• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Marketing de moda: tudo o que você precisa saber sobre essa área

O mercado fashion nunca para! Mesmo com a pandemia, e até mesmo por conta da crise, esse nicho precisou se reinventar e investir pesado em marketing digital. Vários profissionais, inclusive, estão se especializando em marketing de moda.

Essa é uma área bastante promissora, até porque une dois segmentos que estão sempre em movimento: o marketing e o universo fascinante da moda. Então, se você gosta desse campo e quer fazer carreira nele, vale a pena se aprofundar.

Dá pra começar por aqui, lendo este post completo sobre o assunto. A gente vai explicar o que é marketing de moda, o que faz um profissional da área, o perfil ideal, tendências e, claro, onde estudar. Vem com a gente?

O que é marketing de moda?

O que é marketing de moda?

Esse tipo de marketing é voltado pro mercado da moda. Assim, o gerenciamento e a criação de estratégias são voltados pra anunciar marcas e produtos. Mas também há uma grande preocupação em inspirar, atrair e fidelizar clientes.

O “feijão com arroz” é basicamente o mesmo do marketing convencional, claro. Porém, o segmento fashion pede algumas especificidades nas suas rotinas de trabalho. Isso porque o setor funciona em ciclos mais curtos.

São campanhas e lançamentos que, geralmente, seguem as temporadas e estações. Portanto, o profissional deve ficar de olho nas últimas tendências e acompanhar de perto as discussões na área. Afinal, não dá pra entender só de marketing!

O que faz um profissional de marketing de moda?

O que faz um profissional de marketing de moda?

Já que a gente falou do profissional de marketing de moda, vale a pena explicar um pouco como é seu dia a dia. Bem, pra começar, ele pesquisa bastante o mercado. Somente com essa bagagem é possível fazer um bom planejamento estratégico, certo?

A pessoa precisa ficar de olho em tudo: marcas, produtos, lançamentos, tendências, anúncios etc. Mas também é necessário desempenhar outras atividades. Veja só!

Análise e pesquisa de mercado

Radar ativado! Quem trabalha com marketing de moda realiza pesquisas constantes, não só qualitativas como também quantitativas. Aqui entram as tendências e o mercado, mas também o comportamento do consumidor.

Nesse sentido, os resultados obtidos impactam desde o design de moda até a gestão de custos ou técnicas de negociação. Trata-se de um profissional estratégico, que dá munição à indústria da moda. Assim, ela consegue se guiar melhor e tomar decisões coerentes com o mercado e as preferências dos clientes.

Design e branding

O marketing de moda também costuma ser responsável pela imagem do negócio. Além do mais, ajuda diretamente na gestão de marca. Embora a criação nata da moda fique por conta dos estilistas, são esses profissionais que cuidam do branding.

Isso quer dizer que alinham a identidade visual da marca às tendências do momento, por exemplo. Também criam uma conexão com os clientes em potencial por meio de uma linguagem e tom de voz coerente. Logotipos, paletas de cores e peças gráficas entram aqui!

Campanhas publicitárias

Quem é especialista em marketing de moda é capaz de desenvolver e gerir as melhores campanhas publicitárias. Afinal de contas, além de criatividade, é preciso ter todo aquele conhecimento adquirido com as pesquisas de mercado, lembra?

Nesse contexto, entram não só estratégias outbound, do marketing tradicional. Também são elaboradas ações de inbound marketing, aproveitando o melhor do marketing digital. Das propagandas televisivas e outdoors aos posts de redes sociais!

Como se trata de uma tarefa robusta, cheia de vertentes, é preciso ter jogo de cintura. Por meio de monitoramentos e análise de dados, dá pra segmentar públicos e entender quais são os canais mais relevantes pra cada estratégia.

Distribuição e precificação

Caso você não saiba, é o marketing de moda que fica responsável pela precificação e distribuição dos produtos. Portanto, o profissional está sempre de olho nos resultados das vendas, seja no varejo físico ou no mercado online.

Essa precificação é importante pra manter a competitividade da marca e maximizar os lucros. A distribuição também é importante, pois o negócio precisa atingir os lugares em que realmente seu público se encontra. E esses são insights que só o marketing de moda é capaz de trazer!

Quais são as principais tendências da área?

Quais são as principais tendências da área?

Que é preciso seguir as tendências do mundo da moda, a gente já sabe. Mas também é importante ficar por dentro do que o próprio marketing de moda traz de novidades. Dá só uma olhada no que você vai encontrar no mercado de trabalho!

Live experience

Principalmente por causa da pandemia, houve um forte aumento do live marketing. Trata-se de um marketing que promove experiências em tempo real. Assim, as lives, ou transmissões de eventos ao vivo, ganharam espaço também no mercado da moda.

Essas estratégias acontecem muito em redes sociais e plataformas como YouTube, Facebook e Instagram. Isso aproxima e conecta as pessoas, com um engajamento muito maior do consumidor. Afinal, a interação acontece na hora e os feedbacks são instantâneos.

User Generated Content

A sigla UGC significa conteúdo gerado por usuários. Sim, é isso mesmo! O marketing de moda hoje conta com mais essa tendência. A ideia é o que já é visto por aí: publicações dos próprios clientes usadas nas estratégias de marketing das marcas.

Nesse cenário, entram também os conteúdos produzidos por influenciadores digitais. Até mesmo os nanoinfluenciadores contam, viu? São aqueles perfis de pessoas com pequeno alcance, mas que têm um alto poder de autenticidade e confiabilidade.

Conteúdos interativos

Quer mais interatividade? Tá aqui! O marketing de conteúdo está cada vez mais interativo. Por meio de materiais que envolvem a audiência, o mercado da moda se beneficia — e muito — com infográficos, questionários, quizzes, calculadoras, e-books e até vídeos interativos.

Além de ser uma forma de envolver as pessoas, esses materiais prendem a atenção do usuário por mais tempo. Logo, isso gera taxas bem melhores de tráfego no site, engajamento e por aí vai.

Humanização das marcas

Hoje o público busca por marcas mais humanas e sensíveis. E isso não seria diferente no universo da moda. Portanto, quando uma marca se humaniza, ela consegue se aproximar muito mais das pessoas e ganhar os tão sonhados clientes promotores.

Acontece que, hoje, os consumidores querem uma experiência bem mais completa. De fato, a jornada do cliente não se resume mais só ao ato de compra e venda. Ele quer se identificar com a marca, adotar um conceito e um estilo de vida.

Então, quanto mais o marketing de moda conseguir essa aproximação, melhores serão os resultados! Assim, vale investir em branding, é claro, fortalecendo o propósito e o posicionamento da marca.

Slow content

Na moda, o slow fashion é uma tendência. Mas, no marketing, a bola da vez é o slow content! Não, a ideia não é frear o consumo de conteúdo, como acontece no mercado da moda. Por aqui, a proposta é focar na qualidade dos materiais, e não na quantidade.

Então, o marketing de moda deve ficar atento pra não encher suas mídias e canais de conteúdo. Só pra fazer volume, sabe? Isso não está mais em alta. O novo “pretinho básico” do content marketing é agradar cada vez mais os clientes (e algoritmos do Google e redes sociais) pra que os conteúdos realmente convertam.

Agile Marketing

Será que as marcas do mundo da moda estão preparadas pra agilidade exigida hoje no mercado? O marketing pode ajudar nesse sentido, com a metodologia ágil aplicada nessa área. Ela sai da gestão de projetos e chega nos departamentos de marketing de moda pra acelerar as estratégias e resultados.

Além de ciclos curtos de trabalho, a gente conta com planejamentos cada vez mais flexíveis. Isso sem falar do aprendizado contínuo e do foco no consumidor, certo? Todos esses pontos são os pilares do Agile Marketing.

Como elaborar uma boa estratégia de marketing de moda?

Como elaborar uma boa estratégia de marketing de moda?

Até agora, você já aprendeu bastante sobre marketing de moda! Mas como é que se coloca a mão na massa? Embora seja interessante se aprofundar com uma boa qualificação na área, existe um passo a passo simples pra elaborar uma estratégia. Que tal conhecer pra se habituar desde já com as rotinas?

Crie e defina a persona da marca

Toda empresa do ramo de moda atende um público específico, não é mesmo? Então, o ponto de partida é mapear quem são essas pessoas. Isso ajuda a construir o que chamamos, no marketing, de persona. Essa é uma personagem semifictícia do seu cliente ideal.

Vale ressaltar que uma única empresa pode ter mais de uma persona, combinado? Por meio de pesquisas de mercado dá pra saber mais sobre isso. Daí é só se basear nesses perfis criados pra acertar no direcionamento das campanhas e outras ações de marketing.

Encontre os objetivos e metas da estratégia

A marca que investe em uma estratégia de marketing de moda precisa ter um objetivo. Afinal de contas, de nada adianta conhecer a persona, se você não sabe o que fazer com ela. Portanto, é válido sentar e definir um plano que tenha propósito e metas reais, mensuráveis e alcançáveis.

Descubra os canais que mais funcionam para a marca

Atualmente, existem inúmeras redes sociais e formas de atendimento. Com tantos canais, fica difícil marcar presença online em tudo, não acha? Na verdade, nem é necessário. O segredo é descobrir quais espaços realmente funcionam pra sua estratégia de marketing de moda.

É possível definir esses canais por meio do que seus públicos mais usam. Os clientes da marca estão em peso em quais redes sociais? Eles costumam usar e-mails? Gostam de conteúdos exclusivos? Veja o que faz sucesso e invista nos meios certos.

Alinhe a linguagem e tom de voz

O marketing de moda também precisa trabalhar com uma linguagem alinhada aos objetivos da empresa. Inclusive, ela deve fazer sentido pro universo dos seus clientes. Assim, se o seu público é masculino e jovem, por exemplo, pode adotar um tom mais informal e amigável. Lembra da persona? Ela ajuda demais aqui!

Analise e gerencie as redes sociais

Pra que uma estratégia de marketing de moda dê certo, ela precisa ser acompanhada. Então, tudo o que você fez até aqui vai ser analisado e gerenciado. Assim, é possível monitorar as ações, experimentar possibilidades e colher dados e resultados.

Além do mais, quando o assunto é moda, as redes sociais são fortes aliadas. Por mais que sejam vistas só como vitrines, elas também ajudam a colher feedbacks. Também trazem ótimos insights e geram um engajamento maior entre cliente e marca.

Um feed no Instagram organizado, por exemplo, reforça a identidade. Somado a isso, dá pra apostar em uma paleta de cores que dialogue com a marca ou determinada campanha. Por sua vez, as fotos devem ser bem-feitas, com boa resolução.

Ultrapasse o produto e dê dicas de estilo

O marketing de moda não serve apenas pra vender os produtos de uma marca. Ele serve também pra nutrir seguidores e clientes, com materiais úteis e valiosos. Então, invista pesado em conteúdo!

Dê dicas de estilo, traga notícias do mundo da moda, dialogue com outros assuntos do momento etc. Nesse contexto, é possível aproveitar muitos temas em alta pra marcar presença online e humanizar a marca. Aliás, vá além dos perfis oficiais e trabalhe com influenciadores digitais que expandam a marca e combinem com seu público.

Desenvolva um bom relacionamento

A gente poderia ter falado de relacionamento com o cliente, mas essa dica vai além. Isso porque uma boa estratégia de marketing olha pra dentro e pra fora. Como assim? Bem, quando o marketing de moda entra em ação, ele deve pensar em todos os stakeholders do negócio.

Assim, eles incluem não só clientes, mas colaboradores da empresa, gestores, parceiros, fornecedores e até mesmo sócios e acionistas. Então, como usar o marketing pra se relacionar bem com toda essa galera?

É exatamente isso que o profissional da área faz. Ele cuida de todos os detalhes pra que a boa reputação da marca seja positiva por meio de relacionamentos de qualidade. Logo, são geradas visibilidade, autoridade no segmento e lucratividade.

Quando o assunto é interagir, então, você pode:

  • mandar um feliz aniversário pros seus clientes, colaboradores etc.;
  • criar clubes ou grupos VIP pra envio de descontos, promoções e vantagens exclusivas;
  • enviar e-mails com conteúdos úteis e relacionados ao que o cliente comprou ou gosta de acompanhar;
  • responder qualquer tipo de comentário ou mensagem com prontidão;
  • mostrar que a marca está sempre disponível pra manter um diálogo aberto;
  • incentivar a participação do seu público nos canais da empresa.
O mercado oferece quais oportunidades?

O mercado oferece quais oportunidades?

Lembra que, lá no início, a gente falou da crescente necessidade de se investir em marketing? Pois é, o marketing de moda é uma área muito promissora. Justamente porque é especializado em um segmento com grande poder mercadológico.

Hoje, o mercado está cheio de oportunidades pra atuar na elaboração e implementação de planejamentos de marketing. Assim, são requisitados profissionais capazes de lidar com todas as ações e estratégias do marketing, mas voltadas pra moda.

O que mais se destaca é o posicionamento de marca, por exemplo. Mas também dá pra atuar diretamente com definição de produtos, preços, estratégias de vendas e criação de campanhas. Quem está antenado busca soluções inovadoras e alinhadas pra atingir os melhores resultados.

Qual é o perfil de quem trabalha com marketing de moda?

Qual é o perfil de quem trabalha com marketing de moda?

Então, a pergunta que fica agora é: será que você leva jeito pra trabalhar com marketing de moda? Em primeiro lugar, o importante é saber se realmente gosta da área. Se a resposta for sim, tudo se ajeita!

Por mais que algumas habilidades técnicas e comportamentais sejam necessárias nesse tipo de carreira, é possível desenvolvê-las e se preparar pra trabalhar nesse segmento do marketing. Confira as principais:

  • criatividade — apesar do lado analítico e prático do mercado, o profissional precisa ser criativo e antenado nas tendências da área;
  • autonomia — quem trabalha com marketing de moda precisa resolver problemas com agilidade. O mesmo vale pra achar soluções e colocá-las em prática;
  • inovação — quem é criativo também costuma ter a mente aberta pra inovar, sem medo de trazer novas ideias pras estratégias;
  • proatividade — ter iniciativa é fundamental nesse segmento. Afinal, não dá pra ficar parado, esperando as coisas acontecerem;
  • organização — se você leu tudo até aqui, deve ter visto que a rotina do profissional é cheia. Então, pra dar conta de tudo, só uma boa dose de organização;
  • raciocínio analítico — são muitos dados e informações pra lidar diariamente. Logo, é importante ter uma capacidade de analisar contextos e situações, além de métricas, pra tomar as melhores decisões;
  • empatia — é preciso ter empatia e respeito pra se colocar no lugar do outro sempre. Isso ajuda até na criação de personas e de estratégias que realmente solucionem as dores do cliente;
  • relacionamento interpessoal — com tantas frentes de trabalho, a rotina pede um bom relacionamento com colegas, consumidores e até parceiros e fornecedores. Então, é fundamental saber trabalhar em equipe e se relacionar bem com todos;
  • aprendizado contínuo — no marketing de moda, é impossível parar de aprender. Portanto, o perfil de quem vai trabalhar na área é aquele que busca sempre novos conhecimentos.
Como desenvolver essas habilidades e ser um bom profissional?

Como desenvolver essas habilidades e ser um bom profissional?

Se você já tem essas competências natas, ótimo. Agora, se acha que precisa melhorar alguns pontos em seu perfil profissional, dedique-se a isso. Mas também vale a pena adotar algumas boas práticas. Veja quais!

Obtenha experiência na área

É claro que ninguém entra de primeira no mercado com experiência. Afinal, você precisa da primeira oportunidade, certo? Acontece que dá pra otimizar seu currículo de outras formas.

Aqui, vale falar de estágios, trabalho freelancer e até voluntário. O importante é que sua experiência tenha alguma relação com o marketing e/ou moda. Assim, as oportunidades vão surgindo gradativamente.

Faça networking

Outro aspecto que ajuda muito nessa área é o hábito de fazer conexões relevantes. Desenvolver esse tipo de relacionamento é muito saudável pra sua vida profissional! Sua rede de contatos, ou networking, pode te ajudar não só com orientações, mas dicas e até mesmo indicações de trabalho. Sem falar do conhecimento compartilhado, é claro.

Encontre seu foco profissional

Se você quer trabalhar com marketing de moda, concentre sua energia nisso. Quanto mais seu foco estiver em um objetivo profissional maior, mais chances terá de dar certo. Isso porque muita gente “atira pra todos os lados” e perde em caráter de especialidade.

Hoje, o mercado procura pessoas que são experts em determinada área. Então, se você pode se aprofundar em marketing de moda, por exemplo, tende a ganhar autoridade nesse setor. Melhor que trabalhar com vários segmentos e nunca se destacar, não é mesmo?

Desenvolva suas habilidades digitais

O mundo hoje é digital e não dá mais pra improvisar. Um profissional de qualidade precisa dominar esse novo universo. Portanto, se deseja mesmo investir no marketing de moda, saiba o que espera por você.

As rotinas atuais estão permeadas por ferramentas e soluções tecnológicas. Por isso, seja um profissional digitalmente experiente. Isso favorece não só seu trabalho, mas suas competências pessoais pra seguir evoluindo na carreira.

Nunca pare de se atualizar

Tem gente que pensa que um diploma superior é linha de chegada. Porém, o mercado atual não para de mudar. Pra dar conta de todas as mudanças, não dá pra se contentar com os conhecimentos de antes. Assim, o ideal é estudar sempre e procurar novas formas de se especializar e se aprofundar na sua área de atuação.

Onde estudar marketing de moda?

Onde estudar marketing de moda?

Uma ótima oportunidade de colocar tudo isso que a gente falou em prática é estudar marketing de moda. Afinal, um curso voltado pra profissionais dessa área ajuda a solidificar conceitos e abrir possibilidades.

Esse tipo de marketing recebe pessoas das mais diversas áreas de conhecimento, sabia? Existem profissionais que vieram do próprio Design de Moda ou do Marketing. Mas também tem gente da Administração, da Comunicação, da Publicidade e por aí vai.

Independentemente da sua formação inicial, se você gosta do assunto, pode se especializar. Aqui na Faculdade Descomplica, por exemplo, a gente tem um MBA que vai te ajudar a alcançar seus objetivos no mercado da moda, por meio do marketing.

No curso de marketing de moda, as avaliações são 100% online. Por sua vez, as aulas ficam disponíveis offline, pra você acompanhar quando puder. Flexibilidade total! A gente tem nota máxima pelo MEC e você aprende com professores renomados.

O que está esperando pra começar hoje mesmo sua carreira em marketing de moda? Conheça o MBA em Marketing para Profissionais de Moda e faça sua matrícula!