Ecologia: aprenda os principais termos e conceitos sobre o tema

Ecologia

A Ecologia é um campo de estudo muito amplo dentro da Biologia. Podemos dizer que ela estuda a relação dos seres vivos entre si e com o meio ambiente, levando em consideração os diferentes níveis de organização biológica.

Por exemplo, na imagem abaixo podemos observar um exemplo do que a ecologia estuda: a relação entre organismos vivos (patos que se alimentam das plantas) e dos organismos com o ambiente (os patos que utilizam do lado para se alimentar).

A ecologia estuda a relações dos organismos entre si e com o ambiente.
A ecologia estuda a relações dos organismos entre si e com o ambiente.

Quais os principais conceitos da Ecologia?

A palavra Ecologia é formada a partir de duas palavras gregas: óikos (casa) e logos (estudo), significando, literalmente, o “estudo da casa”. A definição mais utilizada sobre a Ecologia é que ela estuda as relações entre os organismos e o ambiente em que eles se encontram, o que faz com que esta área da Biologia possua um caráter interdisciplinar.

O estudo da Ecologia pode ser diferenciado em:

  • Ecobiose: estuda as relações dos seres vivos com o meio, envolvendo componentes abióticos (químicos, físicos ou geológicos).
  • Alelobiose: estuda a relação dos seres vivos entre si, ou seja, apenas relações entre componentes bióticos.
A luz do sol (componente abiótico) que interage com a planta (componente biótico) representa uma relação de ecobiose.
A luz do sol (componente abiótico) que interage com a planta (componente biótico) representa uma relação de ecobiose.

Os componentes bióticos da ecologia (ou seja, os seres vivos) podem ser divididos em dois grupos:

  • Seres Autótrofos: São os organismos que conseguem produzir seu próprio alimento. Podem ser chamados de produtores, sendo fotossintetizantes (realizam a fotossíntese) ou quimiossintetizantes (realizam a quimiossíntese).
  • Seres Heterótrofos: São os organismos que não produzem seu próprio alimento. Podem ser consumidores (organismos que se alimentam de outros organismos) ou decompositores (degradam a matéria orgânica).
Os fungos e as bactérias são exemplos de decompositores
Os fungos e as bactérias são exemplos de decompositores

Principais termos utilizados em ecologia

  • Habitat: Na ecologia, habitat é o lugar onde uma espécie vive. Determina a distribuição das espécies no ambiente. É o “local” onde se encontra a espécie.
O habitat dos ursos polares é nas geleiras do hemisfério norte
O habitat dos ursos polares é nas geleiras do hemisfério norte
  • Nicho ecológico: São as atividades de uma espécie, como esta se relaciona com outros indivíduos e com o ambiente (por exemplo, comportamento alimentar, reprodutivo, etc). É a “função” da espécie no ambiente e na ecologia.
As aves podem até ocupar o mesmo habitat, mas por se alimentarem de organismos diferentes, ocupam nichos diferentes
As aves podem até ocupar o mesmo habitat, mas por se alimentarem de organismos diferentes, ocupam nichos diferentes
  • População: É o conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que vivem e ocupam uma mesma área.
  • Comunidade: É quando populações de seres vivos (fauna e flora) de diferentes espécies e em um mesmo lugar mantém relações entre si.
As girafas, as zebras e os vegetais encontrados neste ambiente formam uma comunidade
As girafas, as zebras e os vegetais encontrados neste ambiente formam uma comunidade
  • Ecossistema: É quando os fatores bióticos (fauna e flora) e os fatores abióticos (solo, temperatura, água) se relacionam.
A imagem mostra um exemplo de ecossistema, onde os organismos vivos interagem entre si, mas também são influenciados pelo meio, como a água, a quantidade de luz e a temperatura do ambiente
A imagem mostra um exemplo de ecossistema, onde os organismos vivos interagem entre si, mas também são influenciados pelo meio, como a água, a quantidade de luz e a temperatura do ambiente
  • Biosfera: É o conjunto de todos os ecossistemas da Terra, onde a vida é permanentemente possível.

Como é a organização das Cadeias e Teias Alimentares na Ecologia?

Um dos temas estudado na Ecologia é o fluxo de matéria e energia, que forma relações entre os componentes vivos e não vivos do ecossistema. O tema Ecologia tem sido o mais cobrado nas provas do ENEM dos últimos anos, então que tal aprender sobre fluxo de energia e matéria?

Cadeia Alimentar e Níveis Tróficos na Ecologia

A transferência de matéria e energia entre organismos em um ecossistema, onde um organismo é alimento de apenas um outro ser vivo, é chamado de Cadeia Alimentar. Este é um conceito muito importante para estudar Ecologia e, principalmente, para gabaritar a prova do Enem.

O sentido da seta indica o sentido do fluxo de energia e matéria orgânica, ou seja, do animal que é consumido em direção a quem o consumiu. Cada organismo ocupa um nível trófico diferente.

  • Nível trófico: É o nível que o organismo ocupa na cadeia alimentar, indica o nível de nutrição

Na imagem abaixo podemos ver uma Cadeia Alimentar que se inicia com um produtor (a planta), que corresponde ao primeiro nível trófico da cadeia.

O gafanhoto representa um consumidor primário (ou de 1a ordem), que se alimenta de um produtor e ocupa o segundo nível trófico. Esses animais também podem ser chamados de herbívoros.

O sapo é um animal que se alimenta de outro, ou seja, é um carnívoro, e é um consumidor secundário (ou de 2a ordem), ocupando o terceiro nível trófico da cadeia.

Por fim, a serpente, que ocupa o quarto nível trófico desta cadeia, também é carnívora, sendo então uma consumidora terciária (ou de 3a ordem).

Exemplo de Cadeia Alimentar, onde as setas representam a transferência de matéria orgânica
Exemplo de Cadeia Alimentar, onde as setas representam a transferência de matéria orgânica

Todos os organismos de uma cadeia serão decompostos pelos decompositores, e a matéria orgânica produzida por eles é reabsorvida pelos produtores. Assim, se fecha um ciclo de nutrientes. Os decompositores não possuem nível trófico.

Teia Alimentar

Na ecologia, a Teia Alimentar é o conjunto de cadeias alimentares, ou seja, é a transferência de matéria e energia de um ser vivo para outro, porém um organismo pode ser alimento para mais de um outro ser vivo. Isso faz com que um mesmo indivíduo possa ocupar mais de um nível trófico.

Para exemplificar, observe a imagem abaixo: quando a onça e o gavião se alimentam da raposa, eles ocupam o quarto nível trófico (são consumidores terciários); porém quando eles se alimentam do coelho, ocupam o terceiro nível trófico (são consumidores secundários).

A imagem mostra uma teia alimentar, nomeando seus componentes. Repare que as setas indicam o fluxo de matéria orgânica, e todos são decompostos pelos decompositores
A imagem mostra uma teia alimentar, nomeando seus componentes. Repare que as setas indicam o fluxo de matéria orgânica, e todos são decompostos pelos decompositores

Animais onívoros podem se alimentar tanto de plantas quando de outros animais, logo podem ocupar mais de um nível trófico: por exemplo, um humano quando come uma verdura (produtor – primeiro nível trófico), ocupa o segundo nível trófico (consumidor primário), e quando come um boi, ocupa o terceiro nível trófico (consumidor secundário).

Fluxo de Energia

A ecologia também estuda energia. A fonte primária de energia de um sistema alimentar é a energia solar (energia luminosa), que é transformada em energia química pelos organismos fotossintetizantes. Essa energia química fica armazenada na matéria orgânica.

Quando a energia está em um nível trófico, ela é perdida para o ambiente pelas atividades metabólicas do organismo (por exemplo, pela respiração). Quando este organismo é comido, apenas parte da energia é passada para o nível trófico seguinte. A energia disponível na cadeia diminui a medida que é transferida.

Por isso, dizemos que o fluxo de energia é unidirecional, ou seja, nele não há o reaproveitamento da energia liberada (diferente da matéria orgânica, que retorna aos produtores).

As setas em preto indicam a transferência de matéria orgânica, enquanto as setas amarelas indicam a energia que é transferida e perdida. Repare que o tamanho das setas amarelas diminui conforme passam os níveis tróficos, representando que a energia transferida diminui ao longo da cadeia
As setas em preto indicam a transferência de matéria orgânica, enquanto as setas amarelas indicam a energia que é transferida e perdida. Repare que o tamanho das setas amarelas diminui conforme passam os níveis tróficos, representando que a energia transferida diminui ao longo da cadeia

Fixou os principais conceitos sobre Ecologia, este tema tão importante para os vestibulares e para a vida? Assista ao nosso mapa mental em vídeo sobre o tema e garanta que você aprendeu tudo sobre Ecologia:

Baixe aqui o mapa mental!

Agora é hora de treinar seus conhecimentos com os exercícios abaixo:

Exercícios sobre ecologia

1. (UFPE) Ao dizer onde uma espécie pode ser encontrada e o que faz no lugar onde vive, estamos informando respectivamente

a) Nicho ecológico e habitat.
b) Habitat e nicho ecológico.
c) Habitat e biótopo.
d) Nicho ecológico e ecossistema.
e) Habitat e ecossistema.

2. (PUC) Em uma floresta ocorrem três espécies de árvores, igualmente bem sucedidas e numerosas. Essas árvores constituem:

a) Três populações.
b) Um ecossistema.
c) Duas comunidades.
d) Três comunidades.
e) Uma população.

3. (UECE) Considere as seguintes definições

I. Conjunto de todos os indivíduos de uma mesma espécie, vivendo em uma mesma área em um mesmo intervalo de tempo;

II. Conjunto de todas as populações que ocorrem em uma determinada área;

III.Conjunto de todos os ecossistemas terrestres.

Assinale a opção que corresponde, respectivamente, aos conceitos definidos acima:

a) População, comunidade e bioma;
b) Raça, biocenose e biosfera;
c) Tribo, ecossistema e biocenose;
d) População, comunidade e biosfera.

4. (CESGRANRIO) Um ecossistema tanto terrestre como aquático se define:

a) exclusivamente por todas as associações de seres vivos;
b) pelos fatores ambientais, especialmente climáticos;
c) pela interação de todos os seres vivos;
d) pela interação dos fatores físicos  e químicos;
e) pela interação dos fatores abióticos e bióticos.

5. (FATEC) Observe a cadeia alimentar abaixo:

Capim → preá → lobo guará → onça

Podemos dizer que:

a) o preá é o consumidor primário e, portanto, representa o primeiro nível trófico.
b) o lobo guará e a onça ocupam o terceiro e o quarto níveis tróficos, respectivamente.
c) o lobo guará é consumidor terciário e representa o segundo nível trófico
d) o capim é o produtor e representa o segundo nível trófico.
e) a onça é consumidor terciário e representa o terceiro nível trófico.

6. (PUC) Ao longo de teias alimentares, a energia captada pelos seres vivos é obtida a partir das moléculas orgânicas por eles sintetizadas ou ingeridas e assimiladas. Nesse caso, a quantidade de energia disponível nos níveis tróficos é maior nos

a) produtores
b) consumidores primários
c) consumidores secundários
d) consumidores terciários
e) decompositores

7. (UFRGS) A ema (Rhea americana), que habita campos e cerrados do Brasil até o Uruguai, e o avestruz (Struthio camefus), que habita
savanas na África, são espécies afins que vivem em ambientes muito parecidos e que têm hábito alimentar onívoro. No esquema de uma cadeia trófica com quatro níveis tróficos, a ema pode inserir-se

a) apenas no segundo nível
b) apenas no terceiro nível
c) apenas no primeiro e no segundo nível.
d) apenas no terceiro e no quarto nível
e) apenas no segundo, no terceiro e no quarto nível.

8. (UEA) Em uma cadeia alimentar, a energia obtida a partir do metabolismo de determinada quantidade de biomassa de origem tanto animal como vegetal é

a) totalmente transferida ao nível trófico seguinte, caso o organismo seja ingerido integralmente.
b) parcialmente transferida, pois a cada nível trófico ocorrem perdas em função do metabolismo.
c) originada a partir da captação de energia luminosa pela clorofila na síntese de moléculas orgânicas, como a glicose e os aminoácidos.
d) maior ou menor que no nível trófico anterior, dependendo da composição bioquímica de seus componentes moleculares
e) maior caso a origem seja animal, e menor caso a origem seja vegetal, em função da realização da fotossíntese.

9. (USP) O cogumelo shitake é cultivado em troncos, onde suas hifas nutrem-se das moléculas orgânicas componentes da madeira. Uma pessoa, ao comer cogumelos shitake, está se comportando como

a) produtor
b) consumidor primário
c) consumidor secundário
d) consumidor terciário
e) decompositor

10. (FGV) Na goiabeira do quintal de uma casa, eram muitas as goiabas que se apresentavam infestadas por larvas de moscas. Nos galhos da árvore, inúmeros pássaros se alimentavam dos frutos enquanto, ao pé da goiabeira, pássaros iguais aos dos galhos se alimentavam das larvas expostas pelas goiabas que haviam caído e se esborrachado no chão. Sobre a cadeia alimentar aqui representada, é correto afirmar que

a) os pássaros dos galhos e os pássaros do chão ocupam diferentes níveis tróficos e, portanto, a despeito da mesma aparência, não pertencem à mesma espécie.
b) as larvas são decompositores, enquanto os pássaros são consumidores primários
c) as larvas são consumidores primários e os pássaros podem se comportar como consumidores primários e secundários.
d) a goiabeira é produtor, os pássaros são consumidores primários e as larvas são parasitas, não fazendo parte desta cadeia alimentar.
e) as larvas ocupam o primeiro nível trófico, os pássaros dos galhos e os pássaros do chão ocupam, respectivamente, o segundo e o terceiro níveis tróficos

GABARITO

1. B

2. A

3. D

4. E

5. C

6. A

7. E

8. B

9. C

10. C

Continue estudando
Post do blog

Questões Comentadas: Dinâmicas de População

Leia o resumo Quais são os principais fatores avaliados na densidade de uma população?
artigo
Post do blog

Questões Comentadas: Cadeia Alimentar e Níveis Tróficos

Leia o resumo sobre Quais são os possíveis níveis tróficos dentro das relações alimentares?
artigo