• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Curso de Direito: 4 coisas para saber antes de concorrer

Cursos de Direito em universidades públicas estão entre os mais concorridos entre os estudantes. São muitos os jovens que desejam seguir uma carreira nessa área, seja pelas perspectivas de ganho, reconhecimento ou simplesmente pela tradição da profissão.

Independentemente do motivo que faz com que os estudantes optem por prestar o curso de Direito, é comum que, muitas vezes, eles se deparem com um cenário diferente do que tinham imaginado. Por isso mesmo, é fundamental entender bem essa área e o que é preciso para se dar bem na profissão.

A seguir, trazemos algumas verdades sobre o Direito. Vale a pena lê-las para ver se, mesmo assim, mantém o desejo de prestar o vestibular na área.

4 coisas para saber antes de prestar o curso de Direito

Conhecer uma área a fundo antes de prestar um vestibular é fundamental para não se arrepender dessa escolha depois. Olha só o que você precisa entender se estiver disposto a cursar Direito.

1. Você não se torna um advogado cursando Direito

A graduação em Direito fornece ao estudante o título de bacharel em Direito, mas ainda é fundamental passar no exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) para exercer a profissão.

Só quando passa nesse exame é que o estudante consegue atuar na carreira de advogado. Assim, ele fica livre para trabalhar em escritórios, empresas, etc.

2. Você precisa gostar – e muito – de ler

É claro que você não precisa saber todas as leis de cor, mas é fundamental ler muito se você pretende ser um(a) bom(a) advogado(a).

Tanto durante o curso quanto depois, há inúmeros conteúdos que abordam esse campo de conhecimento. A qualidade da sua formação reflete diretamente na sua atuação após formado e, por isso, é essencial se manter sempre atualizado, lendo muito.

3. O estágio no curso de Direito é obrigatório

Cursos de Direito têm estágio profissional como parte da matriz curricular. Ele pode ser feito na própria faculdade, em um escritório, setores jurídicos ou órgãos públicos.

A carga total dos estágios realizados deve ser de 300 horas ou mais. Inclusive, muitas instituições públicas realizam processos seletivos semelhantes aos concursos públicos para selecionar os candidatos.

4. O curso é longo e generalista

Com duração de cinco anos, o curso de Direito enfatiza Ciências Humanas, mas tem conteúdo bastante denso. Nos primeiros anos, o aluno encontra mais teoria. O foco está nas disciplinas de português, sociologia, teoria do estado e economia.

Depois, surgem simulação de julgamentos, ao lado de estágio e Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

O que um profissional do Direito pode fazer

Se você analisou as dicas acima e acha que, ainda assim, o Direito é a sua praia, é importante saber o que esse profissional pode fazer depois de formado.

O mercado de trabalho para quem se forma em Direito é vasto. As áreas mais aquecidas atualmente são Compliance e Ética, Tributária, Trabalhista e Recuperação Judicial e de Crédito.

Quem se forma em Direito pode atuar em várias frentes. São elas:

  • Arbitragem internacional
  • Direito Civil
  • Direito Administrativo
  • Direito Ambiental
  • Direito Comercial
  • Direito da Tecnologia da informação
  • Direito do consumidor
  • Direito Contratual
  • Direito de propriedade intelectual
  • Direito penal ou criminal
  • Direito trabalhista e previdenciário
  • Direito tributário
  • Advocacia pública
  • Delegacia de polícia
  • Magistratura
  • Ministério Público

E aí? Curtiu o curso de Direito? Agora é hora de pegar firme nos estudos para tirar uma boa nota no Enem e passar na faculdade desejada!

A maior sala de aula direto da sua casa

Junte-se aos 230 mil alunos que descobriram como melhorar os resultados estudando online para o Enem!

👉 Quero estudar!