Blog Descomplica

Profissões home office: 5 opções para trabalhar de casa

As profissões home office estão ganhando cada vez mais espaço e já tem vários adeptos, mas a carreira não deixa de ter seus próprios desafios.
porDescomplica| 21/10/2021

Compartilhe

Nos anos de 2020 e 2021, as profissões home office bombaram. A pandemia de Covid-19 trouxe à tona até possibilidades como o “anywhere office” — a ideia de trabalhar remotamente em qualquer lugar, sem residência fixa. As especulações chegam até o “home office 2.0”, com reuniões de realidade virtual e tecnologia 3D.

Mas enquanto o futuro não vem, é preciso encontrar opções de home office com a tecnologia que já está aí, certo? Assim, a ideia pode contar com várias vantagens. Por exemplo, a possibilidade de viajar trabalhando ou a flexibilidade pra organizar a própria rotina da melhor forma.

Você também pode apenas desejar experimentar o modelo de trabalho e ver se serve pra você. A ideia do texto é revelar algumas das opções de profissões home office e dar pistas sobre como cada uma funciona. Bora?

profissões home office - artista trabalhando em casa

Quais são as profissões home office?

Trabalhar bem em home office costuma envolver a criação de um ambiente de trabalho, a diminuição de distrações e a organização de prioridades. Mas o principal é encontrar uma profissão que tenha a ver com você. Por isso, listamos algumas opções, como as que você vai ver a seguir.

1. Programador

Se a prática da programação já foi apontada como “nerdice” no passado, hoje faz parte das atividades de muita gente conhecida. A ideia conquistou até políticos, como o ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg e o ex-presidente dos EUA Barack Obama. A programação ainda faz parte das matérias obrigatórias em países como Reino Unido, Estônia e Finlândia.

Mas a ideia não está em alta sem razão. Várias pessoas usam aplicativos todos os dias e você pode estar lendo este texto justamente por meio de um. Por trás deles, existe um batalhão de programadores. Assim, são responsáveis pelos softwares, podendo ser especialistas ou generalistas.

Vale ter em mente que a terminologia nem sempre segue um padrão. Às vezes, o termo “programador” é usado em uma empresa e “engenheiro de software” em outra, mas se referem à mesma função. Além do desenvolvimento, você pode corrigir bugs e fazer revisões dos códigos.

2. Designer gráfico

Design vem do termo em latim “designare”, que diz respeito ao ato de mostrar direções. Em inglês, significa “desenho”. Assim, os designers não só se preocupam com a comunicação visual, mas com a funcionalidade. É justamente isso que distingue o design da arte, que tem só a contemplação como objetivo.

O design gráfico é “interdisciplinar”. Essa palavra complicada significa que envolve ideias de campos diferentes. Desse modo, a profissão costuma ser recomendada pra quem gosta de dar espaço pro lado da inovação e da criatividade. Assim como o apelo pro “pensamento lateral” — a capacidade de resolver problemas com uma abordagem indireta e pouco intuitiva.

Em alguns lugares, você pode ver a profissão como “design de comunicação visual”. O designer funciona como um intérprete, apresentando a mensagem visual de acordo com a demanda dos clientes. Mas a aplicação não é apenas publicitária, aparecendo também em campos como a aviação e a exploração espacial.

3. Editor de vídeos

O editor de vídeos tem conhecimento técnico dos softwares de edição e é familiarizado com pontos como roteiros e tratamento de imagem. Assim, manipula e organiza os planos de vídeo. Embora a ideia tenha ganhado força com as plataformas digitais, há usos mais tradicionais.

Por exemplo, filmes de cinema e programas de televisão. Com a popularização da internet, a prática se democratizou. Afinal, é possível fazer uma edição no computador ou no celular. Mas a tarefa pode ser entediante e alguns softwares vêm sendo desenvolvidos pra tornar a atividade mais simples e interessante.

Originalmente, a tarefa acontecia a partir de máquinas caras e era feita por meio de pessoas especializadas. Mas hoje computadores modestos podem rodar os editores. Assim, o profissional se dedica a editar segmentos de vídeos, efeitos especiais e sons.

4. Professor particular

Se você já usou plataformas como o YouTube enquanto estudava pros vestibulares, pode ter se deparado com vários professores produzindo conteúdo na web. A internet é um caminho pra atuar, por exemplo, por meio de videoconferências.

Mas nem tudo é online. Você pode, por exemplo, reservar um espaço na sua casa pra atender os alunos. Assim, dando reforço em matérias ou ajudando a passar em  vestibulares ou concursos públicos, a formação necessária é a licenciatura, que também pode ser feita por EaD.

Os professores são especializados em ajudar os alunos a desenvolver conhecimentos, virtudes e habilidades. Geralmente, passa não apenas pela transmissão de conhecimento, mas pela influência cultural e cívica.

5. Psicólogo

A Psicologia é uma área que originalmente já dá muitas opções pros profissionais, já que é possível atuar como autônomo, trabalhar pra empresas e até prestar concursos públicos. Mas uma das possibilidades que ficou bem comum durante a pandemia de Covid-19 é a de atendimento online.

Assim, tornou-se possível cuidar da saúde mental e respeitar as medidas de isolamento. Mas mesmo antes da pandemia, o atendimento online já contava com seus adeptos, graças à praticidade de interagir com os profissionais sem a necessidade de deslocamento.

A psicologia estuda cientificamente a mente e o comportamento, levando em conta fenômenos conscientes e inconscientes. Assim, interage com a neurociência e com várias outras matérias. Na pesquisa acadêmica, isso pode acontecer por meio de métodos empíricos e levar a estudos feitos pra entender as pessoas e a sociedade.

As profissões home office são ideais pra profissionais que buscam escalas mais flexíveis, conforto, privacidade e liberdade pra montar a própria rotina. Existem várias opções e muitas delas têm as portas do mercado abertas com formações em cursos rápidos ou graduação universitária.

Mas se você ainda está se perguntando sobre como ser produtivo em home office, vale apostar em ideias como organização, limites pra familiares e ambiente confortável. O silêncio também ajuda, eliminando as distrações que interferem no ambiente.

Gostou do post? Então, o que acha de apostar em alguma das formações da Faculdade Descomplica e aprender de forma 100% online? Assim, você fica ainda mais preparado pra entrar no mercado das profissões home office. Vem estudar com a gente!

Comentários

ícone de atenção ao erroícone de atenção ao erroícone de atenção ao erro
Quer receber novidades em primeira mão?
Prontinho! Você receberá novidades na sua caixa de entrada.

Veja também

Separamos alguns conteúdos pra você

logo descomplica