Questões comentadas: Embriogênese

Leia o resumo “O que é Embriogênese?” e resolva os exercícios abaixo.

1. (Unicamp) As fases iniciais do desenvolvimento embrionário do anfioxo estão representadas nas figuras a seguir:

a) Identifique essas fases.

b) Descreva as diferenças de cada uma delas em relação à fase anterior.

2.  (Ufpr) “Entre os cerca de 75 trilhões de células existentes em um homem adulto são encontrados em torno de 200 tipos celulares distintos. Todos eles derivam de células precursoras, denominadas ‘células-tronco’. A célula-tronco prototípica é o óvulo fertilizado (zigoto). Essa única célula é capaz de gerar todos os tipos celulares existentes em um organismo adulto. […] As células-tronco embrionárias são estudadas desde o século XIX, mas há 20 anos dois grupos independentes de pesquisadores conseguiram imortalizá-las, ou seja, cultivá-las indefinidamente em laboratório. Para isso, utilizaram células retiradas da massa celular interna de blastocistos (um dos estágios iniciais dos embriões de mamíferos) de camundongos.”

(CARVALHO, A. C. C. de. “Células-tronco. A medicina do futuro”. CIÊNCIA HOJE, v. 29, n. 172, jun. 2001. p. 26-31.)

Com base nas informações do texto e nos conhecimentos sobre o assunto, é correto afirmar:

(01) O zigoto ou ovo resultante da fertilização deve sofrer uma série de divisões celulares, que iniciam no processo de clivagem para originar um organismo multicelular complexo.

(02) O blastocisto corresponde à fase de blástula no mamífero e contém células capazes de originar diferentes tipos celulares.

(04) Uma célula-tronco embrionária é aquela que pode se diferenciar em um único tipo celular durante o processo de desenvolvimento.

(08) O zigoto pode ser considerado uma célula totipotente, pois pode dar origem a todos os tipos celulares de um organismo, inclusive os gametas.

Soma ( )

Gabarito

1. Resolução passo a passo:

a) A primeira fase, em que ainda não há nenhuma divisão celular, é o zigoto, quando acabou de ocorrer a fecundação. A fase B, onde as células juntas parecem uma amora, é chamada de mórula. A fase C, em que as células migram para fora, ainda sem diferenciação celular, é a blástula. A fase D, onde há invaginação das células da periferia para o interior do embrião, é a gástrula. A fase E corresponde à nêurula, onde o tubo neural já foi formado.

b) O zigoto ainda não possui clivagens. Por isso é inteiriço. Depois de sofrer inúmeras divisões celulares, é formada a mórula, aglomerado celular que contém entre 12 e 32 células. Não há espaço entre as células. Depois, as células migram para a periferia, dando origem à blástula, onde há uma cavidade no interior denominada blastocele. Algumas células sofrem invaginação para o interior do embrião, no qual a cavidade que corresponde ao intestino primitivo é o arquêntero. Na nêurula há desenvolvimento da placa neural. Nesta fase são encontradas ectoderme, mesoderme e endoderme, ou seja, os três folhetos embrionários

2. Soma: 01 + 02 + 08 = 11

Resolução passo a passo:

A opção o1 está correta, pois, depois da fecundação, essa célula-ovo sofre inúmeras clivagens, ou seja, inúmeras mitoses e posterior especialização celular, gerando órgãos e sistemas. Logo, um organismo mais complexo. O item 02 também está correto, pois o blastocisto são células formadas na blástula. Estas são células ainda indiferenciadas, que podem dar origem a qualquer tipo celular. Por isso são chamadas células tronco totipotentes. O ítem 04 está errado, já que as células-tronco embrionárias podem diferenciar-se em diversos tipos celulares. E, por último, a opção 08 está correta, porque o zigoto é a primeira fase da formação do embrião, onde ainda não ocorreu nenhuma divisão ou diferenciação celular.

Continue estudando
artigo
Post do blog

Mapa Mental: Gametogênese e Embriogênese

Você não precisa mais ter dúvidas em Gametogênese e Embriogênese! Este mapa mental te explicar tudo para que você arrase na sua prova!
artigo
Post do blog

O que é Embriogênese?

Depois da formação dos gametas na gametogênese, pode ocorrer a fecundação, ou seja, o encontro entre essas células germinativas. A partir daí, sucede-se o desenvolvimento embrionário, ou embriogênese, onde veremos inúmeras divisões celulares que originarão outras células, processo conhecido como mitose. Inicialmente, as células formadas são iguais e, conforme vão acontecendo as divisões, elas vão diminuindo de tamanho, onde não há a diferenciação celular. Depois, ocorre essa diferenciação, que dará origem aos folhetos embrionários e, posteriormente, à organogênese, ou formação dos órgãos, como veremos adiante.