Quer receber materiais gratuitos e conteúdos exclusivos? 😉

Insira seu e-mail e receba todas as novidades sobre o Enem 2018 em primeira mão

O que é Fies

Entenda o Fies de uma vez por todas

Fies significa Fundo de Financiamento Estudantil. É um programa do Ministério da Educação (MEC) que tem o objetivo de conceder financiamento das mensalidades do curso de graduação para estudantes matriculados em cursos superiores presenciais e não gratuitos em faculdades Brasil afora – mas somente aquelas que possuem uma avaliação positiva no MEC.

Quem tem direito ao Fies?

Só pode solicitar o financiamento quem foi pré-selecionado no processo seletivo do Fies e é estudante de curso presencial de graduação não gratuito com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). Esses cursos devem ser oferecidos pelas instituições de ensino superior participantes e estar dentro de todas as outras exigências estabelecidas nas regrinhas do Fies.

 

Vamos te dizer também quem NÃO pode solicitar o Fies. Se você se enquadra em alguma das características abaixo, game over:

  • não foi pré–selecionado no processo seletivo do Fies;
  • sua matrícula acadêmica está em situação de trancamento geral de disciplinas no momento da inscrição;
  • já foi beneficiado com financiamento do Fies, a menos que você tenha sido financiado pelo programa e, mediante requerimento ao Agente Operador do Fundo, comprovou o não usufruto do financiamento e o encerramento antecipado do contrato;
  • inadimplente com o Programa de Crédito Educativo (PCE/CREDUC);
  • beneficiário de bolsa integral do Prouni;
  • beneficiário de bolsa parcial do Prouni em curso ou instituição de ensino diferentes dos da inscrição no Fies;
  • participou do Enem a partir da edição de 2010 e obteve média aritmética das notas nas provas inferior a 450 (quatrocentos e cinquenta) pontos e/ou nota na redação igual a 0 (zero);
  • sua renda familiar mensal bruta per capita é superior a 3 (três) salários mínimos.

 

Outras informações importantes:

  • Está liberado o financiamento para os estudantes com renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até 2,5 salários mínimos.
  • Cursos com conceitos 5 e 4 no Sinaes terão prioridade na oferta de financiamento Cursos nas áreas de formação de professores (licenciatura, pedagogia e normal superior), saúde e engenharias também terão seus financiamentos priorizados.
  • A priorização não para por aí: cursos nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, exceto o Distrito Federal, também terão uma atenção especial em seus financiamentos.
  • O Fies terá um processo seletivo, com base na nota do Enem, para que o estudante obtenha o financiamento.
  • Estudantes financiados pelo Fies terão concessão de desconto de 5% no valor das mensalidades, através das instituições.

 

Todas estas mudanças só serão válidas para os contratos assinados a partir do segundo semestre de 2015. Para quem assinou antes, o que vale são as regras anteriores.

Fies e Enem

A seleção dos estudantes autorizados a contratar o Fies é feita totalmente com base na sua nota no Enem. De acordo com o MEC, os requisitos mínimos para se inscrever são:

  • A média entre suas notas em todas as provas (Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens e Matemática) deve ser igual ou maior que 450 pontos
  • Não pode zerar a Redação!

Como funciona a transferência de curso para quem usa o Fies?

Há vários casos de transferência para quem usa o Fies. Vamos ver cada um deles a seguir!

O estudante pode transferir seu curso uma única vez dentro da mesma instituição de ensino, mas apenas se o tempo entre o início do financiamento e a data que ele deseja pedir transferência não ultrapasse o prazo de 18 (dezoito) meses.

 

Para quem é bolsista parcial do Prouni, a transferência de curso pode ocorrer mais de uma vez e mesmo depois do tempo de 18 (dezoito) meses após o início do financiamento.

 

O estudante também pode solicitar transferência para outra instituição de ensino, mas apenas uma vez a cada semestre, e desde que o Fies não considere uma transferência de curso.

 

Atenção para o prazo: só é possível pedir qualquer tipo de transferência a partir do primeiro dia do último mês do semestre cursado ou suspenso na instituição de ensino de origem até o último dia do primeiro trimestre do semestre em que se deseja pedir transferência.

Mais sobre enem