Blog Descomplica

Como estudar pelo mapa mental do texto dissertativo-argumentativo?

Vem aprender mais sobre dissertação e fique pronto para garantir uma nota 1000 na redação do seu vestibular!
porDescomplica| 16/02/2016

Compartilhe

Quando você pensa na redação dos vestibulares e Enem, qual o tipo de conteúdo que deve produzir? Ou, ainda, o que a banca espera que você produza? Isso mesmo que você pensou! Por isso, o mapa mental do texto dissertativo-argumentativo é tão importante.

Hoje ele é o tipo textual mais cobrado nos principais vestibulares. Provas como a Unesp, a Fuvest e o próprio Enem exigem esse tipo. E, por isso, é extremamente importante que você conheça suas características.

Afinal, sua aprovação está diretamente ligada com a forma como você desenvolve o texto dentro do formato deste conteúdo, estrutura ou linguagem preferencial.

E como você precisa conhecê-lo na ponta da língua. Logo, preparamos as principais dicas pra você chegar arrasando na hora da prova e um mapa mental de texto dissertativo-argumentativo pra ajudar na memorização. Boa leitura!

O que é uma redação dissertativa-argumentativa?

Foto em detalhe de um caderno aberto e um lápis para representar artigo sobre mapa mental texto dissertativo argumentativo

A redação dissertativa-argumentativa tem por objetivo, portanto, argumentar sobre um determinado ponto. 

É muito comum que, quando lemos uma redação que viste ter mais de 900 pontos, busquemos avaliar a qualidade argumentativa de um parágrafo. Mas ok, o que significa argumentar?

Uma redação dissertativa-argumentativa, assim, tem por objetivo defender uma ideia, um ponto de vista, uma opinião.

Desta forma, todas as temáticas apresentadas exigem uma reflexão por parte do candidato, de forma que, com os conhecimentos adquiridos em estudo, leituras e aulas, o seu texto possa ter uma opinião definida.

Depois de definido um ponto de vista, usando esses mesmos conhecimentos do mundo (e também dos textos de apoio que são trazidos na prova), é necessário, nesse tipo textual, defender essa ideia.

Aqui temos, portanto, a importância da argumentação: fundamentar e sustentar essa opinião, pra convencer o leitor. Esse é o principal objetivo deste tipo de texto.

Estrutura da redação dissertativa-argumentativa

Imagem em detalhe de um caderno e uma caneta para representar artigo sobre mapa mental texto dissertativo argumentativo

A redação dissertativa-argumentativa tem a seguinte estrutura: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. Veja detalhes.

Introdução

Ela é a parte que dá o “catch”, ou seja, desperta o interesse do leitor pra prosseguir no texto. 

Sua função é trazer, justamente, a atualidade e relevância do tema, mostrando as razões pelas quais esse é um assunto que precisa ser discutido. 

Também é importante pra contextualizar o tema. Dentro da introdução você deve, também, sugerir a sua tese. Ou seja, qual a sua abordagem em relação ao problema apresentado.

Desenvolvimento

Essa é a parte na qual você desenvolve os argumentos em relação à ideia principal trazida na introdução. 

Ela deve ser articulada com o contexto geral. Sua estrutura parte de um parágrafo padrão: um tópico frasal a ampliação da ideia. O tópico frasal será responsável por conter a síntese da ideia que será desenvolvida no parágrafo.

Conclusão

Nesse momento, você deve esclarecer a tese abordada ao longo do texto, por meio de uma paráfrase, retomando os pontos da introdução, dialogando com ela.

Questão-problema

Imagem para representar artigo sobre mapa mental texto dissertativo argumentativo

Toda redação dissertativa-argumentativa está norteada por uma questão-problema, sobre a qual você deverá sustentar a sua tese. Ou seja, o problema que você precisa argumentar sobre o assunto e, ainda, propor soluções pra questão.

Isso precisa estar muito claro logo na introdução, pra que o leitor identifique sobre qual tema você está discutindo. Se isso não estiver claro, todo o resto da produção poderá ficar comprometido e perder pontos na redação.

Contextualização

O texto precisa contextualizar a questão-problema dentro de um cenário maior. 

Por exemplo, se falarmos sobre a questão da invisibilidade de alguns grupos sociais no Brasil devido a falhas de registro (como trazido na redação do Enem 2021), isso está inserido dentro de um contexto no qual temos uma parcela significativa da população que não tem acesso aos serviços de registro.

Normalmente, pra constituição da redação, o contexto é trazido pelos textos de apoio. Mas quanto mais informações você souber sobre o tema, maiores as chances de conseguir introduzir melhor o tema.

Tese central

Qual a sua ideia central sobre a questão-problema trazida na introdução? Isso também precisa estar no topo do texto, permitindo que a pessoa entenda qual será a ideia central que você defenderá ao longo da escrita..

Assim, o que você acredita que responde a questão-problema? Essa tese precisa ser clara, objetiva e sucinta neste momento. A partir da argumentação ao longo do desenvolvimento, você poderá abordar melhor a questão. Essa é a parte “dissertativa” da redação.

Argumentos para defender a tese central

Aqui temos a parte “argumentativa” da redação, na qual você deverá sustentar a sua tese com argumentos que comprovem as razões pelas quais sua ideia é válida. 

Você pode, até mesmo, ponderar argumentos contrários e, inclusive, mostrar como eles não se sustentam. Lembre-se de seguir a estrutura de parágrafo que falamos antes.

Proposta de intervenção

De que forma a questão abordada pode ser solucionada? Aqui temos uma proposta de solução pra questão. Contudo, ela precisa ser composta de questões importantes, entre elas:

  • ideia clara sobre a intervenção;
  • quem deverá aplicá-la?;
  • o que é necessário pra sua adoção?

O que é esperado em uma redação dissertativa-argumentativa?

Foto de uma mesa com caderno, café, óculo para representar artigo sobre mapa mental texto dissertativo argumentativo

Mas afinal, o que a banca espera de uma redação dissertativa-argumentativa? Essa é uma dúvida comum dos nossos estudantes, principalmente, porque fugir disso pode fazer com que você perca pontos importantes em sua prova. 

Por isso, separamos os principais pontos e em seguida um mapa mental com tudo que você deve rever em seu texto:

  • contextualização do tema;
  • uma tese central única, clara e objetiva;
  • argumentos que sustentem, de fato, a tese que você está trazendo;
  • conclusão que retome a contextualização da introdução e que sintetize as argumentações trazidas ao longo do texto;
  • proposta de intervenção pra solucionar a questão;

Mapa Mental: Dissertação

Esperamos que este mapa mental sobre dissertação e argumentação ajude você a chegar preparadíssimo pros mais diferentes vestibulares e Enem. 

Lembre-se que essa é uma parte importante pra composição da nota e, saber como preparar um texto excelente, pode ser fundamental pra garantir seu sucesso.

Além disso, o treino de como produzir uma boa redação é fundamental. Afinal, como um bom jogador, quanto mais você treina, maiores as chances de sucesso no final e os exercícios são produções e mais produções de textos. Capricha aí! 

Por isso, estude bastante o mapa mental que trouxemos, as informações neste resumo e aproveite nossa lista de temas pra redação e comece já a se preparar! Se quiser uma preparação mais completa, conheça o nosso Curso Completo para o Enem!

Comentários

ícone de atenção ao erroícone de atenção ao erroícone de atenção ao erro
Quer receber novidades em primeira mão?
Prontinho! Você receberá novidades na sua caixa de entrada.

Veja também

Separamos alguns conteúdos pra você

logo descomplica