Inverno: características e data no Brasil

Tira casaco ou bota casaco? Para algumas regiões do Brasil, o inverno não muda muita coisa. Para outras, é necessário se preparar para o frio. No mundo, diversas regiões sofrem com nevascas, os rios congelam e é necessário ligar o aquecedor. Mas por que essa diferença entre os lugares, sendo que estão na mesma estação?

No Brasil, o inverno começa em junho, com o solstício de inverno, mas isso não significa as mesmas mudanças para todas as regiões. No texto abaixo, vamos explicar o que é o inverno, suas características e datas.

O que é o inverno

É uma das quatro estações do ano, caracterizado por ser a estação mais fria, isto é, com as menores médias de temperatura. Mas isso não significa que todo mundo vai vestir o casaco, pois, quanto mais próximo do Equador, menos intensa é essa estação, podendo ser reduzida a um período de menor precipitação. Ah, e não se esqueça de que esse é o período em que as noites são mais longas também.

No Hemisfério Sul, começa geralmente entre os dias 20 e 21 de junho, quando ocorre o solstício de inverno. Neste ano, ocorrerá no dia 20 de junho e se estenderá até 22 de setembro, quando começa a primavera. No Hemisfério Norte, começa entre os dias 21 e 22 de dezembro e se estende por 3 meses, até março. Essa estação sucede o outono e antecipa a primavera.

As estações do ano são decorrentes do movimento de translação e da inclinação do eixo de rotação do planeta. Isso faz com que, durante o ano, exista um aquecimento diferencial de partes do planeta, provocando diferentes estações e climas. O inverno decorre do momento em que um dos hemisférios está recebendo menor quantidade de radiação, enquanto o outro hemisfério recebe maior quantidade, explicando o verão.

Características

Para entendermos melhor a caracterização das estações, é necessário dividir o planeta em zonas térmicas, pois, devido à inclinação do planeta e à sua esfericidade, nem todas as regiões são aquecidas da mesma forma. Assim, quanto mais distante do Equador, isto é, quanto maior for a latitude, mais significativa é a variação das estações. Por outro lado, nos polos também é comum se observar o predomínio de uma ou duas estações.

O planeta pode ser divido em três zonas térmicas: Zona Tropical, Temperada e Polar. 

  • Zona Temperada: é a zona que apresenta as estações mais bem definidas. A Europa, os Estados Unidos e o Japão estão localizados nessa faixa. A queda na temperatura é muito mais perceptível. É possível se observarem mudanças significativas nos animais, que podem hibernar ou migrar, além de transformações nas vegetações. As árvores, por exemplo, perdem a folhagem, restando apenas os galhos. Outro destaque é a precipitação de neve e a ocorrência de nevascas.
Inverno na Zona Temperada
Inverno na Zona Temperada
  • Zona Tropical: não é marcada por significativas quedas nas temperaturas, mas por uma diminuição na precipitação, podendo provocar secas em algumas regiões, além de nevoeiros e neblinas. O Brasil está localizado quase que por completo nessa faixa.
  • Zona Polar: essa região já está acostumada a baixíssimas temperaturas durante o ano, porém, é no inverno que são registrados os dias mais frios e congelantes possíveis. Nesse período do ano, as temperaturas na Antártida podem alcançar 80º C negativos, enquanto no Polo Norte, é comum se observar uma média de 30º C negativos.
👉 Continue estudando Clima e Vegetação em Geografia com o Descomplica

O inverno no Brasil

Nesse sentido, quando olhamos para o Brasil, a maior parte do nosso país está na Zona Tropical, assim, essa estação não é tão perceptível. Por exemplo:

  • Norte e Nordeste: estão localizados muito próximos do Equador. O inverno não se manifesta significativamente, alterando pouco o regime de precipitação. A maioria dos rios vai diminuir sua vazão, enquanto alguns poucos podem secar.
  • Centro-Oeste: passa por uma mudança mais significativa, iniciando-se o maior período de estiagem, isto é, de seca. Observa-se uma queda na temperatura, mas nada tão rigoroso. A média de temperatura é entre os 14º C. Nessa região, o inverno é caracterizado basicamente por ser um período seco.
  • Sudeste: passa a sofrer com frentes frias, que diminuem a temperatura da região por alguns dias ou semanas. Isso é decorrente do avanço da Massa Polar Atlântica (mPa), que é fria e úmida. Nas partes mais interioranas, se observa uma diminuição da chuva, enquanto no litoral dessa região, pode precipitar alguns milímetros de chuva devido à umidade da mPa.
  • Sul: é a região mais afetada. São registradas as menores temperaturas e fenômenos como a geada (condensação de água na superfície) e a precipitação de neve. Essa última ocorre principalmente nas regiões de serra, pois a maior altitude provoca uma queda na temperatura.
Registro de uma geada
Registro de uma geada

Data das estações

As datas abaixo correspondem ao início e término das estações para o ano de 2020.

Data das estações

A maior sala de aula direto da sua casa!Junte-se aos 230 mil alunos que descobriram como melhorar os resultados estudando online!

👉 Clique aqui e saiba como!

Continue estudando
artigo
Post do blog

Fenômenos climáticos: um resumo para entrar no clima!

Quais são os principais fenômenos climáticos?
artigo
Post do blog

Mapa Mental: Fatores e Elementos do Clima

Já sabe tudo sobre os Fatores e Elementos do Clima? Confira este mapa mental e fique por dentro de tudinho para mandar bem na sua prova 🙂