Quer ficar por dentro das novas questões do Enem?

Cadastre-se e receba um aviso sempre que novas questões estiverem disponíveis!

Equipe Descomplica
A melhor equipe de professores do Brasil ;)

Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil

Análise da proposta de redação do ano de 2013.

O tema do ENEM 2013 fala de uma lei. Consequentemente, é importante que o aluno, com os seus conhecimentos previamente adquiridos, conheça essa lei, seus objetivos e conquistas. De qualquer maneira, mais importante é saber interpretar os textos e entender a discussão que envolve a proposta, de forma que possa apresentar uma tese clara e, logo depois, defendê-la.

Análise das Referências

Texto I

Qual o objetivo da “Lei Seca ao volante”?

De acordo com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), a utilização de bebidas alcoólicas é responsável por 30% dos acidentes de transito. E metade das mortes, segundo o Ministério da Saúde, está relacionada ao uso do álcool por motoristas. Diante deste cenário preocupante, a Lei 11.705/2008 surgiu com uma enorme missão: alertar a sociedade para os perigos do álcool associado à direção.

Para estancar a tendência de crescimento de mortes no trânsito, era necessária uma ação enérgica. E coube ao Governo Federal o primeiro passo, desde a proposta da nova Iegislação à aquisição de milhares de etilômetros. Mas para que todos ganhem, é indispensável a participação de estados, municípios e sociedade em geral. Porque para atingir o bem comum, o desafio deve ser de todos.

Disponível em: http://www.dprf.gov.br. Acesso em: 20 jun. 2013

O texto 1, logo no seu início, contextualiza a problemática do álcool ligado à direção e, consequentemente, a necessidade de a lei existir. Depois disso, aponta a importância de a população, em parceria com o poder público, estar atenta às questões resolvidas – ou amenizadas – pela lei, a fim de entender melhor o problema e tentar evitá-lo. Isso abre espaço para questionamentos: a lei funciona como deveria? Há esse apoio mútuo?

O texto 2 traz duas imagens: primeiro, a de uma propaganda – mostrando a ação governamental de divulgação da lei. Ainda assim, destaca a maneira de lidar com o assunto, com foco muito maior nas consequências da ingestão de álcool ligada ao trânsito do que nos efeitos de não ingerir. É como uma ameaça.

A outra imagem, por sua vez, traz números da Lei. Interpretar os dados pode levar o leitor a pensar que a Lei funciona – afinal, há resultados, ainda que pequenos -, mas não como deveria.

Texto III

Repulsão magnética a beber e dirigir

A lei da física que comprova que dois polos opostos se atraem em um campo magnético é um dos conceitos mais populares desse ramo do conhecimento. Tulipas de chope e bolachas de papelão não servem, em condições normais, como objetos de experimento para confirmar essa proposta. A ideia de uma agência de comunicação em Belo Horizonte foi bem simples. Ímãs foram inseridos em bolachas utilizadas para descansar os copos, de forma imperceptível para o consumidor. Em cada lado, há uma opção para o cliente: dirigir ou chamar um táxi depois de beber. Ao mesmo tempo, tulipas de chope também receberam pequenos pedaços de metal mascarados com uma pequena rodela de papel na base do copo. Durante um fim de semana, todas as bebidas servidas passaram a pregar uma pega no cliente. Ao tentar descansar seu copo com a opção dirigir virada para cima, os ímãs apresentavam a mesma polaridade e, portanto, causando repulsão, fazendo com que o descanso fugisse do copo; se estivesse virada mostrando o lado com o desenho de um táxi, ela rapidamente grudava na base do copo. A ideia surgiu da necessidade de passar a mensagem de uma forma leve e no exato momento do consumo.

Disponível em: http://www.operacaoleisecarj.gov.br. Acesso em: 20 jun. 2013 (adaptado)

O último texto apresenta um projeto de divulgação da Lei em bares. De certa forma, mostra, então, que há um cuidado na divulgação das medidas de redução de acidentes, ainda que seja pequeno. Mostra, também, um pouco da relação do homem com o álcool, o que reforça a necessidade de a lei existir.

Análise Geral

Deve-se atentar para três momentos do tema:

1. A palavra efeitos, que sinaliza a necessidade de o aluno falar sobre as consequências da lei, perdendo pouco tempo na formulação e no desenvolvimento de causas;

2. A palavra implantação, que aponta o foco do tema, que é o momento de colocar a lei em prática – e não a sua teoria;

3. Os textos de apoio, que, basicamente, mostram que a Lei funciona, mas não como deveria – especialmente o 2 e seus dados.

Sugestão de Teses

Uma sugestão interessante de tese e desenvolvimento seria:

Tese: A lei funciona, mas não como deveria.

D1: Falar sobre o funcionamento da Lei, seus resultados e a necessidade de existir;

D2: Falar sobre os defeitos da lei e a dificuldade de implantação/reprodução no país.

Conclusão

Por fim, é importante que o aluno esteja atento a este tema. É uma proposta um tanto egoísta, uma vez que parte do princípio de que todos os candidatos conhecem a Lei. Ainda assim, os textos de apoio – o primeiro, principalmente – apresentam com cuidado e detalhes a proposta, sua teoria e, de fato, o que acontece.

Anterior
Análise do tema