Como definir o conceito de polaridade?

Como definir o conceito de polaridade? Encontre a resposta aqui um resumo e exercícios para entender o assunto e gabaritar o vestibular!

A polaridade de uma molécula está diretamente relacionada à forma na qual os elétrons são distribuídos ao redor dos átomos. Se houver uma distribuição simétrica, a molécula será apolar, porém, se a distribuição for assimétrica, e uma das partes da molécula possuir uma grande densidade eletrônica, então será uma molécula polar.

Restringindo-nos apenas a moléculas diatômicas (formadas por apenas dois átomos): quando pelo menos dois átomos se ligam, formando uma molécula, existe entre eles uma “disputa” pelos elétrons. Quando um dos átomos é mais eletronegativo que o outro, ele conseguirá manter os elétrons mais próximos de si por mais tempo. Dessa forma, podemos dizer que o lado da molécula que possui o átomo mais eletronegativo fica mais negativo (bolinha amarela), enquanto o lado do átomo menos eletronegativo fica mais positivo (bolinha verde). Temos então uma molécula polar.

Quando os dois átomos de nossa molécula têm a mesma eletronegatividade, ou seja, são do mesmo elemento, nenhum deles é capaz de garantir a presença dos elétrons por mais tempo que o outro. Dessa forma, nenhum dos lados ficará mais positivo ou mais negativo e a molécula será apolar.

O mesmo raciocínio será válido para moléculas que contém mais de dois átomos. Um átomo mais eletronegativo irá atrair os elétrons das ligações, formando uma carga parcial negativa (δ-), enquanto automaticamente é formada uma carga parcial positiva (δ+) no átomo menos eletronegativo. A resultante da soma dos vetores positivos e negativos é chamada de momento de dipolo e é representada por μ.

Para exemplificar a representação dos vetores momento de dipolo com a molécula de água. O vetor possui a direção do elemento menos eletronegativo para o elemento mais eletronegativo. Uma vez que esses vetores não se anulam, há a formação de um vetor momento de dipolo resultante, que identifica a presença de polaridade na molécula.

Abaixo vemos exemplos de moléculas polares e apolares, e suas respetivas representações vetoriais, de acordo com cada geometria molecular.

Exercícios

1) (UFRS) Uma substância sólida “X”, de alto ponto de fusão, é muito solúvel em um solvente “Z”. O solvente “Z” não é miscível com o CCl~4~. Uma conclusão lógica, com respeito a “X” e “Z”, é que são, respectivamente, uma substância _____ e um solvente _____.
a) Molecular – apolar
b) Iônica – apolar
c) Molecular – polar
d) Iônica – polar
e) Apolar – apolar

2) (FURG) Assinale a alternativa onde só aparecem moléculas apolares.

a) BCl~3~, H~2~Se, CO~2~e H~2~b) NH~3~, CCl~4~, CH~4~e HCl
c) CCl~4~, BCl~4~, CO~2~e BeH~2~d) H~2~, N~2~, H~2~S e O~3~e) BCl~3~, BeCl~2~, CO~2~e H~2~O

3) (Mackenzie) São polares as seguintes moléculas:

a) HCl e CO~2~b) O~2~ e HCCl~3~c0 H~2~O e NH~3~d) CCl~4~ e H~2~SO~4~e) CH~4~ e PH~3~

GABARITO

1. D

2. C

3.  C

Continue estudando
Post do blog

Questões comentadas: Geometria Molecular

Leia o resumo “O que é a geometria molecular?” e resolva os exercícios abaixo.
artigo
Post do blog

Mapa Mental: Polaridade e Forças Intermoleculares

Descubra tudo sobre Polaridade e Forças Intermoleculares com este mapa mental que vai salvar a sua prova de química!
artigo