"Mal" ou "mau": diferenças e exemplos

É muito comum confundirmos os vocábulos “mal” e “mau”. Vamos ver a diferença entre eles?

"Mal" ou "mau": diferenças e exemplos
"Mal" ou "mau": diferenças e exemplos

Na língua portuguesa, encontramos palavras que possuem grafias e pronúncia semelhantes, mas seus significados são diferentes. Esse fenômeno acontece com as palavras “mal” e “mau”.

Neste post, vamos entender de uma vez por todas em que momento devemos utilizar cada uma dessas formas, entendendo a diferença entre elas e analisando exemplos.

1. Classes gramaticais

Em primeiro lugar, vamos relembrar, brevemente, algumas classes gramaticais?

  • Advérbios: palavras invariáveis utilizadas para modificar um verbo, um adjetivo ou outro advérbio, atribuindo com um valor circunstancial (tempo, modo, intensidade, etc.)
  • Substantivos: palavras que nomeiam elementos em geral (seres, objetos, sentimentos, lugares, etc.)
  • Adjetivos: palavras que atribuem características aos elementos.

Agora, entenderemos a diferença entre “mal” e “mau”:

2. Mal

a) Advérbio: o vocábulo “mal” com valor de advérbio pode significar “de modo errado” ou “de maneira insuficiente”. Ex.: O professor de Biologia ensina mal. (Repare que o vocábulo “mal” está atribuindo uma circunstância ao verbo “ensina”.) Ex.: A obra foi mal acabada.

Ainda como advérbio, a palavra “mal” pode significar: - “Doença”/“adversidade”. Ex.: Pedro está passando muito mal. - “De maneira negativa”. Ex.: O público recebeu mal a notícia do cancelamento do show. - “Ofensa”. Ex.: Falaram mal do Joaquim. - “De maneira indelicada”. Ex.: O cantor tratou mal o público.

b) Conjunção temporal (com valor de “assim que”). Ex.: Mal chegou e já recebeu cobranças. Ex.: Ela mal foi embora, e já estou com saudades.

c) Substantivo: É sinônimo de “prejudicial” ou “nocivo”. Também pode ser utilizado como sinônimo de “doença”. Por ser substantivo, admite plural (“males”) e vem precedido de artigo, pronome ou adjetivo. Ex.: Beber é mal, mas é muito bom. (Millôr Fernandes) Ex.: O relacionamento de Joana é muito complicado: Fernando é seu mal. Ex.: Há males que vêm para bem. Ex.: O senhor Francisco padece de um mal intratável. Ex.: O mal da sociedade é a intolerância.

3. Mau

O vocábulo “mau” é um adjetivo; ou seja, ele é utilizado para qualificar algo. De maneira geral, pode significar: - Algo de baixa qualidade – Ex.: O avião testado apresentou mau desempenho. - Algo ruim – Ex.: Pedro fez um mau negócio. - Quem faz maldades – Ex.: Ricardo era um menino mau.

4. Dica: Mal x Mau

Para não confundir os dois vocábulos, a dica é trocar pelo termo contrário (antônimo): Mal é o contrário de “bem” – Ex.: Ana estava passando mal./Ana estava passando bem. Mau é o contrário de “bom” – Ex.: O vilão do filme era mau./O herói do filme era bom.

👉 Continue estudando Classes Gramaticais online

A maior sala de aula direto da sua casa!Junte-se aos 230 mil alunos que descobriram como melhorar os resultados estudando online!

👉 Clique aqui e saiba como!

Continue estudando
Post do blog

Exercícios Resolvidos: Pronomes Demonstrativos e Indefinidos

Recentemente, falamos sobre as classes gramaticais e ensinamos o que são os pronomes. Eles são os responsáveis por acompanhar, substituir ou fazer referência ao nome. Ou seja, são palavras variáveis em gênero (masculino/feminino) e número (singular/plural).
artigo
Post do blog

Exercícios Resolvidos: Pronomes

Leia o resumo “Classes Gramaticais: Pronomes” e resolva os exercícios abaixo.
artigo