• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Resumo sobre Citologia: tudo o que você precisa saber

Hello, miguxos! O papo aqui é um lance que costuma confundir geral, mas que cai bastante nas provas do Enem. Um bom resumo sobre Citologia é a carta na manga que você precisa pra entender de uma vez por todas as células e seu funcionamento e, mais do que isso, detonar no dia do exame!

Muito presente no caderno de Ciências da Natureza, porém também explorado em questões contextualizadas e de atualidades, a Citologia é um assunto bastante importante da Biologia e, então, vale a pena dar uma dedicação especial a ela. 

Se liga no resumão de Citologia do Descomplica e veja como é fácil entender o funcionamento das células e sua estrutura!

O que é Citologia e como ela cai no Enem

O termo citologia vem da união entre os termos gregos kytos e logos que, juntos, significam “estudo da célula”. Uma das grandes divisões da Biologia, ela se comunica diretamente com a Genética, a Botânica e outras áreas.

Sua importância é tão grande para que exista vida na Terra que o assunto certamente cai na prova do Enem. Certeza. Não tem como fugir.

No Enem, este assunto é abordado no caderno de Ciências da Natureza, mas pode aparecer em outras partes do exame, então, vale fazer um resumo de Citologia e entender que tudo o que existe no mundo animal e vegetal é composto por células (você também, viu?).

De forma básica, podemos dividir todas as células em duas categorias: Procariontes e Eucariontes.

Olhando assim parece simples. Dois tipos de células. Pá-pum!

Acontece que essas células são muito especiais e, por isso, existem as vegetais e animais, com estruturas e características específicas. E é exatamente aí que entra nosso resumão!

Células procariontes

Estas são as mais simples, as primeiras a surgirem. Têm uma estrutura rudimentar e são representadas pelo Reino Monera, que é constituído pelas bactérias.

Elas contêm componentes soltos no Citoplasma, sem a presença de membrana que cria espaço para eles, mas, sim segmentos de DNA dispersos no interior da célula. Na prova, geralmente elas aparecem com o nome de plasmídios e cromossomos bacterianos.

Células eucariontes

As eucariontes já são mais top e refinadas. Elas têm células tem ribossomos porque podem apresentar uma parede celular composta de polipeptideoglicanos (ufa, que nome!) e são unicelulares, sendo que algumas podem se juntar, formando colônias.

De forma geral, as células eucariontes são muito mais complexas e tomam a maior parte da Citologia. Elas estão presentes em vegetais, fungos, protistas e animais.

Todas elas possuem material genético contido em núcleo, membrana nuclear, organelas, ribossomos 80 S e mitocôndrias. Entretanto, é preciso fazer uma

diferenciação entre células animais e vegetais. Isso porque as vegetais reúnem cloroplastos, vacúolo central e parede celular composta por celulose.

Já as células animais apresentam centríolos e lisossomos. Além disso, outra diferença entre ambas é que o carboidrato de reserva dos animais é glicogênio e, nos vegetais, é o amido.

Até aqui parece simples, né? Então se liga nos componentes das células pra entender a danadinha por inteiro!

Componentes da Célula Eucarionte

O citoplasma é o cara mais atarefado na estrutura das células eucariontes. O fluido citoplasmático é composto por água, proteínas, sais minerais e açúcares. 

Há, ainda, a porção da célula entre o núcleo e a membrana plasmática (formada por dupla camada de fosfolipídeos, organizados de forma que as cabeças polares fiquem tanto pro interior quanto pro exterior da célula, assim como o meio lipídico, que isola os compartimentos intra e extracelular). Ali é onde ocorre a maior parte das reações químicas do organismo! 

O Citoesqueleto realiza a manutenção da forma da célula, sendo responsável por:

·      Transporte intracelular

·      Emissão de pseudópodes

É na membrana plasmática que se encontra o glicocálix, estrutura de reconhecimento celular formada por açúcares e proteínas, além do colesterol (só nas células animais).

A membrana plasmática funciona por meio do mosaico fluido – todos os seus componentes ficam em livre movimento.

Já as organelas e estruturas funcionam como órgãos e cada um tem sua função dentro da célula. As principais são:

– Ribossomos: responsáveis por sintetizar as proteínas. São formados por RNA ribossomal e se dividem nos que serão utilizados para ações dentro da célula e nos que sintetizam proteínas para exportação;

– Retículo endoplasmáticos: existem dois: liso (faz síntese de lipídeos, colesterol e hormônios esteroides. No fígado, ele é fundamental no papel de detoxificação, destruindo ou modificando substâncias tóxicas como o álcool e também tem função de armazenamento, especialmente nos vegetais, já que vacúolos derivam desse retículo);

– Retículo rugoso: membrana repleta de ribossomos aderidos. Ela faz a síntese de proteínas exportadas ao meio extracelular e tem função de armazenamento, transformação, empacotamento e secreção de substâncias recebidas no retículo;

– Complexo de Golgi: formado por bolsas membranosas empilhadas e tem função de armazenamento, transformação, empacotamento, secreção de substâncias recebidas no retículo, principalmente para meio extracelular. Ele também sintetiza glicídios e forma lisossomos, que atuam em pH mais ácido que a célula e são responsáveis pela digestão intracelular de materiais que adentram a célula. Podem destruir as organelas desgastadas, reciclar, autofagiar ou fazer autólise, que é a destruição completa da célula;

– Mitocôndria: é a usina energética da célula e produz ATP por meio do processo de respiração celular. Tem DNA próprio, sempre com herança materna;

– Cloroplasto: tem origem similar à mitocôndria, presente em células vegetais, é repleta de clorofila e responsável pela fotossíntese; 

– Centríolos: responsáveis pela divisão celular animal, atuam na movimentação dos cromossomos, formam cílios e flagelos;

– Peroxissomos: metobolizam H2O2 (água oxigenada), porque dentro das organelas há catalase, enzima que quebra água oxigenada em água + O2.

Ufa, terminamos o resumo de Citologia! Achou difícil, complexo, doidão? Pra te ajudar, montamos um mapa mental com todas essas informações abordadas aqui. Assim, você consegue entender melhor as estruturas das células, seus tipos e funcionalidades. Baixe seu mapa mental sobre Citologia! É de graça, migo!

Ah! E se precisar de ajuda pra estudar Biologia ou qualquer outra disciplina para o Enem, conte com o Descomplica! Conheça nosso plano de aulas para o Enem e comece agora mesmo a se preparar para o exame!