• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Grandes Navegações Marítimas – Resumo

Olá, meus nerds favoritos! O conteúdo de hoje são as grandes navegações. Esse processo de expansão marítima realizado pelos recém formados estados europeus é bastante cobrado no Enem. E também em provas discursivas dos mais diversos vestibulares. Atenção! A dica de hoje é saber muito bem os motivos que fizeram de Portugal o pioneiro a se lançar aos mares. E aí, não sabe? Fica tranquilo que descomplicamos tudinho aqui embaixo.

Introdução às grandes navegações

Durante os séculos XV e XVI, os países europeus começaram um processo de exploração dos oceanos com dois objetivos: Descobrir novas rotas marítimas para as Índias e encontrar novas terras até então não conhecidas. Tal período ficou conhecido como a Era das Grandes Navegações e dos Descobrimentos Marítimos e marca a origem da história do Brasil.

Objetivos dos exploradores:

No século XV, os países europeus que quisessem comprar as cobiçadas especiarias eram obrigados a recorrer aos comerciantes italianos de Veneza e de Gênova, que possuíam o monopólio sobre esses produtos.

Devido ao fato de serem os únicos com acesso aos mercados orientais, principalmente ao da Índia, os burgueses da Itália tarifaram um alto valor para as especiarias. Somado a isso, o canal de transporte e comunicação de mercadorias vindas do oriente era o Mar Mediterrâneo, que era dominado pela Itália devido a proximidade geográfica. Localizar novas rotas para a Índia era, então, um desejo de Portugal e dos outros estados modernos que também queriam lucrar com o comércio com o oriente.


Enem Power R$ 19,90

Outro fator que contribuiu para a expansão marítima foi a necessidade dos países europeus de descobrirem e conquistarem novas terras. Tal desejo existia pela necessidade de se obter matérias primas, metais preciosos e outros produtos não encontrados na Europa. A igreja católica, com grande influência no período, também queria que o projeto das grandes navegações ocorresse, visto que era a oportunidade de se obter novos fiéis.

Pioneirismo Português:

O estado de Portugal foi o primeiro país a realmente iniciar o projeto das Grandes Navegações do século XV e XVI. Esse pioneirismo se deve a diversos fatores:

Localização Geográfica

O país se encontra bem próximo ao mar.

Tradição Náutica

Oriunda da experiência com a pesca e da famosa Escola de Sagres, que era um centro para estudos náuticos.

Forte apoio da Igreja Católica

Visavam a expansão da fé católica e catequização dos povos.

Formação precoce do Estado Nacional Português

Na frente dos outros países, como a Espanha, Inglaterra e França. Isso possibilitou maior estruturação e organização do país para o processo de expansão nas grandes navegações.

E aí, galera, descomplicou? Quero ver as dúvidas de todo mundo aqui nos comentários, ok?
Para mais conhecimento confira a aula ao vivo sobre navegações, mercantilismo e colonialismo.