• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Aula ao Vivo: Tecido Muscular e Contração

Aprenda tudo sobre Tecido Muscular e Contração com os professores Rubens Oda e Alexandre Bandeira na aula ao vivo de hoje! 🙂 Para saber os horários e baixar o material de apoio, é só continuar lendo esse post! 😛

tumblr_Blog-320x320px_Oda-e-Bandeira
Biologia: Tecido Muscular e Contração
Turma da Manhã: 9:00 às 10:00, com o professor Alexandre Bandeira
Turma da Noite: 18:30 às 19:30, com o professor Rubens Oda

Baixe o material de apoio, é só clicar aqui embaixo 😛

Material de Aula ao Vivo
Lista de Exercícios

MATERIAL DE AULA AO VIVO

Características gerais:
– Constitui os músculos
– Originado do mesoderma;
– Relacionado à locomoção e movimentação de substâncias internas do corpo em função da capacidade contrátil das fibras musculares em resposta a estímulos nervosos.
– Células especializadas – fibras musculares: ricas em filamentos proteicos de actina (miofilamentos finos) e miosina (miofilamentos grossos); com muitas mitocôndrias.
– O grau de contração muscular: intensidade do estímulo e quantidade de fibras estimuladas. Dessa forma, somente ocorrerá contração quando o estímulo nervoso tiver intensidade suficiente para desencadear em um número significativo de fibras, uma ação de contração mediada por substâncias neurotransmissoras, emitidas nas sinapses neuromusculares (contato neurônio músculo), sinalizando o deslizamento dos miofilamentos finos sobre os grossos.
– Vascularizado

Classificação dos tecidos musculares:
– Musculatura lisa: de contração involuntária; formada por células mononucleadas, núcleo central; com estrias longitudinais. Presente nos órgãos viscerais internos (esôfago, intestino, vasos sanguíneos e útero), responsável pelo peristaltismo.
– Musculatura estriada esquelética: de contração voluntária; formada por células multinucleadas com estrias longitudinais e transversais. Forma os músculos, órgãos ligados à estrutura óssea, permitindo a movimentação do corpo.
– Musculatura estriada cardíaca: de contração involuntária: constitui as células binucleadas do miocárdio, unidas por discos intercalares que aumentam a adesão entre as células.

bio1

Contração Muscular

Sarcômero:
As unidades de actina e miosina que se repetem ao longo da miofibrila são chamadas, sarcômeros. As faixas mais externas dos sarcômeros, claras, são denominadas de banda I e contêm apenas filamentos de actina. A faixa central mais escura é denominada banda A. As extremidades da banda A são formadas por filamentos de actina e miosina sobrepostos, enquanto a sua região mediana mais clara, denominada banda H, contém apenas miosina.
Ao microscópio eletrônico, a actina aparece sob a forma de filamentos finos, enquanto a miosina é representada por filamentos grossos. A interação da actina com a miosina é o grande evento desencadeador da contração muscular.
A disposição regular dessas proteínas ao longo da fibra produz o padrão de faixas claras e escuras alternadas, típicas do músculo estriado.

bio2

 

bio3

 

bio4

1. O tecido muscular é responsável pela locomoção do corpo e pelo movimento de vísceras. Suas células alongadas apresentam um citoesqueleto altamente organizado, rico em proteínas filamentosas. Com base na afirmativa acima, não é correto afirmar que
a) o músculo liso apresenta capacidade de regeneração, uma vez que as células musculares lisas se dividem por mitose.
b) as miofibrilas nas células do músculo estriado esquelético e cardíaco se organizam nas chamadas unidades de contração ou sarcômero.
c) a liberação de íons cálcio, armazenados na luz do retículo sarcoplasmático, ocorre graças a um estímulo nervoso; sendo fundamental para que a contração ocorra.
d) o músculo estriado esquelético é responsável pela peristalse no trato digestório.
e) a atividade física pode proporcionar um aumento na musculatura, pois estimula a síntese de novas miofibrilas no citoplasma das células musculares esqueléticas, aumentando seu volume.

 

2. Considerando o esquema dos sarcômeros representados abaixo e suas características durante a contração, assinale a afirmativa incorreta:

bio5

O esquema acima representa o sarcômero
a) I contém miofilamentos e corresponde à banda A, que não se encurta.
b) IV contém actina e corresponde a uma banda que se encurta.
c) II delimita o sarcômero e corresponde às linhas Z, que se aproximam.
d) III contém miosina e corresponde à banda H, que se estreita.
e) V contém miofibrilas e corresponde ao sarcômero, que não se encurta.

 

Gabarito

1. D
2. E

 

LISTA DE EXERCÍCIOS

1. Os músculos são tecidos especializados que constituem aproximadamente 40% de toda nossa massa corporal. Podemos classificá-los em três tipos básicos: estriado esquelético, estriado cardíaco e não estriado. O tipo não estriado não apresenta estriações transversais características dos outros tecidos musculares. Isso ocorre porque:
a) não existem filamentos de actina e miosina nesse tipo de tecido muscular.
b) existe apenas actina nesse tipo de tecido muscular.
c) os filamentos de actina e miosina não estão organizados em um padrão regular nesse tipo de tecido muscular.
d) as células não estão agrupadas formando feixes nesse tipo de tecido muscular.
e) não se observa a presença de miosina nesse tipo de tecido muscular.
2. Na final do campeonato de atletismo, João sagrou-se campeão na modalidade salto com vara, enquanto Pedro venceu na modalidade maratona. Para realizar o trabalho muscular requerido na final de cada uma dessas provas, a musculatura esquelética dos atletas precisou contar com certo aporte de energia. Basicamente, quatro diferentes processos poderiam fornecer a energia necessária para o trabalho muscular desses atletas durante as provas:
I. reserva celular de ATP;
II. reserva celular de fosfocreatina;
III. reserva celular de glicogênio;
IV. formação de ATP pela respiração aeróbica.

Pode-se dizer que, do início ao final da prova, na musculatura esquelética de
a) João e na musculatura esquelética de Pedro, a obtenção de energia deu-se pelo processo I, apenas.
b) João e na musculatura esquelética de Pedro, a obtenção de energia deu-se pelo processo IV, apenas.
c) João, a obtenção de energia deu-se predominantemente pelos processos I e II, enquanto na musculatura esquelética de Pedro, deu-se predominantemente pelo processo IV.
d) ambos os atletas, a obtenção de energia deu-se por todos os processos, predominando, em ambos os casos, o processo IV.
e) ambos os atletas, a obtenção de energia deu-se por todos os processos, predominando, no caso de João, o processo III e, no caso de Pedro, o processo IV.
3. Preocupados com a boa forma física, os frequentadores de uma academia de ginástica discutiam sobre alguns aspectos da musculatura corporal. Nessa discussão, as seguintes afirmativas foram feitas:
I – O tecido muscular estriado esquelético constitui a maior parte da musculatura do corpo humano.
II – O tecido muscular liso é responsável direto pelo desenvolvimento dos glúteos e coxas.
III – O tecido muscular estriado cardíaco, por ser de contração involuntária, não se altera com o uso de esteroides anabolizantes.

Analisando as afirmativas, pode-se afirmar que:
a) apenas II e III estão corretas.
b) apenas I está correta.
c) apenas II está correta.
d) I, II e III estão corretas.
e) apenas I e II estão corretas.
4. Considere as afirmações a seguir sobre o tecido muscular esquelético.
I. Para que ocorra contração muscular, há necessidade de uma ação conjunta dos íons cálcio e da energia liberada pelo ATP, o que promove um deslizamento dos filamentos de actina sobre os de miosina na fibra muscular.
II. Exercícios físicos promovem um aumento no volume dos miócitos da musculatura esquelética, através da produção de novas miofibrilas.
III. Em caso de fadiga muscular, parte do ácido lático produzido através da fermentação lática passa para a corrente sanguínea e é convertida em aminoácidos pelo fígado.

Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas I e II.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.
5. Observe o esquema, que representa células do tecido muscular estriado cardíaco humano.

bio6

Sobre esse assunto, assinale a afirmativa incorreta.
a) A contração dessa musculatura, em condições normais, depende de um sistema próprio gerador de impulsos.
b) As células musculares cardíacas apresentam, em seu citoplasma, actinas, miosinas e mioglobinas.
c) As células musculares cardíacas podem realizar contração, mesmo sem estímulos do sistema nervoso central.
d) As células musculares cardíacas apresentam intenso consumo de oxigênio que é recebido diretamente do sangue contido nos átrios e nos ventrículos.

 

Gabarito

1. C
2. C
3. B
4. C
5. D