• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Questões comentadas: Os principais sociólogos

1. Leia o texto a seguir.

De acordo com Susie Orbach, “Muitas coisas feitas em nome da saúde geram dificuldades pessoais e psicológicas. Olhar fotos de corpos que passaram por tratamento de imagem e achar que correspondem à realidade cria problema de auto-imagem, o que leva muitas mulheres às mesas de cirurgia. Na geração das minhas filhas, há garotas que gostam e outras que não gostam de seus corpos. Elas têm medo de comida e do que a comida pode fazer aos seus corpos. Essa é a nova norma, mas isso não é normal. Elas têm pânico de ter apetite e de atender aos seus desejos”.

(Adaptado: As mulheres estão famintas, mas têm medo da comida, Folha de S. Paulo, São Paulo, 15 ago. 2010, Saúde.

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o pensamento de Émile Durkheim, é correto afirmar:

a) O conflito geracional produz anomia social, dada a incapacidade de os mais velhos compreenderem as aspirações dos mais novos.

b) Os padrões do que se considera saudável e belo são exemplos de fato sociais e, portanto, são suscetíveis de exercer coerção sobre o indivíduo.

c) Normas são prejudiciais ao desenvolvimento social por criarem parâmetros e regras que institucionalizam o agir dos indivíduos.

d) A consciência coletiva é mais forte entre os jovens, voltados que estão a princípios menos individualistas e egoístas.

e) A base para a formação de princípios morais e de solidez das instituições são os desejos individuais, visto estes traduzirem o que é melhor para a sociedade.

Gabarito: b

Comentários:

a) A anomia social é o estado em que os indivíduos perdem suas metas ou para alcançá-las se sentem incitados a violar as normas sociais. Tornar-se magro, quando em excesso, pode causar problemas, mas não ao ponto de se tornar uma anomia social, pois esta deve ter um caráter mais abrangente e o ideal de magreza não significa perda de metas e nem violação de regras.

b) Sim, é verdade que a imposição do padrão de magreza é um fato social. Sabemos que esse conceito contém três características: coercitividade, generalidade e exterioridade. Os padrões de beleza atuais contêm as três características também. O indivíduo é coagido pela pressão social a adotá-los, são padrões gerais, sem nenhum caráter de adaptação individual e são completamente exteriores às pessoas, ou seja, são da sociedade para o indivíduo.

c) Émile Durkheim é um pensador estruturalista, sendo assim, as normas não são prejudiciais à sociedade, mas indispensáveis a elas.

d) Os jovens são mais influenciados pela consciência coletiva porque são socializados pelos mais velhos, desse modo, acabam recebendo os valores sociais mais facilmente.

e) Essa alternativa só faria sentido se o autor em questão fosse Max Weber.

 

 

2. (Uncisal 2012) A Escola Marxista tem na teoria do conflito um dos seus fundamentos mais importantes em termos sociológicos. Tal teoria, pela óptica marxista, defende que:

a) os conflitos sociais são culturais, sendo expressões do embate entre a tradição e a inovação.

b) os conflitos nascem das contradições, sendo estas resultantes do acesso desigual aos meios de produção.

c) as sociedades mais avançadas são aquelas que melhor se adaptaram ao longo do processo histórico, sendo as menos aptas extintas.

d) os conflitos sociais são observados apenas nas sociedades anteriores à Revolução Industrial.

e) todas as relações sociais estão desvinculadas da esfera econômica, sendo os conflitos políticos o alicerce da vida em sociedade.

Gabarito: b

Comentários:

Na teoria do conflito, no que é tocante à escola marxista, os embates sociais não são frutos de aspectos culturais e nem de avanço ou atraso evolutivo. O conflito ocorre devido à má distribuição das riquezas e dos meios de produção, sempre que há desigualdade e subjugação social o conflito acontece, como forma de defesa e afirmação da classe oprimida. O conceito de ação social desempenha papel fundamental no conjunto teórico construído por Max Weber.

 

 

3. (UEL) Sobre este conceito utilizado por Max Weber, considere as afirmativas a seguir.

I. A ação social foca o agente individual, pois este é o único capaz de agir e de atribuir sentido à sua ação.

II. Interpretar a reciprocidade entre as ações sociais possibilita ao cientista social a compreensão sobre as regularidades nas relações sociais.

III. A imitação e as ações condicionadas pelas massas são exemplos típicos de ação social, pois são motivadas pela consciência racional da importância de viver em sociedade.

VI. O que permite compreender o agir humano enquanto ação social é o fato de ele possuir um sentido único e objetivo para todos os agentes envolvidos.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I e II são corretas.

b) Somente as afirmativas II e IV são corretas.

c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.

d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.

e) Somente as afirmativas I, III e IV são corretas.

Gabarito: a

Comentário: Ação social é um conceito weberiano que analisa a sociedade como fruto da interação entre os indivíduos. Dessa forma, não é nenhum equívoco dizer que apenas os indivíduos podem atribuir significado às suas ações, uma vez que, diferente de no fato social, a análise deve partir da esfera individual para a social. Olhar os fenômenos sociais sem buscar as motivações dos indivíduos que o produziram é não fazer ciência social de forma segura. Padronizações, generalizações e condicionamentos não integram o pensamento de Max Weber.