• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Como conciliar trabalho e estudo para o vestibular

Conciliar uma rotina intensa de trabalho e estudo para o vestibular é um desafio e tanto, fato! Sabemos que muita gente está passando por essa situação agora e, apesar de querer muito mandar bem no Enem e vestibulares, não sabe como adaptar sua rotina ao pouco tempo que sobra para estudar.

BAIXE AQUI UM INFOGRÁFICO E APRENDA A MONTAR UM CRONOGRAMA LEVANDO EM CONTA SEU TRABALHO 

Com as dicas do nosso professor especialista em estudo perfeito, Eduardo Valladares, temos certeza que você terá tudo que precisa para começar agora a se preparar para o Enem – mesmo trabalhando! Confira:  

Conheça seu tipo de trabalho

Seu ponto de partida para conciliar sua rotina profissional com o estudo para o vestibular é conhecer seu tipo de trabalho e como ele funciona no dia a dia. Pare e pense se você

  • tem intervalos no seu trabalho. Tipo, trabalha 4 horas direto e tira 30 minutinhos de descanso
  • trabalha sentado em um escritório o dia inteiro
  • reveza entre trabalhar em pé e sentado
  • trabalha com escala de folga. Por exemplo, trabalhando 6 dias e folgando 1
  • trabalha em um ambiente super barulhento

É importante que você entenda seu tipo de trabalho e saiba descrevê-lo para si mesmo. Assim, você consegue perceber tanto as limitações da sua rotina de trabalho – como os horários, o desgaste físico e emocional e até a concentração que ele exige – quanto as oportunidades de estudo que você pode encaixar dentro dela – quem sabe a galera que trabalha com intervalos não pode aproveitar esse tempinho para fazer alguns exercícios ou revisar uma matéria?

Entendendo os tipos de vestibulares

O segundo passo é entender seu objetivo com o vestibular e como ele funciona. A prova da Fuvest, por exemplo, é totalmente diferente da do Enem e demanda rotinas de estudo também bem diferentes.

Aqui vamos falar de como é a prova do Enem, já que ela abrange o Brasil inteiro. Mas para conseguir informações sobre qualquer vestibular que você queira fazer é só procurar o site da instituição de ensino que você escolheu que, com certeza, eles te explicarão tudinho sobre o processo seletivo deles, ok?

O Enem acontece em dois dias – com as mudanças no Exame esse ano, agora será em dois domingos (e não mais no sábado e no domingo) – e as provas são divididas assim ó:

  • Dia 1: você tem 5 horas e 30 minutos para resolver 90 questões de Humanas – Geografia, História, Filosofia e Sociologia – e Linguagens – Literatura, Português e Língua Estrangeira (inglês ou espanhol) -, sendo basicamente 15 para cada disciplina (Filosofia e Sociologia dividem essas 15 e Língua Estrangeira são apenas 5, ok?). Além disso, você deve fazer uma redação!
  • Dia 2: você tem 4 horas e 30 minutos para resolver 45 questões de Biológicas – Biologia, Física e Química – e outras 45 só de Matemática

Partindo de como é a prova do Enem, você pode concluir que é preciso treinar na redação e estudar o suficiente para fazer 180 questões de 11 matérias – focando sempre em acertar o maior quantidade possível!

Rotina de trabalho e estudo

Você não tem o dia todo livre para estudar, então sua rotina precisa ser planejada nos mínimos detalhes para que você tenha tempo para tudo e não precise abrir mão de nenhuma atividade – inclusive de dormir!

Para isso, seja o mais realista possível e defina o tempo que você investe – e não perde! – em:

  • Horário de trabalho
  • Comer
  • Dormir
  • Assistir a aulas do Descomplica
  • Lazer/descanso
  • Imprevistos – é super importante ter uma rotina flexível o suficiente para que você consiga se adaptar em um imprevisto (infelizmente, eles sempre acontecem), ao invés das suas atividades irem por água abaixo só por não ter saído tudo como planejado
  • Planejamento da semana seguinte – outra coisa bem importante é tirar um tempinho para parar, pensar e planejar a próxima semana. Pode ser, por exemplo, no sábado a noite ou no domingo a tarde 🙂

Apesar de não ter todo o tempo do mundo para se dedicar ao vestibular, isso não quer dizer que seu estudo não possa render ou que você não vai conseguir aprender e se dedicar – muito pelo contrário! Se liga nessas conceitos incríveis (e infalíveis!) e você vai ver que, na hora do estudo, menos pode ser mais:

All-In: quando parar para estudar, esteja 100% concentrado na matéria. Você pode ter pouco tempo de estudo por conta do trabalho, mas fazer o melhor de cada minutinho, se dedicando completamente ao que você está fazendo, fará toda a diferença!

Deep work: deep work significa se concentrar profundamente no estudo, mergulhar mesmo na matéria e focar totalmente no que você está fazendo no momento. Deixe as preocupações com o trabalho para depois, ok?

Essencialismo: essencialismo é, basicamente, o foco no essencial, no que mais importa naquele momento. Na hora do estudo, o que mais importa é aprender a matéria, certo? Então, desligue o celular, feche a porta do quarto e se volte apenas para o estudo.

Foco em produtividade

Para atingir uma boa produtividade nos estudos e conseguir aprender mais em menos tempo, você deve ter algumas coisinhas em mente.

Comece aos poucos: um passo de cada vez! Não se exija fazer 200 exercícios de Matemática e acertar um montão logo de cara, vá aumentando a quantidade aos poucos e dosando suas expectativas de acordo com o andamento do estudo. Isso vai te ajudar a criar um hábito de estudos aos poucos, sem se cansar demais e se adaptando a sua rotina, e também a não se frustar tanto

Remova as distrações: desligue o celular e tire-o de perto de você agora mesmo! É comprovado cientificamente que tirar do seu campo de visão coisas que te distraem reduz em ⅓ sua tentação de ir lá e pegá-lo. Você não vai teimar contra a ciência, né?

Regra dos 10 minutos: essa dica pode te ajudar bastante a não parar no meio de um exercício, perder a concentração no estudo e não conseguir mais retomá-lo. Quando der aquela vontade de levantar para dar uma volta, pegar uma água, abrir o Facebook pense “só mais 10 minutinhos”. Quando você ver, esses 10 minutinhos já viraram 30, porque você se manteve concentrada no que importava no momento – o estudo. Assim você consegue priorizar suas atividades e manter a atenção!