Blog Descomplica

Modelos atômicos: o que você precisa saber para o Enem

Bola de bilhar e pudim de passas, o que isso tem a ver com Química? Venha conhecer os 4 modelos atômicos para saber!
porDescomplica| 22/02/2016
Exercícios sobre modelos atômicos

Compartilhe

Bora estudar um pouco de Química pro Enem? Então, que tal resolver alguns exercícios sobre modelos atômicos? Aproveita, pois preparamos este material super especial pra você turbinar sua preparação e ficar fera nesse conteúdo.

Os modelos atômicos sempre aparecem na prova de Ciências da Natureza do Enem. Então, aproveite o conteúdo!

O que são os modelos atômicos?

Venha conhecer os 4 modelos atômicos para mandar bem na sua prova!

Os modelos atômicos são teorias que buscam explicar o que é o átomo. Eles foram desenvolvidos por diferentes cientistas ao longo dos séculos. Em comum, esses estudiosos tinham o desejo de desvendar como e do quê, afinal, era feita a matéria.

Inicialmente, essas teorias eram absolutamente teóricas. E as tentativas começaram lá na Grécia Antiga, com os filósofos Leucipo (500 a.C) e Demócrito (460 a.C). Eles criaram as bases do conhecimento sobre o átomo.

A própria palavra “átomo” tem origem grega. Ela é derivada de “a + thomos”, que significa “sem divisão”. Depois, já no século XIX, os cientistas conseguiram avançar nesses estudos e desenvolveram os modelos atômicos mais importantes.

Se você nunca ouviu falar de Dalton, Thomson, Rutherford e Bohr, é bom ir se familiarizando com esses nomes. Foram eles os responsáveis por desenvolver os modelos atômicos mais importantes. Ah! Também se prepare pra saber o que uma bola de bilhar e um pudim têm a ver com tudo isso…

A seguir, vamos apresentar os principais modelos atômicos e tudo vai ser esclarecido.

1 – Dalton (1803)

A famosa bola de bilhar ou bola de sinuca. Esse apelido foi dado ao modelo atômico de Dalton (1766 – 1844), sabe por quê? É que ele pensava, como alguns filósofos da Grécia, que o átomo era a menor partícula da matéria, ou seja, que era indivisível e indestrutível. Porém, há uma diferença: o átomo seria esférico, por isso bola de bilhar.

2 – Thomson (1903)

Agora você deve estar pensando: esse pudim deve estar gostoso, mas o que tem a ver com Thomson e a Química?

Bom, o físico britânico Joseph John Thomson (1856 – 1940), estudando o modelo de Dalton, constatou, por meio de experimentos, que o átomo era divisível. Tá, mas e o pudim?

Calma, gente! O pudim de passas foi o apelido dado ao modelo de Thomson, porque ele dizia que “seu átomo” tinha elétrons incrustados na superfície, assim como as passas no pudim. Esse pessoal era muito criativo, né?

3 – Rutherford (1911)

Esse modelo não tem um apelido tão legal quanto os anteriores. O apelido desse é “modelo planetário”…

Ficou conhecido assim porque descobriu-se que os elétrons, por sua vez descobertos por Thomson, orbitavam o núcleo, que Rutherford descobriu ser positivo. Nessa metáfora, o núcleo seria o sol e os elétrons os planetas.

4 – Bohr – 1913

O Modelo de Bohr não tem apelido. Aaaaah!

É um dos modelos mais utilizados atualmente. Bohr foi aluno de Rutherford e, estudando seu modelo, descobriu que os elétrons orbitavam o núcleo, porém com uma diferença. Os elétrons giravam, sem emitir ou absorver energia, em órbitas circulares, as quais ele denominou de níveis de energia ou camadas.

Hora de praticar

Agora que você sabe tudo sobre modelos atômicos, pudins e bolas de bilhar, que tal testar seus conhecimentos? Tente resolver estas questões que selecionamos!

Questão 1

(Fuvest) Há exatos 100 anos, J. J. Thomson determinou, pela primeira vez, a relação entre a massa e a carga do elétron, o que pode ser considerado como a descoberta do elétron. É reconhecida como uma contribuição de Thomson ao modelo atômico:

a) o átomo ser indivisível.

b) a existência de partículas subatômicas.

c) os elétrons ocuparem níveis discretos de energia.

d) os elétrons girarem em órbitas circulares ao redor do núcleo.

e) o átomo ter um núcleo com carga positiva e uma eletrosfera.

Questão 2

(UEL) “O átomo contém um núcleo positivo, muito pequeno e denso, com todos os prótons, que concentra praticamente toda a massa. Os elétrons devem estar distribuídos em algum lugar do volume restante do átomo”.

Esta afirmação é devida a:

a) Rutherford.

b) Millikan.

c) Thomson.

d) Bohr.

e) Faraday.

Questão 3

(UCB) Rutherford, ao fazer incidir partículas radioativas em lâmina metálica de ouro, observou que a maioria das partículas atravessava a lâmina, algumas desviavam e poucas refletiam. Assinale, entre as afirmações a seguir, aquela que não reflete as conclusões de Rutherford sobre o átomo:

a) Os átomos são esferas maciças e indestrutíveis.

b) No átomo há grandes espaços vazios.

c) No centro do átomo existe um núcleo pequeno e denso.

d) O núcleo do átomo tem carga positiva.

e) Os elétrons giram ao redor do núcleo para equilibrar a carga positiva.

Gabarito:

1 – B

2 – A

3 – A

Já tem tudo dominado sobre modelos atômicos? Continue se preparando que o Enem está chegando! Se quiser pode contar com a gente. Vem conhecer os nossos preparatórios para o Enem.

Ah, e se você quiser conferir um vídeo sobre modelos atômicos a gente tem também! Confira.

Comentários

ícone de atenção ao erroícone de atenção ao erroícone de atenção ao erro
Quer receber novidades em primeira mão?
Prontinho! Você receberá novidades na sua caixa de entrada.

Veja também

Separamos alguns conteúdos pra você

logo descomplica