Questão 43

Ser ou não ser — eis a questão.
Morrer — dormir — Dormir! Talvez sonhar. Aí está o obstáculo!
Os sonhos que hão de vir no sono da morte
Quando tivermos escapado ao tumulto vital
Nos obriguam a hesitar: e é essa a reflexão
Que dá à desventura uma vida tão longa.

SHAKESPEARE, W. Hamlet. Porto Alegre: L&PM, 2007

Este solilóquio pode ser considerado um precursor do existencialismo ao enfatizar a tensão entre

  1. consciência de si e angústia humana.
  2. inevitabilidade do destino e incerteza moral.
  3. tragicidade da personagem e ordem do mundo.
  4. racionalidade argumentativa e loucura iminente.
  5. dependência paterna e impossibilidade de ação.

Comentário da questão

O pensamento tratado no texto de Hamlet é sobre o existencialismo, que aborda a essência da existência humana. A contribuição mais importante dessa corrente é sobre a responsabilidade do homem sobre seu destino e seu livre-arbítrio. Por isso, surge a dicotomia sobre ser consciente sobre si e a angústia de ser responsável por seus atos.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção A

Questões correspondentes

06 02 39 0

Assunto

Existencialismo

Filosofia contemporânea