• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

O que não fazer no Enem 2017

Aqui no Tudo Sobre Enem, fizemos uma série sobre “o que não fazer” em algumas situações – lembra do “O que não fazer se você vai prestar Medicina”? Também preparamos dicas do que não fazer quando você for estudar algumas matérias, como Química e Matemática. Como faltam menos de duas semanas para o Enem 2017, decidimos terminar essa série com algumas dicas para você não vacilar se for fazer a prova. Partiu conferi-las?

SE LIGA NO MAIOR AULÃO DO MUNDO PARA PRÉ-ENEM 😀

Não focar apenas no seu desempenho

Essa vale não só para o Enem, mas para a vida! Em qualquer prova que você for fazer, tenha sempre em mente que você deve focar apenas em si mesmo. Não adianta ficar pensando naquele pessoal que saí depois do tempo mínimo de permanência. Isso não significa que eles sabem tudo da prova e fizeram tudo em um piscar de olhos.

Pelo contrário: muitas vezes, esses são os candidatos que não estão fazendo a prova para valer. Nos dois dias de Enem 2017, não pense em mais nada além do seu desempenho. Esqueça que tem outras pessoas fazendo prova na mesma sala. Afinal, o seu maior concorrente é você mesmo – caso ache que não é capaz. Lembre de todo o seu esforço ao longo deste ano e siga em frente!

Não começar o primeiro dia pela Redação

Se liga: as provas de Redação, Matemática e Português são as que mais pesam na composição da sua média final no Enem 2017. Além disso, algumas universidades atribuem peso dois – às vezes, até três – ao seu texto dissertativo na época do Sisu. Então, tenha em mente que a Redação deve ser sua prioridade total neste vestibular.

Para tudo correr bem, uma estratégia massa é começar o dia 5 de novembro com a Redação. Leia atentamente a frase-tema, ela será o condutor do seu texto, e monte um esqueleto da sua dissertação. Isso ajuda a organizar seus argumentos antes de começar a escrever. Como você estará mais descansado, seu raciocínio irá fluir melhor. 

Não ler os enunciados das questões com total atenção

As provas do Enem são gigantes! São 90 questões em ambos os dias – isso sem falar nos enunciados cheios de textões. Isso tudo acontece porque o exame também avalia a resistências dos seus candidatos. Justamente por esse volume de muita leitura, os alunos acabam apenas “passando o olho” em algumas questões com medo de não dar tempo de fazer tudo.

Controle a ansiedade. Nessa de não ler os enunciados com total atenção, é provável que você perca detalhes importantes para a responder as questões e acabe errando! 🙁 Fique tranquilo que, apesar de ser muita coisa, o Enem foi feito para que os candidatos consigam resolver a prova inteira, né? Em média, os candidatos têm três minutos para cada questão. Mantenha o foco ao fazer a prova e procure seguir esse tempo que vai dar tudo certo!

Não pular as questões difíceis

Como falamos ali em cima, você tem três minutos para responder cada questão. Para que isso dê certo, você precisa de estratégias de resolução de prova. Uma ótima tática é pular as questões que você não conseguiu resolver logo de cara. Como o Enem é baseado na TRI, Teoria de Resposta ao Item, os candidatos que não garantem a maior parte das questões de nível fácil e acertam muitas difíceis fazem uma média menor do que o esperado.

Se um candidato se encaixa nesta situação, o sistema vai interpretar que o que ele fez foi um chute – por isso a pontuação cai. Por isso, se você achou a questão difícil, passe direto para a próxima. Assim, é mais garantido que você faça todas as fáceis e ainda tenha tempo para voltar nas médias e complicadinhas. Seguindo esse cronograma, ainda dá tempo de reservar a última meia horinha para preencher o gabarito com calma – sem interferir na sua linha de raciocínio. 

Anotou tudo? Guarde essas dicas no coração e na mente, elas super vão te ajudar na hora de fazer o Enem 2017. Aguenta firme que já está chegando a hora de você garantir sua vaga na universidade ano que vem. Foco nos estudos dessa reta final e tamo junto! 👊