• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

O que faz a Biomedicina Estética? Entenda o papel dessa profissão!

Como biomédicos, os profissionais têm à disposição uma gama de setores pra desenvolver sua profissão. Por isso, saber o que faz a biomedicina estética é essencial pra escolha da área de especialização e posterior atuação.

Atualmente, o mercado de trabalho dos egressos desse curso é bem amplo e o ramo dessa formação que trata da Biomedicina Estética é um setor repleto de vagas na carreira.

Então, se você ficou interessado em como se capacitar nessa profissão, confira o artigo de hoje!

Como é realizada a formação em Biomedicina Estética?

Como é realizada a formação em Biomedicina Estética?

Pra trabalhar como biomédico esteta, é preciso, antes de tudo, que o aluno tenha concluído sua graduação em Biomedicina.

Após isso, a melhor forma de obter os conhecimentos necessários pra trabalhar nesse setor é fazendo uma especialização em Biomedicina Estética.

Dessa maneira, os discentes estudam disciplinas que aliam a descoberta de problemas de saúde e sua relação com tratamentos de beleza.

Sobretudo, o aluno aprende a origem de certas doenças, ou seja, suas principais causas.

Além disso, ele se capacita pra elaborar substâncias que combatam esses males, ou mesmo um cuidado pra prevenir o surgimento delas.

Em outras palavras, esse curso prepara as pessoas pra avaliar e realizar técnicas com pacientes que procuram métodos a base de laserterapia, cosmetologia, eletroestimulação, eletroterapia, dentre outros.

Apesar de ser uma carreira um tanto nova, os egressos desse curso encontram muitas oportunidades em diversos locais.

Em resumo, são hospitais, clínicas de saúde, consultórios, franquias e empresas que têm interesse em tratamentos estéticos com as últimas tecnologias.

Aliás, os biomédicos estetas também estão aptos a dar aulas em faculdades, visto que possuem pós-graduação além do bacharelado.

Como é o conteúdo do curso?

Como é o conteúdo do curso?

O curso de especialização em Biomedicina Estética aborda matérias que estão ligadas aos métodos que o biomédico esteta vai realizar em seus pacientes. Alguns deles são:

  • Anatomia e histologia aplicada à estética: assim como na Biomedicina, o curso contém matérias teóricas que ajudam o aluno a entender como funciona o corpo humano e a origem de doenças;
  • Laserterapia: usado em algumas doenças bucais, essa disciplina abrange o papel do laser como estimulante aos vasos vasculares e renovação dos tecidos;
  • Procedimentos injetáveis: aqui, o aluno aprende como aplicar substâncias invasivas no corpo pra fins medicinais, como a carboxiterapia, por exemplo;
  • Semiologia estética: a proposta desse conteúdo é aprimorar o discente em sua avaliação estética, tornando-o capaz de diagnosticar os distúrbios do paciente e orientando-o no tratamento estético.

Em suma, os egressos desta pós-graduação possuem o saber teórico e prático pra usar os métodos terapêuticos que estão em alta no setor da beleza e saúde. 

De fato, por ainda não ser conhecida por uma boa parte das pessoas, a biomedicina estética é um dos ramos mais promissores atualmente pra quem busca um mercado inovador.

Logo, com uma boa preparação prática dessa área, os Biomédicos estetas terão um diferencial, aumentando a chance de melhores oportunidades.

Portanto, se você ficou interessado em conhecer mais sobre a formação e as oportunidades pro biomédico esteta, não deixe de conferir as pós-graduações disponíveis da Pós Descomplica!