Tudo o que você precisa saber sobre as 3 grandes crises do petróleo

Que tal um resumão sobre as três grandes crises do petróleo nessa linda tarde de quinta-feira?

Isso mesmo: crise do petróleo é muito importante para o vestibular! Vamos lá?
Isso mesmo: crise do petróleo é muito importante para o vestibular! Vamos lá?

Vamos lá!

1. Primeira Crise (1970/1973)

Teve início durante a década de 1970. Nessa época a galera descobriu que o petróleo não era uma fonte renovável e, justamente pelo descobrimento da finitude do que eles chamavam “ouro negro”, a galera foi a loucura!

Líderes dos países integrantes da OPEP (Reprodução)
Líderes dos países integrantes da OPEP (Reprodução)

Este novo fator fez com que os preços dos barris de petróleo triplicassem! Junto com isto, no final da década de 1960 e toda década de 1970, os países membros da OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) estavam envolvidos em grandes conflitos bélicos, mas ao mesmo tempo se aliavam para combinar preços do petróleo, supervalorizando-o. Este cenário completamente caótico deixou a economia dos principais consumidores de petróleo do mundo (EUA e Europa) com graves problemas no arranjo de suas economias.

O ápice dessa história toda aconteceu entre o final de 1973 e início de 1974, quando o preço do petróleo aumentou em 400%!

Aqui no Brasil, essa grande crise resultou no fim do milagre econômico da Ditadura Militar.

2. Segunda Crise do Petróleo (1979)

Os anos 1970 foram bem complicados, perceberam né? Lá no finalzinho dessa década, surge um novo fator na geopolítica mundial. O Irã, um dos grandes produtores de petróleo, passa a vivenciar sua Revolução Islâmica Fundamentalista. A Revolução Iraniana transformou a organização interna do país e, consequentemente, isto afetou a produção de petróleo. Aliado a este fator, o Irã revolucionário entrou em guerra com o Iraque, outro grande produtor. A propósito, na época, os dois países eram os maiores produtores de petróleo do mundo.

A guerra entre Irã e Iraque afetou a produtividade de petróleo e ambos reduziram suas produções. Isso diminuiu a oferta do combustível no mundo, aumentando, então, o preço do barril.

3.  Terceira Crise (1991)

A terceira grande crise, que merece ser destacada, rolou no início dos anos 1990. Em 1991, o Iraque, mais uma vez, entra em conflito, desta vez com o Kuwait. O governo iraquiano tinha a esperança de anexar  o Kuwait a seu território. Até aquele momento, o Iraque contava com apoio dos EUA (reflexo da Rev. Iraniana), mas, a partir deste momento, os norte-americanos decidiram intervir na situação e expulsar os iraquianos. Com isto, o Golfo Pérsico foi fechado; Iraque e Kuwait pararam de produzir petróleo naquele momento; os iraquianos, antes de saírem do Kuwait incendiaram vários poços de petróleo.
Estes fatores contribuíram para que muitas especulaçoes sobre a real situação dos países surgissem e, é claro, o preço dos barris de petróleo subiram gradativamente.

Ficamos por aqui, não esqueça de comentar aqui embaixo! Beijo!

Continue estudando
artigo
Post do blog

Mapa Mental: Estrutura Geológica e o Relevo Brasileiro

A estrutura geológica refere-se aos tipos de rochas que compõem uma determinada área, sua distribuição, idade e o processo geológico que as formou, enquanto o relevo refere-se à forma da superfície da terrestre. Neste sentido, a estrutura indica a origem, a composição e a formação do terreno ao longo do tempo geológico, estrutura esta que assume uma determinada forma do relevo; por exemplo, as bacias sedimentares (estrutura) podem ser uma planície (forma do relevo), como é o caso da Planície do Pantanal.
artigo
Post do blog

Exercício Resolvido: UNESP – Geografia