• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Aprenda os principais pontos sobre Movimentos de Massa para o Enem

Você sabe o que são movimentos de massa? Neste artigo vamos falar um pouco sobre esse assunto. Se você ficou curioso e quer saber mais, não saia daqui.

Os movimentos de massa, de origem gravitacional, são responsáveis pela mobilização do solo, vegetação, sedimentos ou rochas, potencializados pela água. A declividade do terreno também proporciona força e resistência aos movimentos de massa. 

Dessa forma, eles provocam grandes prejuízos de ordem econômica. As consequências para vidas humanas também são extremamente grandes.

Quais são os tipos de movimentos de massa?

Artigo sobre movimento de massa

De acordo com o mecanismo  e os diferentes materiais envolvidos, os movimentos de massa se classificam em seis tipos, que são: queda, tombamento, rolamento, deslizamento, corridas de massa e subsidência e colapso.  

Na sequência, falaremos sobre cada um deles.

Queda

Esse tipo de movimento de massa ocorre em queda livre de fragmentos rochosos que se desprendem de taludes íngremes

Tombamento

É um tipo de queda em que um bloco rochoso se movimenta em forma de rotação frontal para fora do talude.

Rolamento

Semelhante à queda, é chamado de tombamento o movimento de blocos rochosos ocorrido ao longo de encostas. Os tombamentos normalmente acontecem por conta do descalçamento.

Deslizamento

Nesse tipo de movimento de massa ocorre a movimentação de solo e rochas em superfície de ruptura. Conforme a superfície em que ocorre,  o deslizamento é classificado em rotacional ou translacional.

Deslizamento rotacional

Movimento ocorrido em superfície curvada (em formato de colher) e com movimento rotatório em materiais superficiais e homogêneos.

Deslizamento translacional

Quando há escorregamento em superfícies planas e solos mais rasos.

Corridas de massa 

São movimentos de massa provocados por fluxos intensos de água, devido  a chuvas fortes. Neste movimento a massa se liquefaz e o material escoa em forma de lama e detritos rochosos. O poder destrutivo desse movimento é extremamente grande.

Subsidência e colapso

Nesse tipo de movimento, o colapso da cavidade, a redução da porosidade ou a deformação do solo provocam um afundamento do terreno de maneira rápida ou gradual.

Vários fatores podem contribuir para que os movimentos de massa aconteçam e são determinantes para seu potencial destrutivo, como aspectos naturais (fortes chuvas) e socioeconômicos (instalação de moradias em locais suscetíveis).

Como avaliar os riscos dos movimentos de massa?

Com o propósito de reduzir os efeitos dos movimentos de massa, especialistas analisam os riscos  de suas ocorrências. Para isso são utilizadas algumas perguntas: Qual? Onde? Qual tamanho? Quando? Quem? O quê? Quanto? Grau de Perda.

Qual? Onde? Até Onde? Qual tamanho? Quando?

Para responder a essas perguntas é analisada a probabilidade de ocorrência dos movimentos de massa  em áreas específicas, a magnitude dos movimentos  e o período em que acontecem.

Quem? O quê? Quanto? 

A partir da análise da exposição de pessoas, propriedades e infraestrutura são obtidas  as respostas a essas perguntas. Os movimentos de massa tendem a afetar vidas humanas e a situação econômica.

Grau de perda

Para se analisar esse item é necessário levar em consideração o nível de desastre, expressando-o em uma escala de 0 a 1. Um desastre classificado como escala 0 não oferece nenhum grau de perda, mas em grau 1 provoca perda total.

Acima de tudo, a análise dos riscos tem como finalidade traçar metas para a prevenção de desastres provocados pelos movimentos de massa.

O que provoca os movimentos de massa?

Diferentes processos podem favorecer a ocorrência de movimentos de massa. Continue lendo e saiba quais são as principais causas desses acontecimentos.

Instabilidade geomorfológica

A instabilidade geomorfológica é composta por fatores hidrológicos instantâneos. As águas oriundas das chuvas tendem a provocar a diminuição da instabilidade tanto em solos saturados como em não saturados.

Aumento da pressão das águas

Devido ao aumento da pressão das águas nos poros das superfícies, podem ocorrer rupturas. Sendo assim, deslizamentos superficiais podem acontecer mesmo quando a quantidade de águas de chuva é pequena

Além disso, existem os aspectos socioeconômicos que contribuem para a ocorrência de movimentos de massa. 

Certamente, os riscos de deslizamentos em encostas  provocam desastres de alta escala, tendo em vista  o grande número de pessoas que residem em alguns desses locais.

Abordagem do tema movimentos de massa no Enem e vestibulares

Na  prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015, uma das questões era referente às condições que favorecem os movimentos de massa, como, por exemplo, a estrutura geológica, a declividade da vertente, o regime de chuvas, a perda de vegetação e a atividade antrópica.

A questão cobrava qual seria a ação ideal para minimizar a ocorrência dos movimentos de massa, em relação ao processo descritivo.  Em conclusão, a questão oferecia como opções de resposta correta, as seguintes alternativas: média pluviométrica elevada, exposição do solo, drenagem eficiente, agricultura mecanizada e rocha matriz resistente.

Tendo em vista que movimentos de massa do tipo deslizamento ocorrem em locais onde há predominância de escoamento superficial frente ao processo de infiltração, a melhor maneira de minimizar a ocorrência de tais movimentos é a realização de uma drenagem eficiente.  

Como exemplo de abordagem desse tema em vestibulares, temos questões que falam sobre os processos ligados à movimentação de massa, ressaltando que  a atuação humana é um elemento que colabora para a ocorrência de deslizamentos.

Questões sobre movimentos de massa

E aí? Quer saber como andam seus conhecimentos sobre esse assunto? Então responda às seguintes questões. Veja as respostas no final do artigo. Não vale copiar, certo?

1- Assinale a opção que não representa um tipo de movimento de massa.

  1. Queda
  2. Rolamento
  3. Terremoto
  4. Deslizamento
  5. Corridas de massa
  6. Subsidência e colapso

2- De acordo com a superfície onde ocorrem, os deslizamentos podem ser classificados em:

  1. Rotacional ou translacional
  2. Geomorfológico ou geológico

Caso você queira aprender mais sobre esse e outros assuntos, a Faculdade Descomplica tem as melhores opções de cursos para você. No Descomplica seu aprendizado é algo garantido. O que você está esperando? Venha já pro Descomplica.

Respostas das questões:

1- C

2- A

Gostou do resumo? Que tal um curso completo com aulas incríveis feitas pelos melhores professores e por um preço inacreditável? Conheça os planos da Descomplica para te ajudar a passar no Vestibular.