• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

O que é pensamento sistêmico e como ele funciona nas empresas

Você já ouviu falar em pensamento sistêmico? Essa filosofia prevê que uma empresa seja encarada como um sistema vivo, no qual todos os elementos que a compõem estão intercalados. Segundo ele, os diferentes departamentos da companhia têm influência (direta ou indireta) uns sobre os outros. 

Organizações que aderiram ao pensamento sistêmico compreendem que tudo está conectado. Por isso, as decisões não devem ser tomadas de maneira isolada, desconsiderando o impacto sobre o todo.

Profissionais com grande habilidade de comunicação e soft skills bem trabalhadas entendem e incorporam o pensamento sistêmico das empresas. Quer saber se você é um deles? A gente te ajuda!

O que é pensamento sistêmico nas empresas?

O pensamento sistêmico faz parte de uma das disciplinas das organizações de aprendizagem. Em seu livro, “A Quinta disciplina: Arte e prática da organização que aprende (1990)”, Peter Senge define as organizações de aprendizagem como aquelas organizações que incentivam a aprendizagem adaptativa e generativa.

Isso significa que uma empresa que investe no pensamento sistêmico incentiva seus funcionários a pensarem fora da caixa, trabalhando em conjunto com outros funcionários para encontrar a melhor resposta para qualquer problema.

Dentro dessas organizações de aprendizagem, há cinco disciplinas:

  • Domínio pessoal: como a pessoa vê o mundo;
  • Modelos mentais: suposições profundamente arraigadas de um indivíduo;
  • Visão compartilhada: experimentação e inovação entre as partes envolvidas de uma organização ou sistema;
  • Aprendizagem em equipe: mais de uma pessoa atuando em conjunto; 
  • Pensamento sistêmico: prática de olhar para o quadro geral no lugar do problema individual.

Para ser bem reproduzido em uma organização, o pensamento sistêmico precisa estar arraigado em uma cultura organizacional. As tomadas de decisão precisam gerar relações de causa e efeito – a curto ou longo prazo.

Como implementar o pensamento sistêmico? Por meio de uma cultura de aprendizagem, com conceitos e direcionamentos da empresa que interajam entre si. 

Desta forma, os profissionais mudam sua forma de atuar, tendo uma visão completa da organização. E isso impacta diretamente sua tomada de decisão.

Quais são os benefícios do pensamento sistêmico?

As empresas que adotam o pensamento sistêmico são capazes de enxergar com mais clareza a relação que os diferentes setores têm entre si.

Com isso, as tomadas de decisão são feitas a partir de uma visão mais macro sobre a organização.

As vantagens desta filosofia são inúmeras, especialmente para os colaboradores. Entre as principais, estão:

  • Menos erros e retrabalhos;
  • Maior economia financeira e de recursos; 
  • Gestão de riscos mais eficiente;
  • Melhoria na gestão de conflitos internos;
  • Ambiente organizacional pautado na colaboração;
  • Melhoria no relacionamento interpessoal;
  • Aumento da vantagem competitiva.

👉 Baixe já nosso e-book sobre as 7 soft skills mais valorizadas no mercado de trabalho!

O pensamento sistêmico coloca como prioridade aquilo que é bom para a empresa como um todo. Com ele, é possível antecipar cenários e ter maior controle sobre os resultados das ações e estratégias de negócio que são implementadas. 

Dicas para implementar o pensamento sistêmico

Como você viu, o pensamento sistêmico traz muitas vantagens a toda a empresa. Algumas recomendações válidas para o momento de implementá-lo são:

1. Promova o alinhamento de objetivos e expectativas entre as lideranças da empresa;

2. Conscientize os colaboradores sobre a importância do trabalho em conjunto e da integração entre os departamentos;

3. Incentive a transparência em relação às tomadas de decisão, sem detenção de dados por parte de um departamento; 

4. Faça reuniões periódicas entre gestores e colaboradores;

5. Promova treinamentos para moldar o mindset dos colaboradores e das lideranças a respeito do pensamento sistêmico;

6. Incorpore o pensamento sistêmico ao planejamento estratégico da organização.

E você? Qual é seu papel como profissional em uma organização que adota o pensamento sistêmico? Que tal avaliar suas soft skills com o teste de soft skills que a gente preparou, hein? 

Ah! Não perca também nossa websérie em parceria com o Porta dos Fundos sobre as soft skills mais quentes do momento. Vem ver!