• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Vale a pena se formar em Jornalismo? Vem descobrir!

Você veio aqui por que quer saber se vale a pena se graduar em Jornalismo, certo? A gente vai te dizer ao longo desse post!

No Brasil, comemoramos anualmente no dia 7 de Abril o Dia do Jornalista. A data foi instituída em 1931 após a decisão da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), para homenagear o médico e jornalista Giovanni Battista Líbero Badaró, morto por políticos da oposição em 1830, pois era defensor ativo da liberdade de imprensa, realizava diversas denúncias referentes a política da época e tinha a ideologia contrária aos homens do poder.

Aproveitando a data, resolvemos preparar um artigo para você, que está se preparando para o vestibular e deseja ingressar no curso de Jornalismo, descobrir juntinho da gente se realmente vale a pena apostar nessa área.

Saiba como a graduação chegou no país, conheça as universidades públicas que oferecem o curso, quais são seus métodos de ingresso, o que você precisa focar para passar e quais foram as últimas notas de corte. E não para por aí, além disso tudo, separamos as principais áreas de atuação do jornalista e como anda o mercado de trabalho e faixa salarial.

📍 Como funciona o curso de Jornalismo?

Hoje, nós contamos com diversas universidades públicas e privadas por todo o país que oferecem a graduação em Jornalismo. O curso tem duração média de 4 anos e é ofertado como bacharelado, tipo de formação superior que estuda de tudo dentro da área escolhida, conferindo um conhecimento genérico sobre todos os assuntos.

Ao futuro profissional da área, você será incentivado a desenvolver técnicas de investigação, preparado para dominar os meios de se comunicar através de textos e de forma oral e vai conhecer todos os veículos de comunicação. Tudo isso para que você aprenda a escrever e contar um fato com clareza e objetividade para todos os tipos de público, independente de qual canal ela tenha acesso. 

E ao final do curso, provavelmente vai precisar realizar um estágio obrigatório e um trabalho de conclusão de curso, mais conhecido como TCC. É bom lembrar que essa estrutura não é fixa, ela pode variar de acordo com a universidade.

Bônus: Como surgiu? Em 1943 foi criada a primeira Faculdade de Jornalismo no país por Cásper Líbero, jornalista e diretor-proprietário da Gazeta, um dos jornais mais modernos da época da América Latina. Entretanto, por motivos burocráticos, o curso de Jornalismo só foi liberado em 1947. Em 16 de Maio de 2022, o primeiro curso completa 75 anos!

📍 Melhores Universidades que oferecem o curso de Jornalismo

A graduação de Jornalismo está presente em diversas instituições no país, tanto públicas como privadas. Após análise do Educa Mais Brasil sobre o ranking de melhores Faculdades de Jornalismo segundo o MEC, as 5 primeiras colocadas foram:

1º Centro Universitário da Grande Dourados – UNIGRAN – Instituição Privada

2º Universidade de Brasília – UnB – Instituição Pública, para ingressar você pode utilizar o Acesso Enem UnB com sua nota do Enem ou realizar o vestibular próprio da universidade. A UnB não usa mais o Sisu como forma de ingresso.

3º Universidade Federal do Ceará – UFC – Instituição Pública – Ingresso pelo SiSU com nota do Enem.

4º Centro Universitário Católica do Leste de Minas Gerais – UNILESTE – Instituição Privada

5º Universidade Católica de Brasília – UCB – Instituição Privada

Assim como a UnB, que é pública, algumas outras universidades públicas também possuem uma forma de ingresso própria. Como por exemplo, a UERJ, USP, UNEB, UNICAMP, confira a lista completa aqui. Por isso é importante ficar atento ao edital da sua universidade dos sonhos.

Falando um pouco sobre as notas de corte, considerando o SiSU de 2021, o curso de Jornalismo ficou com média de 684.78 pontos na nota de corte. A menor nota foi de 610.19 pontos e a maior nota de corte de 765.58 pontos. Entenda como funciona o SiSU aqui!

Se você quer mandar bem no Enem e tirar uma nota similar às de 2021, comece a focar seus estudos nos conteúdos de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Ciências Humanas, pois elas têm peso maior na hora da correção. Ah, não esqueça de caprichar na redação, hein! Para te incentivar, trouxemos a história de Murilo, nosso ex-aluno que tirou 900 pontos na redação apenas estudando em casa. Descubra como!

📍 Principais áreas de atuação do profissional em Jornalismo

Assim como as outras habilitações em comunicação, como Radialismo, Publicidade e Produção Editorial, o Jornalismo também possui uma ampla gama de áreas em que você pode trabalhar. Descubra quais são:

📚 Jornalismo Esportivo

Se você ama qualquer tipo de esporte, já imaginou trabalhar fazendo a cobertura, podendo ser até internacional, deles? Essa área necessita de uma grande demanda de profissionais e quem escolhe essa especialidade precisa estar atualizado sobre os diversos tipos de campeonatos existentes para conseguir realizar as atividades com excelência. A média salarial aqui é de R$6.482,57, segundo o site Salário.

📚 Assessoria de Imprensa

Se você curte mais se posicionar, na área de assessoria você irá atuar como mediador entre a imprensa e seu cliente, facilitando a comunicação e sendo o porta-voz representando os interesses do seu cliente ao público.

Esse campo é super importante para garantir que notícias verdadeiras sobre os assessorados sejam divulgadas na imprensa e, também, para quaisquer esclarecimento sobre falsas acusações que possam ocorrer. A média salarial aqui é de R$3.625,19, segundo o site Salário.

📚 Repórter

Se você gosta de contar histórias e adora escrever, essa área pode ser para você! O profissional de jornalista que escolher ser repórter deve estar sempre em busca de eventos e de fatos noticiáveis. Sempre buscando fontes confiáveis, ouvindo vários pontos de vista, entrevistando pessoas, apurando a veracidade e reunindo diferentes informações para a criação de matérias. A média salarial aqui é de R$3.008,00, segundo o site Vagas.

Além dessas áreas de atuação que citamos aqui, ainda há muitas outras como: Editor, Diagramador, Redator, Fotojornalista, Apresentador… Como dissemos, a lista é extensa!

📍 Afinal, vale a pena se formar em Jornalismo?

Hoje, revistas e jornais impressos não são tão comuns como antes, tornando esse mercado de trabalho um pouco mais escasso. Entretanto, com as novas tecnologias, novas oportunidades dentro da área foram surgindo ou se reinventando. Hoje um jornalista pode trabalhar com produção e gerenciamento de conteúdo jornalístico em sites, portais, blogs e demais canais de comunicação.

Ou seja, vale a pena sim ingressar no curso de Jornalismo. Além da média salarial ser favorável, o mercado de trabalho vem se inovando e cada vez mais surgem diversas oportunidades profissionais. Há muitas empresas contratantes com diferentes viés, como emissoras de televisão e rádio, agências de comunicação, órgãos públicos, entre outras. 

E aí, partiu ser um profissional de Jornalismo? Reflita sobre o que você realmente quer e aprenda a estabelecer prioridades, traçar metas e concretizá-las!

Aqui na Descomplica você conta com uma preparação completa para o Enem e demais vestibulares, se quiser alavancar sua preparação a partir de agora, entre em contato com nosso time de Felicidade do Aluno e garanta o seu plano preparatório! Aconselhamos que dê uma olhadinha no nosso plano super completo: o Descomplica Top 2022.

Ele possui 10 créditos de redação, focos para vestibulares regionais, monitorias ilimitadas, resenha de obras literárias e muito mais. Ele vai te ajudar a se organizar e estudar os assuntos que são presença garantida no Enem e nas provas regionais. É muito importante você já começar a sua preparação para os vestibulares, assim você tem chances de conquistar uma boa nota e pode tomar a decisão de escolha no curso lá na frente, com tranquilidade!

Conheça o Descomplica Top 2022