Indústria cultural

Caracterizada por sua análise crítica e pessimista sobre a sociedade contemporânea, a escola de Frankfurt é um movimento intelectual de base metodológica marxista que surgiu na Alemanha dos anos 30. Uns de seus principais conceitos é o da (Indústria Cultural), surgido inicialmente para analisar a comunicação do Estado Nazista e que posteriormente direcionou sua pesquisa para a produção cultural dos Estados contemporâneos capitalistas, que unem a mídia e meios de comunicação em massa com os ideais da economia de mercado, convertendo a arte em uma mercadoria e gerando a cultura de massa.

Artigos