Blog Descomplica

Enfermagem em ginecologia e obstetrícia: Como atuar na área?

Entenda de uma vez por todas o que é a Enfermagem em Ginecologia e Obstetrícia, como atuar na área e seus benefícios para a sociedade.
porDescomplica| 23/08/2021

Compartilhe

Uma boa qualidade de atendimento à saúde feminina, principalmente em seu ciclo reprodutivo, traz consequências favoráveis à sociedade e é aí que a Enfermagem em Ginecologia e Obstetrícia entra com os seus benefícios.

Quer alguns exemplos? Traumas são reduzidos, direitos sexuais e reprodutivos são colocados em pauta, planejamentos familiares são facilitados e, desse modo, resultados psicossociais melhores são alcançados.

Então, pense bem: a Enfermagem está envolvida em todos os tipos de cuidados com a saúde e não seria diferente pra área de atenção à mulher, que sofre, muitas vezes, violências e desrespeito contra o seu corpo.

Se você se interessa por essa área da Enfermagem e quer saber um pouco mais sobre ela, continue a leitura que temos informações pra você!

Enfermagem em ginecologia e obstetrícia

enfermagem em ginecologia e obstetrícia – enfermeira e médico ao lado de paciente

A enfermagem em ginecologia e obstetrícia é algo bastante similar ao que acontece dentro do campo da medicina. Afinal, existem os médicos ginecologistas e obstetras, sendo esses dois ramos muito próximos.

Esse campo da medicina abrange dois campos distintos, mas ambos ligados à mulher: obstetrícia e ginecologista. Assim, há uma prestação de assistência por parte do profissional dentro da área cirúrgica, clínica e também reprodutiva.

Por isso, o entendimento dessa área dentro do campo da enfermagem parte inicialmente da compreensão do campo médico. Vejamos!

Ginecologia

A Ginecologia é a área ligada à saúde da mulher em si, onde o ginecologista é responsável por prestar os cuidados femininos desde as crianças até as mulheres idosas, ou seja, todas as fases da vida.

Dessa forma, o diagnóstico e tratamento de diversas doenças ligadas às mamas e ao aparelho reprodutivo, por exemplo, são incluídas dentro dessa área.

Obstetrícia

Já a obstetrícia é a área ligada à reprodução dos seres humanos, e está diretamente relacionada aos partos, período de gestação, etc. Sua atuação acontece em grande parte das vezes em áreas ligadas às cirurgias nesse ramo, embora também atue como médico clínico.

A profissão

O enfermeiro, dentro dessa área unificada, atuará com um profissional que prestará um apoio completo à saúde da mulher também. Seu papel é fundamental nos momentos da gestação, parto, pós-parto, cuidados com os bebês, etc.

Pra entender melhor essa área apaixonante da Enfermagem, pense nos cuidados com o corpo feminino, enfatizando o período reprodutivo. Assim, a Enfermagem em Ginecologia e Obstetrícia oferece atendimento da seguinte forma:

  • acompanhando a gestante no pré-natal;
  • atuando no parto;
  • auxiliando a mulher durante o puerpério;
  • assistindo o bebê;
  • prestando cuidados após o abortamento.

Dessa forma, a abordagem à saúde da mulher nessa área é humanizada e apresenta técnicas que buscam garantir o bem-estar da mãe e da criança. 

Assim, hoje é impossível imaginar um bom sistema de atenção à saúde das mulheres sem pessoas Enfermeiras em Ginecologia e Obstetrícia.

Nesse sentido, essa área trouxe diversas melhorias como:

  • uso de métodos anticoncepcionais;
  • redução de intervenções sem necessidades durante o parto;
  • aumento de intervalos entre gestações;
  • menor número de partos prematuros.

Onde se respalda a Enfermagem em Ginecologia e Obstetrícia?

enfermagem em ginecologia e obstetrícia – enfermeira conversando com paciente

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece que a Enfermagem em Ginecologia e Obstetrícia tem o potencial de melhorar a qualidade da saúde da mulher.

No Brasil, há várias legislações que garantem a atuação da especialidade. Estas são algumas delas:

  • Lei n.° 7.498 do exercício profissional;
  • resoluções do Conselho Federal de Enfermagem;
  • resoluções e portarias do Ministério da Saúde. 

Na prática, esses documentos garantem às pessoas Enfermeiras alguns direitos como o de:

  • prescrever medicamentos;
  • prestar assistência a gestantes;
  • parturientes;
  • puérperas e recém-nascidos;
  • além de atuar e acompanhar o trabalho de parto;
  • especialmente os que demandam mais cuidados.

Valorização do mercado de trabalho

Um ponto muito importante a se considerar é que a enfermagem em ginecologia e obstetrícia conseguiu se valorizar bastante nos últimos tempos. 

Um dos principais motivos é o forte incentivo pra que as mulheres consigam ter realmente partos normais, com toda a humanização possível.

No Brasil, mais da metade dos partos acontecem por meio de cesarianas, de acordo com dados da OMS. Assim, essa necessidade de proporcionar melhores condições pra que as mulheres tenham partos normais alavancou a relevância dos profissionais da área.

O enfermeiro ginecologista e obstetra, por estar diretamente ligado a esse acompanhamento da mulher, principalmente em situações de maiores riscos, conseguiu ganhar muito mais destaque dentro do mercado.

Como fazer Enfermagem em Ginecologia e Obstetrícia?

De uma forma mais direta, a enfermagem em ginecologia e obstetrícia é um campo dentro das especializações. Assim, pra conseguir atuar dentro dessa área, o primeiro passo é simplesmente entrar em uma graduação em Enfermagem.

Afinal, por ser uma especialização, será necessário posteriormente realizar uma pós graduação pra finalmente poder atuar nesse segmento. Após estar devidamente graduado, basta procurar uma faculdade que ofereça esse curso e ingressar.

Aliás, o Descomplica é o local certo pra quem tem o desejo em exercer a enfermagem ginecológica e obstétrica. Venha conhecer!

Comentários

ícone de atenção ao erroícone de atenção ao erroícone de atenção ao erro
Quer receber novidades em primeira mão?
Prontinho! Você receberá novidades na sua caixa de entrada.

Veja também

Separamos alguns conteúdos pra você

logo descomplica