Mapa Mental: Teorema de Arquimedes

Sua prova de física está chegando e você ainda tem dúvidas? Saiba aqui tudo sobre o Teorema de Arquimedes e se prepare para arrasar!

Já percebeu que quando entramos em uma piscina fica mais fácil levantar os objetos? Já reparou que há objetos que afundam e outros que boiam? Arquimedes, o cara conhecido por consolidar o grito “Eureka” pode te explicar este fenômenos.

O Teorema de Arquimedes diz:

Quando um corpo se encontra imerso num fluido, existe uma força que este faz sobre aquele, que é dependente da gravidade, densidade do líquido e do volume de líquido deslocado. Esta força é de baixo pra cima e se explica através da diferença de pressão entre as partes superiores e inferiores dos corpos.

Não entendeu? Espera que agora a gente vai descomplicar!

Imagine um corpo imerso num fluido, tal como um bloco em formato de cubo dentro de uma bacia com água.

Repare que, pelo que vimos anteriormente, a pressão depende da altura que o corpo se encontra e pressão se relaciona com força e área. Então podemos dizer com segurança que toda a pressão que o corpo sofre nas laterais não provoca uma resultante, pois a força que o fluido faz no bloco pelo lado esquerdo (rosa) será igual à força que o fluido faz no bloco direito (vermelho), assim como os lados amarelo (atrás) e verde (frente).

Porém, há um resultado importante agora! Pense um pouco: você acha que há diferença de pressão entre os lados de cima e de baixo do cubo? Se sim, o que ocasiona tal diferença de pressão?

Se você respondeu que sim, a profundidade de cada parte do bloco influencia a pressão que o fluido faz sobre o lado do bloco, você está correto!

QUER SABER MAIS SOBRE O TEOREMA DE ARQUIMEDES? LEIA ESTE RESUMO COMPLETO!

Continue estudando
Post do blog

Questões Comentadas: Teorema de Arquimedes

Leia o resumo “O que é o Teorema de Arquimedes?” e resolva os exercícios abaixo.
artigo
Post do blog

Questões comentadas: Hidrostática

Leia o resumo “O que é Hidrostática?” e resolva os exercícios abaixo.
artigo