Exercício Resolvido: Filosofia Medieval

1. (UFF – 2012) A grande contribuição de Tomás de Aquino para a vida intelectual foi a de valorizar a inteligência humana e sua capacidade de alcançar a verdade por meio da razão natural, inclusive a respeito de certas questões da religião. Discorrendo sobre a “possibilidade de descobrir a verdade divina”, ele diz que “há duas modalidades de verdade acerca de Deus. A primeira refere-se a verdades da revelação que a razão humana não consegue alcançar, por exemplo, entender como é possível Deus ser uno e trino. A segunda modalidade é composta de verdades que a razão pode atingir, por exemplo, que Deus existe”.
A partir dessa citação, indique a afirmativa que melhor expressa o pensamento de Tomás de Aquino.

a) A fé é o único meio do ser humano chegar à verdade.
b) O ser humano só alcança o conhecimento graças à revelação da verdade que Deus lhe concede.
c) Mesmo limitada, a razão humana é capaz de alcançar certas verdades por seus meios naturais.
d) A Filosofia é capaz de alcançar todas as verdades acerca de Deus.
e) Deus é um ser absolutamente misterioso e o ser humano nada pode conhecer d’Ele.

GABARITO

1. C

Conforme vimos no resumo semanal, Santo Tomás de Aquino notabilizou-se por sua defesa da síntese entre fé e razão. Para o filósofo medieval, tanto uma quanto a outro são dons de Deus que, retamente utilizados, jamais cairão contradição. A fé, porém, se encontra em plano superior, pois revela certas verdades sobre Deus que ultrapassam a razão humana, ainda que esta possa descobrir a existência de um Primeiro Princípio e alguns de seus atributos.

Continue estudando
artigo
Post do blog

Exercícios Resolvidos: Filosofia Medieval

Leia o resumo Filosofia Medieval e resolva os exercícios abaixo.
artigo
Post do blog

Filosofia Medieval: Você sabe o que foi o pensamento filosófico medieval?

A filosofia medieval é o segundo grande período da história da filosofia, posterior à filosofia antiga, estendendo-se por vários séculos. O pensamento filosófico medieval teve seu auge no século XIII, ápice da Idade Média ocidental, época do feudalismo, das monarquias descentralizadas, da arte gótica e de domínio cultural da Igreja Católica.