Blog Descomplica

Modernismo: resumo para se dar bem no Enem

O Modernismo, que teve início na Semana de Arte Moderna no Brasil, em 1922, é assunto cobrado no Enem. Veja um resumo completo pra estudar!
porDescomplica| 20/05/2021

Compartilhe

Ah, o Modernismo… Essa coisa linda que transformou o contexto artístico e cultural urbano, passando por Literatura, Artes Plásticas, Arquitetura e Música. Esse movimento teve diversas fases e surgiu em um contexto específico. No nosso resumo sobre Modernismo para o Enem, você fica sabendo de tudo!

No Brasil, ele surgiu em 1922, na Semana de Arte Moderna, e se inspirou muito nas novas tendências europeias. Com impacto sobre diversas correntes de pensamento e artes até hoje, o Modernismo é assunto recorrente no Enem.

Quer entender tudo sobre o tema e arrasar no Enem? A gente te ajuda! Se liga no resumo sobre Modernismo e veja nosso mapa mental sensacional pra turbinar os estudos!

Modernismo: resumo sobre como ele surgiu

O pontapé inicial do Modernismo no Brasil foi a Semana de Arte Moderna de 1922, que aconteceu de 11 a 18 de fevereiro. Ela, inclusive, transformou o contexto artístico e cultural urbano, tanto nos aspectos da Literatura, quanto das Artes Plásticas, Arquitetura e Música. 

À época, a Semana de Arte Moderna buscava uma renovação para criar uma arte essencialmente brasileira – mesmo que inspirada nas tendências europeias. E o resultado não podia ter sido melhor: o Modernismo nasceu!

Acontece que, como tudo na vida, o Modernismo passou por algumas dificuldades antes de ser aceito pela galera. Os conservadores paulistas não queriam a Semana de Arte Moderna, pois sentia sua sensibilidade artística afrontada.

Em meio a essa bagunça toda foi que surgiu o Modernismo: um contexto repleto de agitações políticas, sociais, econômicas e culturais. Vanguardas artísticas desprendidas da tradição, das regras e da disciplina. 

Basicamente, o Modernismo deriva da necessidade de transformação sentida pela nova geração intelectual brasileira. Era hora de abandonar antigos valores estéticos e implementar algo totalmente novo.

Conhecer o Modernismo, suas fases e como ele teve impacto no Brasil é algo fundamental se você quiser fazer uma boa prova no Enem! 

Qual era o principal objetivo do Modernismo?

No Brasil, o descontentamento e a necessidade de mudança sobre os quais falamos acima foi muito explorado na área literária, com ênfase na poesia.

Movimentos como o Futurismo, o Cubismo e o Expressionismo começavam a influenciar os artistas brasileiros, com destaque para Oswald de Andrade, 

Guilherme de Almeida e Manuel Bandeira. 

Na pintura, influenciada pelo cubismo, expressionismo e futurismo, destacou-se Anita Malfatti. 

De forma resumida, o Modernismo no Brasil busca romper padrões e promover o novo, inovar, romper com tradições antigas. Mas será que deu certo?

Pré-Modernismo: qual era o contexto à época

O cenário mundial era mais ou menos esse, quando o Modernismo estava prestes a surgir: 

Na Europa, a expansão imperialista, iniciada no século XIX, levou à corrida armamentista e à Primeira Guerra Mundial (1914-1918). Depois, houve um fortalecimento dos movimentos nacionalistas e do fascismo, culminando na Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

No campo científico, Albert Einstein divulgava a sua teoria da relatividade, em 1905. Sigmund Freud discutia o inconsciente e forjava as bases da psicanálise. 

Além disso, as inovações tecnológicas passavam a fazer parte da vida das pessoas, bem como as máquinas. Diante da vida moderna, os artistas sentiram-se inspirados a criar uma “nova arte”, radical e crítica.

No Brasil, a República Velha chegava ao seu fim com os movimentos tenentistas no início da década de 1920. Em 1924, a Coluna Prestes, de viés comunista, liderada por Luís Carlos Prestes, iniciava sua marcha, que durou dois anos, para convocar o povo a revoltar-se contra as elites.

Em 1929, com a quebra da Bolsa de Nova Iorque, a economia brasileira ficou muito prejudicada e, no ano seguinte, quando Getúlio Vargas perdeu as eleições para Júlio Prestes, o presidente Washington Luís foi deposto por um golpe de estado, e Vargas tomou posse até 1945.

Pesado, né? Era coisa pra caramba acontecendo ao mesmo tempo!

Características do Modernismo

De forma geral, o Modernismo reúne as seguintes características:

  • Antiacademicismo
  • Experimentalismo
  • Crítica à tradição
  • Nacionalismo
  • Desconstrução
  • Renovação estética
  • Fragmentação
  • Liberdade formal
  • Liberdade de criação
  • Espírito anárquico
  • Temática sociopolítica

O que foi a primeira fase do Modernismo (1922-1930)

A primeira fase do Modernismo teve o objetivo principal de solidificar o movimento renovador, por meio da divulgação das obras e das ideias modernistas. 

Este período deu origem a obras que tinham o objetivo de colocar fim no complexo de colonizados; criticar nosso passado histórico e acabar com o apego aos valores estrangeiros. Logo, tudo estava relacionado ao nacionalismo.

Um acontecimento muito importante foi a publicação da revista Klaxon, lançada para dar continuidade ao processo de divulgação das ideias modernistas. A partir daí, surgiram quatro movimentos culturais: o Pau-Brasil, o Verde-Amarelismo, a Antropofagia e a Anta.

Neste resumo sobre Modernismo para o Enem, a gente fala sobre cada um deles. Olha só:

Pau-Brasil: defendia a criação de uma poesia primitivista, construída com base na revisão crítica de nosso passado histórico e cultural e na valorização das riquezas e contrastes da realidade e cultura brasileiras.

Antropofagia: baseado nos rituais antropofágicos dos índios brasileiros, em que devoravam seus inimigos para lhes extrair força, Oswald de Andrade propunha a devoração simbólica da cultura do colonizador europeu, sem perder nossa identidade cultural.

Verde-Amarelismo e Anta: defendiam um nacionalismo ufanista, com inclinação para o nazifascismo.

Os principais escritores da primeira fase modernista foram Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Manuel Bandeira, Alcântara Machado, Menotti del Picchia, Raul Bopp, Ronald de Carvalho e Guilherme de Almeida.

O que foi a segunda geração modernista (1930-1945)

Este movimento trouxe algumas mudanças e inovações, incorporando:

  • O mundo contemporâneo
  • O sentido existencial
  • Conflito espiritual
  • Sociopolítica
  • Liberdade formal

Os principais autores e obras da segunda fase do Modernismo brasileiro foram Carlos Drummond de Andrade, Vinicius de Moraes, Cecília Meireles, Jorge de Lima (1893-1953) e Murilo Mendes. 

Resumo sobre pós-Modernismo para o Enem 

A terceira geração modernista (ou Pós-Modernismo) engloba as produções literárias realizadas entre 1945 e 1978. De forma resumida, ela pode ser definida assim:

Poesia da geração de 1945

  • Volta do rigor formal
  • Preocupação com a materialidade do texto poético: ritmo e espaço
  • Valorização da construção do poema: racional e planejada
  •  Ampliação do poder de significação da palavra e do texto
  • Temas sociais, morais e políticos

Principais autores e obras da poesia no Pós-Modernismo

  • João Cabral de Melo Neto (1920-1999): Morte e vida severina (1955)
  • Ferreira Gullar (1930-2016): Poema sujo (1976)

Concretismo

  • Experimentalismo
  • Foco no espaço
  • Ruptura radical com a poesia intimista
  •  Aspecto verbivocovisual: semântico, sonoro e visual
  • Multiplicação das possibilidades de leitura

Principais autores e obras do concretismo no Pós-Modernismo

  • Décio Pignatari (1927-2012): Poesia pois é poesia (1977)
  • Haroldo de Campos (1929-2003): Galáxias (1984)
  • Augusto de Campos: Viva vaia (1979)

Prosa da terceira geração modernista ou do pós-modernismo

  • Liberdade e experimentação com a linguagem
  • Não convencionalismo
  • Temática do particular em diálogo com o universal
  • Fluxo de consciência
  • Fragmentação
  • Metalinguagem

Principais autores e obras da prosa no Pós-Modernismo

  • Clarice Lispector (1920-1977): A hora da estrela (1977)
  • João Guimarães Rosa (1908-1967): Grande sertão: veredas (1956)

O Modernismo no Brasil abriu portas para uma série de outros movimentos, sabia? Entender sua importância, principais autores e expoentes é muito importante pra tirar um notão no Enem.

Neste mapa mental sobre Modernismo  para o Enem, apresentamos tudo isso de forma resumida pra você entender tudinho e se preparar com nosso resumo sobre Modernismo para o Enem.

Ah! Tem um vídeo irado também pra você assistir no nosso canal com um resumo sobre o Modernismo feito por Diogo Mendes! 

E não perca as aulas online para o Enem do Descomplica. O melhor curso, com os melhores professores. É sucesso garantido! 

Comentários

ícone de atenção ao erroícone de atenção ao erroícone de atenção ao erro
Quer receber novidades em primeira mão?
Prontinho! Você receberá novidades na sua caixa de entrada.

Veja também

Separamos alguns conteúdos pra você

logo descomplica