• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Saiba como você pode usar seu perfil no LinkedIn

Quando você pensa em um perfil no LinkedIn, o que vem na sua cabeça? Um local para procurar vagas? Acertou! Mas a verdade é que a maior rede social profissional do mundo oferece muito mais do que isso. 

Os usuários estão cada vez mais interessados em ler artigos, acompanhar as publicações, fazer networking, fomentar relacionamentos de forma genuína e, também, ouvir as vozes que influenciam na plataforma.

Duas dessas vozes são as de Dalva Corrêa e do Cristiano Santos, Top Voices LinkedIn e nossos convidados do segundo episódio do ‘Cola no Corre’, o podcast original da Faculdade Descomplica.

O perfil no LinkedIn não é só sobre vagas de emprego

Atualmente, não tem como falarmos de redes sociais sem nos lembrarmos dele: o algoritmo. Não é novidade que, em diferentes plataformas, os usuários têm sentido cada vez mais o peso dessa mecânica que gere o funcionamento das redes.

Se você utiliza o Instagram como ferramenta profissional, já percebeu em algum momento que a sua publicação não alcançou o número de pessoas esperado. Por que estamos falando disso? 

Uma das vantagens oferecidas pelo LinkedIn em relação às outras plataformas está também na entrega das publicações, claro que com constância e conteúdo que agregue valor à sua comunidade. 

E já que é pra falar de poder, a rede social apresenta 270 vezes mais eficácia na geração de lead do que outras plataformas, como Twitter e Facebook. 

Em 2014, o Cristiano era analista de mídias sociais da Editora Globo, e foi nessa época que começou a estudar mais o LinkedIn.

Ele passou a utilizar a rede para divulgar o trabalho que estava realizando, não oferecendo um serviço propriamente dito, mas indo além e contando sobre a entrega, sobre a satisfação dos seus clientes. 

“A cada post que eu fazia de uma entrega ou de um cliente satisfeito, as pessoas me procuravam no inbox dizendo: ‘Cris, como é que eu faço para contratar uma palestra sua ou um curso seu para a minha universidade?’. Isso começou a aumentar em 2015, 2016, 2017. 

O resultado desse movimento? Cris saiu da Editora Globo em 2017, em que trabalhava há 10 anos, e abriu a própria empresa de treinamentos.

Aqui, nós deixamos uma reflexão: então, por que não aproveitar o LinkedIn de uma maneira mais proveitosa? E, falando abertamente mesmo, ganhar dinheiro com a plataforma

Como assim ganhar dinheiro no LinkedIn?

Muito além de um ambiente virtual para procurar emprego, dá pra utilizar o LinkedIn como fonte de renda, e o Cristiano e a Dalva são a prova disso.

Um dos pontos que a criadora do ‘Batida Perfeita’ compartilhou foi sobre a falta de consciência que muitas pessoas têm sobre o poder do próprio conhecimento: 

“No Brasil, tem muito a cultura da CLT… do ‘eu não posso ficar na corda bamba do empreendedorismo’. 

Se as pessoas tivessem a consciência de que podem transformar o conhecimento num curso, numa consultoria, numa mentoria, acho que não teria tanta gente perdida”, contou Dalva. 

O que não pode faltar no seu perfil do LinkedIn

As pessoas sabem o que você faz? Aquilo que você é realmente bom? O que você carrega de diferencial? Se você não contar, e de maneira direta e objetiva, ninguém vai descobrir sozinho. 

Como disse Dalva, o seu perfil no LinkedIn é a sua vitrine. Primeiro, devemos cuidar de preenchê-lo para depois desenvolver relacionamentos e interagir com os perfis de maneira mais profunda.

O Cristiano, também conhecido como ‘Aquele cara lá do LinkedIn’, destacou três pontos importantes para colocar no perfil: primeiro, título abaixo do nome, pois isso reforça o que você faz no mercado, é como se fosse o seu slogan. 

Quer saber quais são os dois outros pontos e conferir esse super papo na íntegra? Então ouça o episódio sobre o Poder do LinkedIn no ‘Cola no Corre’!