Quer ficar por dentro das novas questões do Enem?

Cadastre-se e receba um aviso sempre que novas questões estiverem disponíveis!

Questão 17

Uma das mais contundentes críticas ao discurso da aptidão física relacionada à saúde está no caráter eminentemente individual de suas propostas, o que serve
para obscurecer outros determinantes da saúde. Ou seja, costuma-se apresentar o indivíduo como o problema e a mudança do estilo de vida como a solução. Argumenta-se ainda que o movimento da aptidão física relacionada à
saúde considera a existência de uma cultura homogênea na qual todos seriam livres para escolher seus estilos de vida, o que não condiz com a realidade. O fato é que vivemos numa sociedade dividida em classes sociais, na qual nem todas as pessoas têm condições econômicas para adotar um estilo de vida ativo e saudável. Há desigualdades estruturais com raízes políticas, econômicas e sociais que dificultam a adoção desses estilos de vida.

FERREIRA. M. S. Aptidão física e saúde na educação física escolar; ampliando o enfoque. RBCE, n. 2. jan. 2001 (adaptado).

Com base no texto, a relação entre saúde e estilos de vida

  1. constrói a ideia de que a mudança individual de hábitos promove a saúde.
  2. considera a homogeneidade da escolha de hábitos saudáveis pelos indivíduos.
  3. reforça a necessidade de solucionar os problemas de saúde da sociedade com a prática de exercícios.
  4. problematiza a organização social e seu impacto na mudança de hábitos dos indivíduos.
  5. reproduz a noção de que a melhoria da aptidão física pela prática de exercícios promove a saúde.

Comentário da questão

O último período do texto (“Há desigualdades estruturais com raízes políticas, econômicas e sociais que dificultam a adoção desses estilos de vida.”) reproduz, por paráfrase, o que está contido na letra D.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção D

Questões correspondentes

35 26 39 0

Assunto