Mapa Mental: Estrutura do Verbo

Aprenda sobre a Estrutura do Verbo com esse mapa mental (:

Uma das classes gramaticais de extrema importância são os verbos. Como temos muito a falar sobre eles, vamos por partes!

Começando com uma breve definição: Verbo é a classe de palavras que se flexiona em pessoa, número, tempo e voz. Pode indicar ação, estado, fenômeno da natureza, ocorrência e desejo.

Os verbos possuem uma estrutura composta de: radical, vogal temática e desinências (modo-temporal e número-pessoal).

A vogal temática indica a que conjugação pertence o verbo: 1ª conjugação (vogal temática –a. Ex.: Falar); 2ª conjugação (vogal temática –e. Ex.: Comer); 3ª conjugação (vogal temática –i. Ex.: Partir).

Cabe ressaltar que todos os verbos terminados em –or são provenientes do verbo “por”: repor, contrapor, sobrepor, dispor, repor, antepor etc. O verbo “por”, em latim, grafava-se poer, eis o motivo pelo qual todos os verbos com vogal temática “o” são pertencentes à 2ª conjugação.

Desmembrando um verbo em seus morfemas, partes mínimas distintivas de uma palavra, temos, por exemplo: FALÁVAMOS – FAL: radical – A: vogal temática – VA: desinência modo-temporal – MOS: desinência número-pessoal.

Classificação dos verbos

  • Regulares: são aqueles que possuem as desinências normais de sua conjugação e sua flexão não provoca alterações no radical: corro, corri, correrei.
  • Irregulares: são aqueles cuja flexão provoca alterações no radical ou nas desinências: faço, fiz, fez, farei.
  • Abundantes: são aqueles que incluem mais de um radical em sua conjugação: vou, fui, sou, és.
  • Auxiliares: são aqueles que entram na formação dos tempos compostos e das locuções verbais. O verbo principal, quando acompanhado de verbo auxiliar é expresso em uma das formas nominais: infinitivo, gerúndio ou particípio. Os principais são “ser”, “estar”, “ter” e “haver”. Ex.: Vou correr na praia; Ele tinha pegado uma forte gripe.
  • Pronominais: São os verbos que se conjugam com os pronomes oblíquos átonos me, te, se, nos, vos, se, na mesma pessoa do sujeito, expressando reflexibilidades (pronominais acidentais) ou apenas reforçando a ideia já implícita no próprio sentido do verbo (reflexivos essenciais).
  • Essenciais: são aqueles que sempre se conjugam com os pronomes oblíquos me, te, se, nos, vos. São poucos: abster-se, ater-se, apiedar-se, atrever-se, dignar-se, arrepender-se etc. Nos verbos pronominais essenciais a reflexibilidade já está implícita no radical do verbo. Ex.: Arrependi-me de ter ido.
  • Acidentais: são aqueles verbos transitivos diretos em que a ação exercida pelo sujeito recai sobre o objeto representado por pronome oblíquo da mesma pessoa do sujeito; assim, o sujeito faz uma ação que recai sobre ele mesmo. Em geral, os verbos transitivos diretos ou transitivos diretos e indiretos podem ser conjugados com os pronomes mencionados, formando o que se chama voz reflexiva. Ex.: Ana se penteava.

DESCUBRA MAIS SOBRE VERBO NESTE RESUMO COMPLETO!

Continue estudando
Post do blog

Exercícios Resolvidos: Pronomes Demonstrativos e Indefinidos

Recentemente, falamos sobre as classes gramaticais e ensinamos o que são os pronomes. Eles são os responsáveis por acompanhar, substituir ou fazer referência ao nome. Ou seja, são palavras variáveis em gênero (masculino/feminino) e número (singular/plural).
artigo
Post do blog

Exercícios Resolvidos: Pronomes

Leia o resumo “Classes Gramaticais: Pronomes” e resolva os exercícios abaixo.
artigo