• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Tudo que você precisa saber sobre o Sisu 2018

O que é o Sisu, cronograma de inscrição e universidades participantes: veja todas as informações sobre o Sistema de Seleção Unificada

Está chegando o momento mais aguardado pelos vestibulandos depois do Enem: as inscrições no Sistema de Seleção Unificada, mais conhecido como Sisu! A plataforma online seleciona os candidatos do Enem para a maioria das universidades públicas do país. É um modelo de vestibular relativamente recente, então muita gente ainda tem dúvidas quanto ao seu funcionamento. Por isso, preparamos esse guia para você saber tudo sobre o sistema! Partiu conferir e ficar craque no Sisu de uma vez por todas?

DESCUBRA SUAS CHANCES DE APROVAÇÃO NO SISU!

O que é o Sisu 2018?

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um programa de ingresso no ensino superior promovido pelo Ministério da Educação. A plataforma informatizada serve como base para que a grande maioria das universidades públicas do país – federais e estaduais-  selecionem os novos estudantes dos seus cursos de graduação.

O sistema abre suas inscrições para a seleção de candidatos duas vezes por ano – geralmente nos meses de janeiro e junho. Cada universidade tem a opção de aderir ou não ao sistema, assim como em quais edições irão participar. O Sisu 2018 é a primeira edição do programa para este ano.

Cronograma Sisu 2018

  • Consulta de vagas no Sisu: a partir do dia 12 de dezembro de 2017
  • Divulgação das notas do Enem 2017: 18 de janeiro de 2018
  • Inscrições no Sisu: 23 a 26 de janeiro de 2018
  • Prazo para participar da lista de espera do Sisu: 02 a 07 de fevereiro de 2018
  • Matrícula da chamada regular do Sisu: 30 de janeiro a 07 de fevereiro de 2018
  • Convocação dos aprovados na lista de espera pelas instituições de ensino: 09 de fevereiro a 30 de abril de 2018

Para que serve?

O Sisu é a ferramenta que seleciona candidatos do Enem para entrar nos cursos de graduação de universidades públicas de todo o país! O Ministério da Educação já disponibilizou a consulta de vagas e universidades disponíveis na edição de 2018. Esta primeira edição do programa no ano irá oferecer 239.601 vagas em cursos de graduação em 130 universidades – sendo 100 federais e as outras 30 estaduais.

Quem pode participar?

Apenas os participantes do Enem 2017 podem se candidatar às vagas do Sisu 2018. Além disso, é necessário ter obtido uma nota diferente de zero na redação, ser maior de 18 anos e ter concluído o ensino médio em 2017.

Como funciona?

Os candidatos precisam, necessariamente, fazer um cadastro na plataforma com o mesmo login e senha utilizado para o registro do Enem 2017. Caso você não lembre dos seus dados, não tem problema! Dá para acessá-los na página do próprio exame.

Uma vez logados, os participantes podem começar a sua consulta por vagas. O Sisu 2018 vai contar com quase 240 mil oportunidades no ensino superior, então chance é o que não vai faltar! Depois de avaliar os cursos, cada candidato pode escolher duas opções de curso para concorrer com a sua nota.

Sobre a escolha de cursos, vale quase tudo! Você pode escolher as vagas de qualquer universidade que esteja cadastrada no sistema. Pode ser em uma instituição que fica na sua cidade, como também dá para escolher cursos de outros estados. A única coisa que não é possível é colocar o mesmo curso, do mesmo turno, na mesma universidade em ambas as opções. O sistema mesmo já barra quem tenta essa manobra.

Depois disso, basta acompanhar sua colocação e esperar o resultado!

Qual a diferença entre a primeira e a segunda opções?

A principal diferença entre as duas opções é que cada candidato, ao participar da lista de espera, concorrer nela apenas com a sua primeira opção de curso. Enquanto isso, a segunda opção existe para que suas chances de entrar na faculdade aumentem. O mais estratégico a se fazer é selecionar um curso em que você seja classificado logo na chamada regular – você pode ter uma ideia acompanhando as notas parciais. Assim, você não deixa de entrar na universidade ainda no primeiro semestre de 2018 e ainda pode entrar no curso dos seus sonhos nas chamadas seguintes.

Inscrições

Os participantes do Enem 2017 podem se inscrever no Sisu 2018 entre os dias 29 de Janeiro e primeiro de fevereiro para participarem do processo inteiro. Durante esses quatro dias, os candidatos poderão acompanhar seus resultados para a chamada regular. Posteriormente, poderão demonstrar interesse em participar da lista de espera para concorrerem a vagas que serão preenchidas nas chamadas seguintes.

Classificações Parciais

Durante a semana de inscrições, o sistema divulga as classificações parciais dos candidatos a cada 24 horas. Por exemplo: se você se inscreveu para “Medicina Período Integral – UFRJ” no dia 23 de janeiro, no dia 24, o sistema lança sua colocação na lista do grupo. E assim por diante até o dia 26 de janeiro, data em que se encerram as inscrições.

Isso é super importante para criar a sua estratégia no Sisu! Caso você perceba que suas chances de entrar no curso que você mais quer são baixas, vale a pena colocá-lo na  primeiro opção. Assim, você tem chances de ser chamado na lista de espera. 😉

Como funciona essa tal lista de espera?

Caso não seja selecionado na sua primeira opção de curso, o candidato pode demonstrar interesse em participar da lista de espera. Para isso, é necessário clicar no botão de confirmação dentro da plataforma em data ainda a ser divulgada. Porém, a classificação não é mais dada via Sisu a partir desse momento. Cabe a cada candidato acompanhar as convocações a partir da universidade que escolheu. Segundo o calendário do Ministério da Educação, as chamadas para a lista de espera irão acontecer até o fim de abril.

Universidades participantes

Centro-Oeste

  • Universidade de Brasília (UnB) − 50% das vagas pelo ENEM/Sisu e 50% pelo PAS no 1º semestre e vestibular no 2º semestre
  • Universidade Federal de Goiás (UFG) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu
  • Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu
  • Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu
  • Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu
  • Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu
  • Universidade do Estado do Mato Grosso (Unemat) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu no 1º semestre e vestibular no 2º semestre
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu
  • Instituto Federal Goiano (IF Goiano) – Todas as vagas pelo ENEM, sendo 70% via vestibular e 30% via Sisu
  • Instituto Federal do Mato Grosso (IFMT) – 50% das vagas pelo ENEM/Sisu
  • Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (IFMS) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu

Nordeste

  • Universidade Federal de Alagoas (UFAL) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal da Bahia (UFBA) –Todas as vagas pelo ENEM/Sisu, exceto cursos que exigem teste de habilidade específica (THE);
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal do Ceará (UFC) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade de Integração Internacional da Lusofonia Afro–Brasileira (Unilab) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal da Paraíba (UFPB) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal do Maranhão (UFMA) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu no 1º semestre e vestibular de Engenharias no 2º semestre;
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de São Francisco (Univasf) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal do Piauí (UFPI) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu, exceto para cursos que exigem teste de habilidade específica (THE);
  • Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de Sergipe (UFS) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu, exceto para o curso de Música;
  • Universidade do Estado do Bahia (UNEB) – Parte das vagas ENEM/Sisu;
  • Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) – 50% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade do Estado do Ceará (UECE) – 25% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) – Todas as vagas serão preenchidas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Estadual do Piauí (UESPI) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal de Alagoas (IFAL) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal da Bahia (IFBA) – Todas as vagas pelo ENEM sendo 40% via vestibular e 60% via Sisu;
  • Instituto Federal Baiano (IFBaiano) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal do Ceará (IFCE) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) – Vagas do segundo semestre são preenchidas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal Sertão Pernambucano (IFSertão) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal do Piauí (IFPI) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) – Utiliza o Enem como vestibular, e disponibiliza parte das vagas no Sisu e outras através da própria instituição;
  • Instituto Federal de Sergipe (IFS) – 50% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade de Pernambuco (UPE) – 50% das vagas pelo ENEM/Sisu.

Norte

  • Universidade Federal do Acre (UFAC) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal do Amazonas (UFAM) – 50% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal do Amapá (Unifap) – 50% das vagas pelo Sisu e 50% pelo ENEM 2015 e 2014;
  • Universidade Federal do Pará (UFPA) – Todas as vagas pelo ENEM 2015, sendo 20% pelo Sisu;
  • Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) –Todas as vagas pelo ENEM 2015 ou 2014, mas sem utilizar o Sisu;
  • Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de Roraima (UFRR) – parte (percentual não divulgado) das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de Rondônia (UNIR) – Todas as vagas pelo ENEM, mas sem aderir ao Sisu;
  • Universidade Federal do Tocantins (UFT) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade do Estado do Amapá (UEAP) – Todas as vagas pelo ENEM, mas sem aderir ao Sisu;
  • Instituto Federal do Acre (IFAC) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM) – 20% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal do Amapá (IFAP) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal do Pará (IFPA) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal de Rondônia (IFRO) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal de Roraima (IFRR) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal do Tocantins (IFTO) – Parte (percentual não divulgado) das vagas pelo ENEM/Sisu.

Sudeste

  • Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) – ENEM representa a 1ª fase do Vestibular de Verão e critério único para Vestibular de Inverno (Sisu);
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu, exceto cursos que exigem teste de habilidade específica (THE);
  • Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) – 70% das vagas pelo ENEM/Sisu as demais vagas pelo vestibular seriado (Pism);
  • Universidade Federal de Lavras (UFLA) – 60% das vagas pelo ENEM/Sisu as demais vagas pelo vestibular seriado (PAS), sendo que o ENEM substitui as provas da 3ª etapa;
  • Universidade Federal de Alfenas (Unifal) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de Itajudá (Unifei) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu, exceto para os cursos que exigem teste de habilidade específica (THE);
  • Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu, exceto para cursos que exigem teste de habilidade específica, no 1º semestre, e vestibular no 2º semestre;
  • Universidade Federal de Viçosa (UFV) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal dos Vales Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) – 50% das vagas pelo ENEM/Sisu; as demais vagas pelo vestibular seriado (SASI), sendo que o ENEM substitui as provas da 3ª etapa;
  • Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio) –Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal Fluminense (UFF) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu, exceto cursos que exigem teste de habilidade específica (THE);
  • Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu, exceto para os cursos que exigem teste de habilidade específica (THE);
  • Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) – usa ENEM como 1ª fase do vestibular para alguns cursos, e o Sisu para outros;
  • Universidade Federal do ABC (UFABC) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) – 50% das vagas pelo ENEM/Sisu exceto os cursos que exigem teste de habilidade específica (THE);
  • Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Estadual Paulista (Unesp) – nota do ENEM 2015 entra como bônus no Vestibular da Instituição;
  • Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – nota do ENEM 2015 ou 2014 pode ser usada como bônus na primeira fase do Vestibular da Instituição;
  • Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal Sudeste de Minas Gerais (IFSudesteMG) – 50% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IFSuldeMinas) – 70% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) – 50% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG) – Alguns cursos terão vaga pelo Sisu e outros pelo vestibular;
  • Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal de São Paulo (IFSP) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFF) – Algumas vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio de Janeiro (Cefet-RJ) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Estadual da Zona Oeste (UEZO) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu.

Sul

  • Universidade Federal do Paraná (UFPR) – 30% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu, exceto cursos de Arquitetura e Urbanismo e Música;
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) – 30% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) – 80% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de Pelotas (UFPel) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal do Rio Grande (FURG) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu e cursos a distância pelo ENEM;
  • Universidade Federal do Pampa (Unipampa) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – 30% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) –Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Estadual de Londrina (UEL) – Vai oferecer 17,5% das vagas pelo ENEM/Sisu e, também, para vagas remanescentes no vestibular;
  • Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) – 10% a 36% das vagas de cada curso pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) – 50% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu; exceto para os cursos que exigem teste de habilidade específica (THE/);
  • Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) – 25% das vagas do Vestibular de Verão serão preenchidas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal do Paraná (IFPR) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) – 50% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal Farroupilha (IF-Farroupilha) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) – 50% das vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituto Federal Catarinense (IFC) – Todas as vagas pelo ENEM/Sisu;
  • Instituição Federal Sul-rio-Grandense (IFSul) – 50% das vagas pelo ENEM/Sisu.

Resultado

O resultado da chamada regular do Sisu 2018 será divulgado no dia 29 de janeiro.

Anotou tudo? Fica ligado no calendário do Sisu 2018 para não perder nenhuma data importante e aguenta firme! Sabemos que a ansiedade nesse momento é grande, mas falta muito pouco para você garantir sua vaga na universidade! Estamos torcendo muito por você! 😉