3 músicas que te ajudam a entender conceitos de Migrações Brasileiras

Sim, é isso mesmo que você leu: nós vamos te ensinar tudo sobre migrações brasileiras com a ajuda de 3 músicas. Vem se divertir e estudar para o Enem!

As migrações brasileiras são recheadas de conceitos que são bem fáceis de entender, mas que podem nos confundir na hora do vestibular! São terminologias que se confundem entre si, mas cada uma delas tem suas particularidades que as distinguem das demais. Para que nossos alunos não se confundam mais trazemos três músicas que exemplificam o caso de cada um dos conceitos.

1. Luiz Gonzaga – Asa Branca

“Hoje longe, muitas léguas/Numa triste solidão/Espero a chuva cair de novo/Pra mim voltar pro meu sertão”

A história que a música canta traduz de forma bem clara o conceito da transumância. A migração por conta das conjunturas climáticas desfavoráveis, como é o caso da seca no sertão que mina todas as possibilidades de qualidade de vida. O autor diz inconformado que por conta da seca perdeu seu gado; no trecho destacado ele confessa que está apenas esperando pela volta da chuva para retornar ao sertão.

A transumância é classificada como uma migração temporária, pois haverá retorno ao local de origem assim que as condições climáticas se tornem favoráveis.

2. Jair Rodrigues – Migração

“Chegou na cidade grande/Sem emprego e proteção/Estranhou a diferença/Que existia no sertão”

Essa música é a tradução exata do conceito de êxodo rural. Esse conceito é um exemplo de migração definitiva, ou seja, não haverá retorno, pelo em um futuro próximo. A falta de oportunidades, a concentração de terras e, consequentemente, de renda e a maior oferta de empregos na cidade leva o homem do campo a sair do interior em direção aos grandes centros.

3. Legião Urbana – Faroeste Caboclo

“O João aceitou sua proposta/E num ônibus entrou no Planalto central/Ele ficou bestificado com a cidade/Saindo da rodoviária viu as luzes de natal/Meu Deus mas que cidade linda!”

Outra migração considerada definitiva é representada nessa canção: a interregional. Aí reside parte das confusões entre os alunos. Esse tipo de migração tem sua maior particularidade na troca de regiões. Não necessariamente se trata de sair do interior para a cidade e sim trocar de região. Exemplos disso são a saída do litoral para o interior para a atividade da mineração; a saída dos paulistas em direção ao sul do país para estabelecer as instâncias de gado que abasteceriam os trabalhadores na atividade da mineração.

No caso da música reflete o contexto de muitas migrações em meados do século passado no Brasil. Na década de 1950 o Brasil tinha como meta desenvolver “50 anos em 5”; uma política de integração regional e estímulo ao crescimento industrial. A construção de Brasília e o crescimento industrial no Sudeste foram determinantes para o surgimento de muitos fluxos migratórios no Brasil.

Com essas músicas e as dicas sobre as diferenças entre os conceitos fica muito mais fácil de estudar!

Continue estudando
artigo
Post do blog

Mapa Mental: Migrações Brasileiras

Dê uma olhada neste mapa mental e se prepare para aprender tudo que você precisa saber sobre Migrações Brasileiras para tirar 10 na sua prova!
artigo
Post do blog

Questões Comentadas: Migrações Brasileiras

Leia o resumo “Como ocorreram as migrações brasileiras?” e resolva os exercícios abaixo.