• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Gestão de custos: como controlar as finanças na empresa?

O controle sobre as finanças é uma das atividades prioritárias de qualquer negócio. Afinal, é isso o que permite o seu crescimento e garante a realização de todos os seus projetos. Nesse sentido, a atuação de um gestor financeiro na gestão de custos é fundamental.

Por meio dessa administração, é possível tomar conhecimento das despesas e dos investimentos.

Assim, torna-se possível não só determinar o valor final do produto, mas também verificar problemas que podem fazer com que os processos não valham a pena. 

Pensando nisso, e tendo em vista a importância da gestão de custos pro sucesso da empresa, a gente elencou alguns tópicos que esclarecem melhor sobre o tema.

Não deixe de conferir as dicas e aplicá-las ao seu negócio!

gestão de custos – pessoa segurando cartão de crédito/débito

O que é gestão de custos?

Pra melhor compreensão do que é gestão de custos e como realizá-la no negócio, é importante primeiro entender o que é custo.

Trata-se de todo o conjunto de investimentos necessários pra que a empresa possa desenvolver as suas atividades

Nesse conjunto, compreendem-se as despesas fixas e variáveis, compra de equipamentos, contratação de funcionários, manutenção do local entre outros recursos que deixam de constituir o patrimônio do negócio pra ter um retorno posterior.

A gestão de custos, portanto, pode ser entendida como o cálculo, a análise e o controle em geral sobre esses recursos, de modo a auxiliar nas tomadas de decisão da empresa.

gestão de custos – pessoa de social com a mão levantada

Por que fazer gestão de custos?

A partir da compreensão do conceito de gestão de custos, é possível extrair alguns objetivos pontuais capazes de justificar, posteriormente, os seus benefícios pro negócio. 

Entre eles, vale a pena destacar:

  • o aumento de informações sobre o valor dos processos;
  • a visualização do desempenho da empresa e otimização das operações;
  • a definição do valor final do produto e da margem de lucro;
  • o auxílio na tomada de decisão e planejamento estratégico;
  • a melhoria do controle financeiro da empresa.

Todas essas funções assumidas pela gestão de custos revelam a sua importância pra garantia da competitividade no mercado.

Afinal, a administração dos recursos permite identificar falhas e oportunidades que permeiam as operações do negócio.

gestão de custos – números e gráficos na frente de uma pessoa

Quais os benefícios para o negócio?

A gestão de custos pode trazer inúmeras vantagens pro empreendimento. Em primeiro lugar, a redução dos custos.

Isso porque, ao ter uma visão detalhada dos investimentos, é possível perceber desperdícios e gastos que não agregam valor.

Desse modo, é possível notar um aumento considerável da lucratividade do negócio e, consequentemente, da capacidade que a empresa tem de investir no seu próprio crescimento.

Vale destacar que isto pode gerar impactos positivos na qualidade do produto.

Isso porque se aumenta a possibilidade de redirecionar recursos financeiros e humanos.

Por exemplo, investindo em melhores equipamentos ou matéria-prima, ou apoiando a capacitação dos funcionários.

Tudo isso, conforme já abordado, garante a estabilidade financeira do negócio e oferece vantagem competitiva no mercado.

gestão de custos – pessoa escrevendo uma lista de afazeres

Como gerir da maneira correta?

Confira agora um passo a passo pra gerir os custos de maneira correta e controlar as finanças da empresa!

Tenha um bom registro

Em primeiro lugar, pra administrar os custos corretamente, é preciso conhecê-los.

Nesse sentido, é fundamental criar uma verdadeira cultura de registro de todos os gastos fixos e variáveis, e outros recursos investidos. 

Isso pode demandar uma revisão dos processos gerenciais e das operações pra que nenhum detalhe passe despercebido.

Além disso, deve ocorrer uma orientação dos funcionários responsáveis pra se adaptarem a essa nova dinâmica de trabalho.

Organize em categorias

Pra facilitar a análise posterior dos custos da empresa em um determinado período, também é importante organizá-los em categorias.

Isso vai permitir uma melhor visualização no relatório final dos gastos mais ou menos significativos nas finanças.

É possível, por exemplo, separar os custos em contas de manutenção, salário de funcionários, compras, entre outros.

Se necessário, pode-se dividir em subcategorias pra um estudo ainda mais detalhado pela organização.

Invista em ferramentas adequadas

Sem dúvidas, o trabalho de anotar e organizar os custos é extenso. Nesse sentido, pra que não haja queda da produtividade pelo tempo despendido, é importante investir em ferramentas adequadas de gestão de custos.

Assim, além de garantir a centralização das informações em um único software, sem o risco de perder o acesso a informações, o gestor pode facilitar o registro.

Isso sem contar a possibilidade de gerar relatórios automaticamente e evitar erros humanos no cálculo final.

Faça projeções

Por último, com todas as informações em mãos, não deixe de fazer uma avaliação minuciosa dos custos. Ou seja, analisar se eles estão de acordo com a realidade do negócio, identificar tendências, avaliar cenários de risco e assim por diante.

Isso vai permitir fazer projeções futuras pra uma tomada de decisão ainda mais acertada.

O ideal é que essa análise seja usada como base pro planejamento estratégico da organização, de modo a garantir o seu equilíbrio financeiro.

Quais erros deve-se evitar?

Embora a gestão de custos seja fundamental pra administração das finanças, ela deve ser guiada corretamente. Alguns erros podem prejudicar todos os benefícios que poderiam ser obtidos por meio dela.

Nesse sentido, é preciso ter atenção pra dispensa da análise dos riscos em qualquer tomada de decisão fundamentada nos custos.

É necessário ultrapassar o estudo simplificado, pensando sempre nos seus reflexos pras operações e no seu retorno em curto e longo prazo.

O corte de gastos sem critério, por exemplo, pode gerar efeitos devastadores nas finanças.

Outro erro comum que deve ser evitado é a perda da perspectiva de investimento, considerando que o melhor a fazer é sempre reduzir aplicações.

É preciso lembrar que, por outro lado, isso pode estagnar a empresa no mercado e reduzir sua vantagem competitiva.

Sem dúvidas, a gestão de custos é fundamental pro controle financeiro da empresa. Por esse motivo, cada vez mais o mercado demanda profissionais capacitados pra atuar no gerenciamento desses recursos.

Nesse sentido, A Faculdade Descomplica pode ser grande aliada de quem se interessa pelo segmento de atuação, uma vez que oferece capacitação técnica e prática adequada pro desenvolvimento da sua carreira no mercado de trabalho.

E aí? Curtiu o conteúdo? Então não deixe de se aprofundar ainda mais no tema com o Curso livre em Gestão de Custos!