Quer ficar por dentro das novas questões do Enem?

Cadastre-se e receba um aviso sempre que novas questões estiverem disponíveis!

Questão 114

Os diferentes tipos de café que consumimos nem sempre vêm da mesma espécie de planta. As duas espécies de café mais utilizadas são Coffea canephora e Coffea arabica. A primeira é diploide (2n = 22) e a segunda é tetraploide (2n
= 44). Acredita-se que a espécie tetraploide surgiu de um cruzamento natural entre C. canephora e C. eugenioides, ambas diploides, há milhões de anos. De fato, as análises genéticas atuais nos cromossomos de C. arabica detectam os alelos de ambas as origens.

A alteração cromossômica que poderia explicar o surgimento do café da espécie C. arabica é:

  1. Duplicação em uma das plantas parentais antes do cruzamento.
  2. Inversão durante a meiose gamética em ambas as plantas parentais.
  3. Separação desigual na meiose gamética de uma das plantas parentais.
  4. Falha na separação durante a meiose gamética em ambas as plantas parentais.
  5. Deleções durante as primeiras mitoses zigóticas na planta descendente C. arabica

Comentário da questão

Para dois indivíduos diplóides originarem um indivíduo tetraplóide o erro a disjunção cromossomial / mutação deve ocorrer em AMBOS os parentais (caso contrário seria formado um indivíduo triplóide) – como a única opção que aponta o erro em dois parentais (letra D) aponta erro em meiose gamética a questão deverá ser anulada, haja visto que a meiose nas plantas é espórica.

A letra A está incorreta, pois o erro ocorreu em AMBOS os parentais. Para que o erro ocorra como duplicação em um único parental ele deve apresentar DUAS DUPLICAÇÕES EM TODO GENOMA, fazendo assim um gameta 3N que se fundirá ao gameta N do outro parental. A opção é a menos errada, mas entendemos que a questão deveria ser anulada.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção A

Questões correspondentes

135 94 129 0

Assunto