• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

As questões que tiveram mais acertos e mais erros no Enem 2017

Depois que passa Enem, todo mundo quer saber como foi o nível da prova, né? Seja para entender o critério da banca, seja para prever quais matérias podem cair no ano seguinte.  Pensando nisso, analisamos quais foram as questões do Enem 2017 que tiveram um maior número de acertos e de erros. Fizemos esse levantamento baseado nos dados fornecidos pelo aplicativo Quero Minha Nota!, parceiro do Descomplica.

ESTIME SUA NOTA DO ENEM PELO SISUMETRO

Segundo os nossos professores, o nível do Enem 2017 foi parecido com o de anos anteriores. Salvo algumas exceções, as matérias cobradas seguiram um padrão. Porém, o nível de conhecimento técnico exigido dos candidatos foi maior do que nas edições passadas.

Linguagens

Participante do Enem 2017. Fonte: Tribuna do Povo
Participante do Enem 2017. Fonte: Tribuna do Povo

A prova de Linguagens não apresentou surpresas. Como sempre, os enunciados cobraram  muita Interpretação de Texto e Funções da Linguagem. Uma novidade foi o destaque que os assuntos de Literatura ganharam destaque na prova. 

Questões mais fáceis

(questões 11, 34 e 21 do caderno AZUL do Enem 2017)

As questões mais simples de Linguagens foram aquelas que não demandaram muito conhecimento técnico do candidato. Apenas com atenção e uma boa interpretação do texto, o enunciado podia ser facilmente resolvido. Como, por exemplo, as questões 11, 34 e 21 (caderno azul), em que era possível saber a resposta certa apenas olhando a imagem de apoio.

Questões mais difíceis

(questões 7, 33 e  25 do caderno AZUL do Enem 2017)

As questões 7, 33 e 25 (caderno azul) foram consideradas difíceis por terem textos de apoio muito longos para análise, o que tornou a prova cansativa. Além da resistência, o candidato precisou usar sua intertextualidade para relacionar o conteúdo do enunciado com outras matérias, como movimentos artísticos, para descobrir a resposta correta.

Ciências Humanas

A prova de Ciências Humanas foi desafiadora. O exame apresentou um perfil um pouco mais conteudista do que nas edições passadas – interpretação de texto não foi o suficiente para responder algumas questões. Ainda assim, a prova abordou assuntos recorrentes, como Movimentos Sociais, Sociedade Escravista, Segregação Socioespacial e Aristóteles.

Além disso, alguns assuntos foram inéditos na história do Enem, como Estrutura Política Brasileira, e outros não caiam no exame há muito tempo. Enunciados sobre a questão da Palestina não apareciam há quatro anos, por exemplo.  

Questões mais fáceis

(questões 47, 86 e 58 do caderno AZUL do Enem 2017)

As questões 47, 86 e 58 (caderno azul) foram consideradas as mais fáceis por serem pouco exigentes em relação ao nível do conteúdo. Simples e diretas, não era necessário muito conhecimento prévio sobre o tema abordado. Além disso, temas como nazismo, terremotos e imigração são bastante debatidos dentro e fora da escola, sendo mais familiares para os vestibulandos.

Questões mais difíceis

(questões 90, 68 e 75 do caderno AZUL do Enem 2017)

As questões 90, 68 e 75 (caderno azul) foram muito conteudistas. Além do candidato precisar saber muito bem a matéria cobrada, ainda era necessário ter conhecimento prévio de assuntos correlatos e relacioná-los. Nível cognitivo alto e interpretação de textos e imagens fazem destas questões as mais difíceis.

Ciências da Natureza

A prova de Ciências da Natureza foi muito conteudista. Exigiu bastante matéria dos candidatos e, por isso, teve um nível de dificuldade entre médio e difícil. Porém, os assuntos das questões não surpreenderam: Ecologia, em Biologia, Eletrólise, em Química e Ondas, em Física, foram matérias bem exploradas pelas questões  

Questões mais fáceis

(questões 101, 132 e 115 do caderno AZUL do Enem 2017)

As três questões – 101, 132 e 115 – abordaram conteúdos muito frequentes em vestibulares e nos materiais didáticos dos assuntos do Ensino Médio. Senso comum era o suficiente para acertar a questão.

Questões mais difíceis

(questões 106, 131 e 108 do caderno AZUL do Enem 2017)

As questões 106, 131 e 108 exigem conhecimento profundo dos temas abordados. A questão 108 demanda interpretação de gráfico e conhecimento de funções lineares e quadráticas – assunto de matemática. Já a questão 131 precisava de 4 etapas de cálculos para chegar ao resultado final – errar uma das etapas era suficiente para errar a questão- , tornando-a bem complexa. Além disso, a questão 106 exigiu que o candidato usasse seu conhecimento de fisiologia vegetal de uma maneira diferente da que é cobrada geralmente.

Matemática

Por fim, Razão e Proporção foi o assunto mais cobrado da prova de Matemática – foram 4 questões de 45. Uma matéria clássica em termos do Enem.

Questões mais fáceis

(questões 154, 178, 155  do caderno AZUL do Enem 2017)

As questões 154, 178 e 155 tiveram uma resolução baseada em conhecimento lógico. As duas primeiras cobraram conteúdo do ensino fundamental e a última era resolvida apenas com cálculo de média aritmética simples.

Questões mais difíceis

(questões 143, 160, e 140  do caderno AZUL do Enem 2017)

As questões com menor número de acertos exigiram capacidade de abstração do vestibulando. Uma das questões envolveu conhecimento em geometria plana (partes do círculo e área do retângulo), já as outras duas demandaram conhecimentos em análise combinatória.

Conferiu seus resultados? Dá para segurar um pouco a ansiedade e estimar a sua nota no Enem 2017 lá no Sisumetro. A plataforma te possibilita criar uma estratégia de escolha de opção de curso com base na sua nota antes mesmo do Sisu abrir. Estamos torcendo muito para que você conquiste a sua vaga dos sonhos em 2018! Vamos juntos! 👊