Renascimento - parte 1

Olá, pessoal!

Como andam os estudos?

Hoje começaremos o primeiro post sobre Renascimento! Para isso, contextualizaremos o final da Idade Média, período que antecedeu o Renascimento.

IDADE MÉDIA: A SOCIEDADE FEUDAL E A CRISE DO FEUDALISMO

1) Características gerais:

– Sociedade Estamental: sem ascensão social;

Sociedade feudal

– Unidade produtiva: feudo (autossuficiente);

– Economia amonetária (sem moeda, baseada em trocas);

– Poder político descentralizado: poder não se encontrava concentrado nas mãos do rei -> autonomia dos senhores feudais

Igreja Católica: única instituição com poderes sobre toda a europa -> grande proprietária de terras e com domínio sobre a cultura (cultura teocêntrica)

– Obrigação dos camponeses e servos: pagamento de impostos aos senhores feudais (corveia, talha, banalidades e etc.)

2) Transformações e inovações técnicas (a partir do séc. X):

– Aperfeiçoamento do arado, desenvolvimento da metalurgia e dos moinhos, decoberta da rotação trienal de culturas;

-Fim das Invasões Bárbaras (séc. X) e diminuição das guerras;

Expansão das áreas de cultivo (arroteamento);

CONSEQUENCIA: crescimento demográfico e aumento da produtividade ->ocorre a formação de excedente e o reaparecimento do comércio

3) Renascimento comercial e urbano

– Intensificação das trocas-> surgem as feiras medievais -> origem das cidades – os burgos e seus habitantes, os burgueses (artesãos, comerciantes, servos fugitivos)

Burgo medieval

– Novas práticas: corporações de ofício, as letras de câmbio, usura(lucro);

– As Cruzadas (sécs. XI ao XIII) -> expedições religiosas para retomada da Terra Santa pelos cristãos -> fracasso religioso e sucesso econômico: reabertura do comércio entre o Ocidente e Oriente;

4) A crise do séc. XIV:

-a peste (morte de 1/3 da população)

-a fome

-as guerras (a Guerra dos 100 anos e as rebeliões camponesas)

Desse modo, percebemos que as inovações técnicas que permitiram o incremento do comércio, as feiras medievais, o surgimento dos burgos e as rebeliões camponesas começam a alterar o cenário da Idade Média e sua típica divisão em feudos.

Começa, portanto, a formação dos Estados Modernos, que trataremos no próximo post e que está diretamente relacionada com o Renascimento.

Não percam o post de amanhã!

E aí, gostaram? Não deixem de comentar!

Bons estudos!

Continue estudando
Post do blog

Um resumo imperdível para quem quer revisar as principais características da Idade Média

Aluno Descomplica, tenho certeza que você se lembra do marco inicial da Idade Média. Isso mesmo, a queda de Roma! Qual a principal característica da Idade Média? O Feudalismo! Com esses conceitos em mente, vamos falar um pouco sobre essa época e sobre o desenrolar dessa história.
artigo
Post do blog

Exercício Resolvido: Cruzadas

artigo