Quer ficar por dentro das novas questões do Enem?

Cadastre-se e receba um aviso sempre que novas questões estiverem disponíveis!

Questão 38

Ninguém delibera sobre coisas que não podem ser de outro modo, nem sobre as que lhe é impossível fazer. Por conseguinte, como o conhecimento científico envolve demonstração, mas não há demonstração de coisas cujos primeiros princípios são variáveis (pois todas elas poderiam ser diferentemente), e como é impossível deliberar sobre coisas que são por necessidade, a sabedoria prática não pode ser ciência, nem arte: nem ciência, porque aquilo que se pode fazer é capaz de ser diferentemente, nem arte, porque o agir e o produzir são duas espécies diferentes de coisa. Resta, pois, a alternativa de ser ela uma capacidade verdadeira e raciocinada de agir com respeito às coisas que são boas ou más para o homem.

ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. São Paulo: Abril Cultural, 1980.

Aristóteles considera a ética como pertencente ao campo do saber prático. Nesse sentido, ela difere-se dos outros saberes porque é caracterizada como

  1. conduta definida pela capacidade racional de escolha.
  2. capacidade de escolher de acordo com padrões científicos
  3. conhecimento das coisas importantes para a vida do homem.
  4. técnica que tem como resultado a produção de boas ações.
  5. política estabelecida de acordo com padrões democráticos de deliberação.

Comentário da questão

Para Aristóteles, a ética – diferente de outros saberes –  é definida pela capacidade do indivíduo de pensar racionalmente e escolher as ações mais virtuosas, a fim de alcançar a felicidade.

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Gabarito da questão

Opção A

Questões correspondentes

22 33 11

Assunto