• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Saiba como as frases preferidas da sua mãe te ajudam a entender Regência Verbal e Preposição

“Aonde você vai?” e “Onde você está?” são orações frequentemente usadas por nossos pais, principalmente quando pegamos nosso celular e vemos 3 ou 300 chamadas perdidas. Neste momento você começa a suar frio e já sabe que quando chegar a casa o bicho vai pegar! Aproveite esse momento para estudar gramática com as frases preferidas da sua mãe!

Aprenda Regência verbal e Preposição com a sua própria mãe!

 

Você sabe o que é regência verbal?

A regência relaciona o uso dos verbos (sejam eles transitivos ou intransitivos) e seus respectivos complementes. Em outras palavras, analisar a transitividade do verbo é fundamental para compreender o uso das preposições e para saber utilizá-la de maneira correta.Vamos lá?

A preposição tem a função de estabelecer uma relação de ligação sintática entre os termos, além de possuir diversas funções. Vejamos alguns casos:

Função de complemento verbal

O verbo “IR” é transitivo indireto, ou seja, exige preposição para complemente o sentido do verbo. Os complementos verbais são os objetos. Façamos a análise mentalmente: “Quem vai, vai a algum lugar”.

Mas se você tiver uma mãe estilo Rochelle, do seriado Todo mundo odeia o Chris, certamente você não irá a lugar algum e tentará obedecer a seus pais, sempre. Viu como nessa última frase fizemos o uso da preposição de diferentes maneiras? Neste caso, o verbo obedecer também é transitivo indireto e também pede uma preposição, pois “quem obedece, obedece a alguém”.

 

Aprenda Regência verbal e Preposição com a sua própria mãe!

 

Função de complementos nominais

Os complementos nominais você já conhece: são aqueles que complementam  o sentido de um termo nominal (substantivo, adjetivo ou advérbio). Se eu disser “Tenho orgulho de minha mãe”, sabemos que a palavra “orgulho”é um substantivo e que pede um complemento, porque “quem se orgulha, se orgulha de alguma coisa”. Nesse caso, perceba que a preposição “de” estabelece uma ligação entre os termos e uma função sintática.

Aprenda Regência verbal e Preposição com a sua própria mãe!

Eu não sou uma mãe normal, sou uma mãe maneira.

 

Uso correto do “Aonde”

Em relação à regência verbal, sabemos que o advérbio de lugar “aonde” é acompanhado de verbos que indicam movimento e surgem na oração devido ao uso da preposição.

Exemplo: Vamos aonde? 

Verbo “ir” + (preposição) + onde (advérbio).

No caso referido, temos a ideia de movimentação, por “quem vai, vai a algum lugar” e depois ligamos a preposição ao advérbio de lugar. Entretanto, não generalize! O verbo “malhar” é transitivo direto e indireto e possui valor semântico de exercícios, ou seja, de movimentação.

Veja: Onde você malha? 

Observe que a resposta esperada seria o  nome da academia, ou seja, o local fixo no qual o sujeito vai treinar. Logo, neste caso, o uso do advérbio “aonde” não corresponde necessariamente ao acompanhamento do verbo de movimento.

Aprenda Regência verbal e Preposição com a sua própria mãe!

Galera, esses são apenas alguns dos acompanhamentos e funções que a preposição pode adquirir. Espero que tenham curtido as dicas e não deixem de assistir o módulo de aulas que vão tirar todas as suas dúvidas sobre esse assunto!