Mapa Mental: Conjunções

Mapa mental sobre Conjunções? O Descomplica te ajuda a estudar ainda mais pro vestibular:

Descubra o que são conjunções e fique preparado para mandar muito bem na sua prova de português da escola e do vestibular!

Vamos falar um pouco sobre as conjunções? A essa altura, vocês já devem saber que conjunção é uma das classes gramaticais, mas, afinal, quem são essas palavrinhas? Vamos, brevemente, conceituá-las:

É a palavra invariável que liga duas orações ou termos de mesma função sintática, quase sempre, atribuindo um papel semântico a eles.

As conjunções são classificadas em: coordenativas e subordinativas. Vamos entender essa classificação?

  1. Conjunções Coordenativas: são aquelas que ligam orações de sentido completo e independente. Subdividem-se em:
    • Aditivas: expressam idéia de adição. São elas: e, nem, não só… mas também, bem como, mas ainda, etc. Por exemplo: Ela não só foi ao shopping como também ao cinema.
    • Adversativas: expressam idéia de oposição e contraste. São elas: mas, porém, contudo, todavia, entretanto, no entanto, não obstante, etc. Por exemplo: Saí de casa cedo, porém cheguei atrasada.
    • Alternativas: expressam idéia de alternância. São elas: .. ou, ora…ora, quer…quer, seja…seja, etc. Por exemplo: Ou vou à praia, ou estudo.
    • Conclusivas: expressam idéia de conclusão ou consequência. São elas: logo, portanto, pois (depois do verbo), por isso, por conseguinte, assim, etc. Por exemplo: Estudei muito, portanto fui bem na prova.
    • Explicativas: Expressam idéia de explicação. São elas: que, porque, pois (antes do verbo), porquanto, etc. Por exemplo: Não demore, que estou com fome.

Vamos fazer algumas considerações sobre as conjunções coordenativas:

  • Senão é conjunção adversativa quando equivale a “mas sim”. Exemplo: Consegui o emprego não por simpatia, senão por competência.
  • As conjunções “mas”, “e” e “pois” não podem iniciar um período. Devem estar sempre no meio da estrutura.
  • A conjunção “pois”, quando é conjunção conclusiva, vem geralmente após um ou mais termos da oração a que pertence. Exemplo: Você o deixou irritado, não se queixe, pois, de sua grosseria.

Quando é conjunção explicativa, “pois” vem, geralmente, após um verbo no imperativo e sempre no início da oração a que pertence. Exemplo: Não fique triste, pois muitos gostam de você.

QUER SABER MAIS? CONFIRA ESTE RESUMO COMPLETO SOBRE CONJUNÇÕES!

Continue estudando
artigo
Post do blog

Exercícios Resolvidos: Pronomes Demonstrativos e Indefinidos

Recentemente, falamos sobre as classes gramaticais e ensinamos o que são os pronomes. Eles são os responsáveis por acompanhar, substituir ou fazer referência ao nome. Ou seja, são palavras variáveis em gênero (masculino/feminino) e número (singular/plural).
artigo
Post do blog

Exercícios Resolvidos: Pronomes

Leia o resumo “Classes Gramaticais: Pronomes” e resolva os exercícios abaixo.