários e gestores. Em suma, todos os profissionais atuantes.

De modo geral, o tipo corporativo está ligado ao mundo do trabalho, e reúne pessoas com vínculos empregatícios, ocupacionais, e demais características de cunho profissional.

Os principais tipos de eventos corporativos são os simpósios, os congressos, as convenções, as palestras e as conferências.

Simpósios 

Os simpósios são como palestras, que contam com pessoas altamente capacitadas e de referência em uma área pra discorrer sobre assuntos específicos pras pessoas que se interessam.

Nesses eventos, sempre há a presença de alguém pra comandar todos os discursos, esclarecendo e informando todos os participantes, que podem interagir somente quando finalizadas as explicações.

Congressos

Os congressos são grandes eventos e, muitas vezes, contém dentro de si outros tipos de reuniões empresariais. No entanto, quase sempre são direcionados a pessoas pertencentes a uma mesma área, que refletem sobre temas afins.

Conferências

As conferências são um tipo de evento mais formal, onde uma pessoa especialista em uma área discorre pra um número elevado de participantes sobre um assunto específico.

Terminada a explanação, os ouvintes participantes preparam perguntas e as entregam aos palestrantes, se quiserem, pra eventuais esclarecimentos.

Convenções

Nas convenções, diferentemente dos simpósios, há mais interação entre os participantes e os especialistas.

Normalmente, envolvem pessoas que atuam em um serviço em comum, como publicitários, jornalistas e administradores. No entanto, esses profissionais não costumam pertencer à mesma corporação, isto é, não trabalhem juntos. Sendo assim, há uma grande troca de experiências.

Palestras

As palestras são bastante comuns e também estão presentes em outros tipos de eventos além do corporativo, como na área acadêmica.

Nas palestras, uma pessoa ou um grupo de pessoas tratam de determinado tema, explicando sobre isso e informando àqueles que assistem ao evento.

Nelas, são tratados os mais diversos assuntos e o objetivo é de informar, conscientizar e esclarecer esses temas aos participantes que, ao fim, lançam perguntas pra maiores esclarecimentos.

Evento esportivo

Os eventos esportivos também abrangem um enorme leque de opções, pois se referem a todos os eventos das modalidades de esportes existentes em ligas profissionais, amadoras, estudantis, entre outros.

Desse modo, um único jogo de futebol é um evento esportivo, pois há toda a parte do:

  • planejamento;
  • metas;
  • organização;
  • e uma grande aglomeração de pessoas com um objetivo em comum.

Assim como todas as partidas, jogos e lutas nos demais esportes se caracterizam como um evento nessa modalidade. Bem como a junção de mais de uma partida ou luta, caracterizando uma reunião bem maior.

Como exemplo de eventos esportivos, pode-se citar a copa do mundo, as olimpíadas e as competições escolares.

Olimpíadas

As olimpíadas são o maior evento esportivo do planeta e ocorrem a cada quatro anos em uma cidade de um país diferente.

Tão gigantesco é o tamanho do evento que são necessários, muitas vezes, anos de planejamento. Por conta dessa complexidade, os países são divulgados sempre anos antes das datas de realização.

Isso tudo se deve ao enorme número de pessoas que frequentam as olimpíadas e da necessidade de adaptar tudo e deixar todas as coisas e espaços preparados pra suportar tal fluxo.

As olimpíadas envolvem dezenas de modalidades esportivas existentes e competidores de todos ou quase todos os lugares do mundo, que, por si só, já formam uma quantidade abundante de pessoas.

Mas além dos atletas, há um gigantesco fluxo de pessoas interessadas em assistir ao evento, que dura sempre vários dias. Com isso, há a necessidade da criação de centros esportivos pra realização dos jogos acontecer.

E é preciso melhorar também toda a estrutura da própria cidade, dependendo da necessidade. Por isso, é comum ocorrer a criação de hotéis, pousadas, melhoria da infraestrutura de locomoção até o centro, praças, restaurantes, quadras e campos esportivos.

Como já dito, é o maior evento esportivo do mundo e conta com centenas de milhares de participantes, entre atletas, comissões, as pessoas que assistem, dentre outros.

Copa do mundo de futebol

Outro evento gigantesco que ocorre a cada quatro anos, também em países diferentes, é a copa do mundo de futebol.

Esse é o maior evento esportivo de futebol do mundo e também envolve um número de centenas de milhares de envolvidos.

Assim como os jogos olímpicos, a copa do mundo exige um planejamento de longo prazo. Muitas vezes, ocorre a construção de novos estádios que tenham capacidade pra suportar o enorme número de pessoas que frequentará os jogos.

É preciso também ocorrer a melhoria de toda a infraestrutura que circunda os estádios, bem como upgrades nos meios de acesso aos locais dos jogos. Afinal, é um evento que dura vários dias e pessoas de todas as partes do mundo vão frequentar o país nesse período.

E durante esse tempo, tanto os jogadores quanto o restante do público vivem no território, o que os leva a consumir os produtos locais, exigindo, assim, um planejamento ao nível nacional. Isso porque, a copa do mundo ocorre em mais de uma cidade do país escolhido.

Eventos sociais

Os eventos sociais, de um modo mais genérico, podem ser entendidos como confraternizações ou comemorações em datas especiais.

Boa parte dos eventos sociais é familiar, mas isso não é o que define esse tipo de evento.

Desse modo, sempre que há uma reunião, festa de casamento, noivado, aniversário, batizado, formatura, está ocorrendo um evento social.

Eventos culturais

Esses eventos são voltados pro entretenimento das pessoas ou pra divulgação da cultura de um local.

Desse modo, aqui se enquadram as festas e as baladas, bem como os shows musicais de artistas. Tudo isso é considerado um evento cultural.

Aqui, também são encontrados eventos de grande porte, que podem durar vários dias, como o Rock in Rio, Lollapalooza, Coachella, Tomorrowland e Virada Cultural.

As peças de teatro também se enquadram nesse tipo de evento, visto que reúnem pessoas com o mesmo objetivo, e também contam com um planejamento anterior.

Alguns exemplos são shows, festas, baladas, teatros, concertos e saraus.

E todos esses tipos necessitam de um planejamento e acompanhamento de profissionais capacitados, que atuam na área e tenham uma especialização em gestão de eventos.

 O que é gestão de eventos?

O que é gestão de eventos?

Já tendo compreendido o que é um evento e seus diversos tipos, é hora de aprender o que é a gestão de eventos.

A gestão de eventos pode ser entendida como toda a parte organizacional do evento, como planejamento e execução.

A divisão do horário em que tudo ocorrerá, a decoração, a distribuição e melhor aproveitamento dos espaços, a divulgação… basicamente tudo faz parte da gestão de eventos.

Como funciona a Especialização em Gestão de Eventos?

Como funciona a Especialização em Gestão de Eventos?

Na verdade, não é impossível encontrar no mercado de gestão de eventos, organizadores que não possuem formação ou capacitação na área.

Isso ocorre principalmente em eventos de pequeno porte, alguns aniversários, casamentos, festas, entre outros.

Até mesmo em eventos maiores isso pode ocorrer, contudo, esses casos se referem a pessoas que montam sua empresa, observando a oportunidade no mercado, mesmo não pertencendo a essa área.

Mas tudo na vida exige uma boa gama de conhecimentos pra uma evolução consistente. Então pra se consolidar no mercado de eventos, é preciso buscar capacitação.

Pois, como foi visto, ser um profissional com especialização em gestão de eventos exige conhecimentos diversos, como:

  • saber lidar com as pessoas;
  • saber negociar com clientes e fornecedores;
  • conhecer sobre finanças e outros saberes específicos.
E os Cursos Técnicos e de Capacitação em Eventos?

E os Cursos Técnicos e de Capacitação em Eventos?

O primeiro passo pra buscar o sucesso nessa profissão é se capacitar na área e no mercado. Sendo assim, há alguns modos pra realizar essa tarefa.

O primeiro modo é voltado pra quem não possui formação superior em nenhuma área. Por isso, deve buscar fazer ao menos cursos técnicos e capacitadores, além de estudar bastante sobre a área.

Mesmo assim, isso não trará garantias nenhuma de sucesso. Tendo em vista que os clientes contratam e até mesmo pagam (normalmente 50%), pela gestão de um evento que ainda está no papel.

Assim, não há uma garantia de que aquele serviço será cumprido. Considerando todos os acordos e detalhes abordados no contrato, isto é, é um voto de confiança que o cliente dá ao gestor.

Dessa forma, é crucial transpirar confiança e confiabilidade pra pessoas. E a melhor forma de fazer isso é através de um bom currículo, mostrando que possui realmente as habilidades pra execução do projeto.

Existe Tecnólogo em Eventos?

Existe Tecnólogo em Eventos?

Outra opção é o curso superior de Tecnologia em Eventos, que já comprova a capacidade da pessoa pra essa gestão.

Apesar da semelhança no nome, há uma grande diferença entre cursos técnicos e tecnólogos. 

De um modo mais geral, os cursos técnicos formam pessoas em um nível médio, e são aqueles feitos, normalmente, enquanto o aluno ainda está cursando esse nível, podendo ser também posteriormente.

Já os tecnólogos são mais amplos, pois formam pessoas a um nível superior, o que é ainda mais um grande diferencial.

No mercado, há diversas opções de faculdades e universidades que oferecem algumas opções de tecnólogos, como nas áreas da tecnologia, da alimentação, da saúde e da gestão.

E, pra parte de gestão de eventos, também há opções disponíveis de instituições que oferecem uma capacitação na área, que no caso seria o tecnólogo em eventos.

Esse curso também possui uma curta duração, normalmente de 4 períodos, isto é, 2 anos. Contudo, prometem fornecer uma grande bagagem de conhecimentos fundamentais pra quem quer seguir carreira nessa área.

E o mais interessante é que, além desse conhecimento adquirido, o certificado entregue ainda possui um nível de ensino superior. O que confere uma maior credibilidade ao formando.

E, como já visto, essa credibilidade é fundamental. Sendo um dos pilares de sustentação mais importantes pra um profissional que procura uma boa especialização em gestão de eventos.

Quais MBAs em Gestão de Eventos existem?

Quais MBAs em Gestão de Eventos existem?

Essas duas opções citadas acima, de cursos técnicos, tecnólogos e de capacitação, são voltados pra quem ainda não possui uma formação de nível superior. 

No caso de pessoas que já possuem uma graduação de nível superior, o caminho mais interessante e, até mesmo mais curto, seria dar um passo a mais em sua carreira com uma pós-graduação.

Muitas vezes, há uma grande confusão com essas nomenclaturas. Mas, de modo geral, todas as formações depois de uma graduação são pós-graduação, dividindo-se em lato sensu e stricto sensu.

Elas são chamadas assim, pois só podem ocorrer após a conclusão de uma graduação. Sem colar grau, ninguém pode iniciar um curso de pós-graduação.

Dentro das pós-graduações stricto sensu, encontra-se o mestrado e o doutorado. O mestrado pode ser considerado o segundo grau e o doutorado pode ser considerado o terceiro grau. 

Já as pós-graduações lato sensu são o primeiro degrau ou nível, conhecidas como especializações e MBAs. E é aqui que entra a pós em Gestão de Eventos.

Vale frisar que, pra ter acesso a essa opção, é necessário possuir uma graduação. O que ocorre aqui é que a pessoa se forma em uma área e, em seguida, se especializa. Isto é, aprofunda ainda mais seus conhecimentos dentro de uma divisão dessa área.

Por exemplo, se você é formado em Administração, o primeiro ofício que vem à mente é administrar empresas. Porém, há diversas áreas dentro dessa formação. Sendo assim, você como um profissional da Administração pode atuar no empreendedorismo, na gestão de pessoas, na área educacional ou na gestão de eventos.

Foque todo o seu conhecimento

Desse modo, uma pessoa pode muito bem se graduar em Relações Sociais. Mas, posteriormente, aprofundar e focar todo o seu conhecimento em uma área mais específica. Que, neste caso, poderia ser a especialização em gestão de eventos.

Contudo, o mais interessante é que uma especialização nessa área está abrangendo diversas graduações ao todo.

Assim, é comum encontrar variedade de profissionais no curso de especialização em gestão de eventos. Sendo graduados em Administração de Empresas, Marketing, Relações Públicas, Jornalismo, Publicidade e Propaganda e por aí vai. Não há limitações sobre qual profissional pode ou não pode cursar uma especialização em Gestão de Eventos.

Na verdade, apesar de a gente utilizar os termos especialização em Gestão de Eventos até agora, foi apenas pra explicar melhor o conteúdo. Porque o que ocorre com a Gestão de Eventos é o chamado MBA.

O MBA é uma pós-graduação lato sensu. Porém, voltado pro mercado de trabalho. E é por isso que o tema em estudo se enquadra nessa área em específico.

O termo MBA vem do inglês Master Business Administration. Que, em tradução livre, significa mestrado em administração de empresas. Mas, apesar de possuir o nome de mestrado, o MBA se classifica a um nível abaixo dos cursos stricto sensu. Por isso, está no mesmo nível de uma especialização.

Isso ocorre porque os mestrados e doutorados pertencem ao mundo acadêmico e são exigências pra atuar como docente no nível superior.

A Pós Descomplica te ajuda a passar níveis

Então, pra ser um professor em uma instituição de ensino superior e transmitir conhecimento aos futuros profissionais, há a necessidade de se possuir um nível de conhecimento mais elevado. No caso, ser mestre ou doutor.

E o MBA foge desse mundo acadêmico e de docência. Centrando-se diretamente no mercado de trabalho ativo.

Como opções de MBAs em Gestão de Eventos, a Pós Descomplica tem quatro opções:

Os dois primeiros cursos são voltados a um tipo específico de evento. O que, apesar de reduzir a amplitude do mercado de trabalho, tornam as pessoas que o fazem verdadeiros especialistas nessa área.

Já imaginou quanto benefício isso trará? Afinal, o profissional poderá se destacar no seu nicho de atuação.

De todo modo, pra quem procura uma qualificação mais ampla, os dois últimos cursos são os ideais. Pois, preparam o profissional pra atuar em eventos de pequeno, médio e grande porte em qualquer nicho de atuação.

MBA em Gestão de Eventos de Grande Porte

Esses tipos de eventos, como o próprio nome revela, são de grande porte. Isto é, possuem uma estrutura, um número de participantes e uma capacidade de gestão relativamente grande.

Os eventos desse tipo normalmente se relacionam a causas ou temas grandes. Por isso, costumam aglomerar multidões.

O MBA da Pós Descomplica é online, com nota máxima no MEC e o curso possui uma carga horária de 390 horas.

MBA em Gestão de Eventos de Pequeno e Médio Porte

Apesar de não ser de grande porte, a gestão de eventos sempre traz desafios aos profissionais.

E essa pós-graduação busca capacitar as pessoas tornando-as plenamente capazes de realizar a gestão de toda a organização dos eventos menores.

Afinal, todos possuem grande parte das mesmas exigências, como a necessidade de conhecimentos técnicos, planejamento etc. Porém, de uma forma mais voltada especificamente pra encontros de um porte menor.

Essa MBA da Pós Descomplica também ocorre de modo online, com nota máxima no MEC. Além disso, o curso possui uma carga horária de 390 horas.

Animade pra atuar na área de eventos? Que tal conhecer mais sobre as pós-graduações online da Pós Descomplica? Acesse o site agora mesmo!

Comentários

ícone de atenção ao erroícone de atenção ao erroícone de atenção ao erro
Quer receber novidades em primeira mão?
Prontinho! Você receberá novidades na sua caixa de entrada.

Veja também

Separamos alguns conteúdos pra você

logo descomplica