Blog Descomplica

O que é associação de resistores e qual sua importância?

porDescomplica| 30/08/2015

Compartilhe

São tantos os assuntos encontrados e utilizados, que muitas das vezes pode existir alguma dificuldade de se identificar os mais relevantes pro dia a dia. Um deles, com certeza, é a associação de resistores. 
Afinal, os assuntos que se referem à física são essenciais pra aqueles que planejam prestar vestibular ou ainda, investir numa carreira na área da ciências exatas. 
Quer entender mais sobre o que é esse tema? Continue o texto e descubra o que ele realmente significa, qual sua importância no cotidiano dos profissionais e como ele é aplicado nas provas e vestibulares das áreas das ciências exatas. Confira!

O que é associação de resistores?

mulher de cabelos cacheados escreve em um papel - associação de resistores
Antes de entender o que isso significa, é importante conhecer a definição de resistores. São os elementos físicos que têm a finalidade de converter energia elétrica em energia térmica e gerar calor após a passagem de uma corrente elétrica. 
Sabe quando você está tomando banho de chuveiro e “a resistência queima”? Essa resistência é o tema do texto, pois é através dela que o aparelho capta a energia da casa e a transforma em água quente.
Quando se fala sobre a associação de resistores, quer dizer que vários circuitos elétricos são obtidos através da conexão de outros resistores. 
Ou seja, é uma combinação de dois ou mais elementos de resistência elétrica e que pode ser ligado de diversas formas: em série, em paralelo ou de forma mista.
Lembrando que, quando associamos dois ou mais resistores, a resistência do conjunto torna-se diferente das resistências individuais de cada resistor.

Por que você deve estudar esse assunto?

Como as resistências são ferramentas essenciais em nosso cotidiano, quando se investe nessa tecnologia de associação de resistores, você torna todo o processo de uso mais econômico, além de identificar a melhor performance de funcionamento. 
Quer um exemplo? Imagina a fabricação de vidros pro setor de refrigeração. As empresas que investem numa tecnologia de associação de resistores se torna diferenciada no mercado, pois além dos fatores acima, cria-se um material com maior desempenho térmico e uma solução mais otimizada. 
Através de uma associação de resistores, obtém-se diferentes valores de resistência elétrica, o que é bem útil dentro de uma casa, pois elas necessitam da resistência elétrica pra usufruir de ações e se prevenir de outras consequências, de diversas formas. 
Quando se fala sobre as profissões das ciências exatas, é porque isso depende totalmente de cálculos e demais disciplinas matemáticas pra funcionar. 
Nas engenharias, por exemplo, são cruciais em um aprendizado, principalmente se você planeja seguir uma carreira em engenharia elétrica ou mecânica, ou mesmo alguma outra profissão que use esse tipo de ferramenta e energia, como um analista de sistemas

Qual a diferença entre associação de resistores em paralelo, em série e mista?

Dentro desta temática, as principais dúvidas que surgem são os tipos de associação de resistores existentes. 
Como foi dito anteriormente, é a partir dessa tecnologia que se gera calor e identifica o valor de cada resistência elétrica presente no cotidiano, seja no profissional, seja no pessoal. Confira abaixo os três tipos e suas principais características!

1. Associação de resistores em série

Caracterizada por resistores que percorrem a mesma corrente elétrica, fazendo com que todos os elementos conectem-se por um mesmo fluxo e ramo do circuito. Dessa forma, um dos resistores fica diretamente ligado ao terminal do próximo resistor. 
Logo, a corrente elétrica é igual pra todos os resistores. Então, se uma não funcionar, nada funciona. Da mesma forma que, seu potencial é distribuído entre as resistências.
Em outras palavras, toda a tensão aplicada cai gradativamente ao longo de um circuito. Na ligação em série, a resistência equivalente é igual à soma das resistências: REQ – resistência equivalente (Ω – ohm)

2. Associação em paralelo

Nesse modelo, os resistores estão ligados ao mesmo potencial elétrico, mas a corrente elétrica que atravessa cada resistor pode ser diferente. Mas, como? 
Na associação em paralelo, a corrente é dividida em diferentes ramos do circuito, o que ajuda em alguns sentidos e prejudica em outros. 
Logo, a resistência elétrica equivalente será sempre menor do que a menor das resistências. Então, seu cálculo é feito através do produto pela soma das resistências individuais.

3. Associação mista de resistores

Assim como o próprio nome diz, este tipo de associação de resistores pode ter ligações tanto em série quanto em paralelo. 
Logo, ele é um conjunto dos outros modelos que pode ou não trazer melhor performance pra ação que planeja-se realizar. Assim, realiza-se seu cálculo pela soma do R1 e R2, depois pelo R3 e R4.

Como esse tema cai nas provas e vestibulares?

Pros interessados nas áreas de exatas, é de extrema importância o conhecimento desse assunto, pois vestibulares e concursos, principalmente, utilizam dessa temática pra qualificar os melhores candidatos às vagas e profissões
Uma dica: fazer exercícios é uma forma interessante de verificar seu conhecimento sobre esse importante assunto da eletricidade.
Mas como, normalmente, exige-se nas provas? Através de uma questão de interpretação de situação, onde colocam-se alguns questionamentos e pressuposições que necessitem da energia elétrica e resistência pra acontecer. 
No complemento da questão utiliza-se uma figura que retrata a suposição e serve de parâmetro pra encontrar a solução. 
No exemplo abaixo, que inclusive caiu no Enem, a pergunta foi “Qual é a resistência equivalente no circuito provocada por um toque que fecha o circuito no ponto A?”. Veja a imagem:
Fonte: Caderno Azul | Enem 2018 | Questão 112
Esse é apenas um dos milhares de exemplos encontrados, mas todos utilizando da mesma estrutura de interpretação + história + lógica + imagem + questionamento = resultado (usando os cálculos e as fórmulas mais adequadas).
E por que isso não é relevante pras carreiras de ciência humanas? Não exige-se nenhum conhecimento técnico sobre a utilização e a função do material. 
Normalmente, profissões nesse sentido descobrem e destacam apenas a importância do produto em questão e não como ele é produzido ou estimulado. 
Por isso, entender sobre associação de resistores no estudo de profissões da carreira das ciências exatas é uma peça-fundamental pro bom desempenho escolar e profissional, bem como melhores resultados nas soluções que vierem a propor nos seus trabalhos. 

A gente te acompanha nessa jornada!

Nós, da Descomplica, te ajudamos a entender sobre esse e mais assuntos, pra aplicá-los no seu dia a dia de trabalho, além de desenvolver mais conhecimento na área de física e matemática. 
Conheça o Cursinho Pré-Enem Descomplica e decole de vez na sua preparação para o Enem e para os Vestibulares

Comentários

ícone de atenção ao erroícone de atenção ao erroícone de atenção ao erro
Quer receber novidades em primeira mão?
Prontinho! Você receberá novidades na sua caixa de entrada.

Veja também

Separamos alguns conteúdos pra você

logo descomplica