• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

O que fazer com a sua nota do Enem 2017? Conheça suas opções!

Você estudou, fez um montão de exercícios, ficou nervoso para o dia da prova, resolveu 180 questões de todas as áreas do conhecimento e ainda fez uma redação… e agora? O que fazer com o resultado de tanto esforço? A nota do Enem ainda não saiu, mas você já pode começar a fazer planos de como usá-la para alcançar seus objetivos!

SE VOCÊ JÁ QUER COMEÇAR OS ESTUDOS PARA O ENEM 2018, CLIQUE AQUI E CONFIRA UM E-BOOK PARA DAR UM START NA SUA PREPARAÇÃO!

Conheça agora algumas das maneiras de usar sua nota do Enem e descubra qual delas atende melhor suas necessidades:

O que fazer com sua nota do Enem?

Existem diversos caminhos possíveis para quem faz o Enem e é super possível encontrar uma oportunidade que tenha tudo a ver com seus objetivos de carreira e dentro da sua realidade.

Os principais processos seletivos que usam a nota do Enem são:

  • Sisu (Sistema de Seleção Unificada): a grande maioria das universidades federais utiliza o Sisu como única forma de ingresso. As inscrições são abertas duas vezes ao ano (uma no início do ano e outra no meio) e você pode usar sua nota do Enem para concorrer com o Brasil inteiro pelo curso e universidade desejados. Confira aqui a lista de instituições participantes do Sisu!
  • Sisutec: o Sisutec segue a mesma lógica do Sisu, mas é voltado para cursos técnicos em instituições federais, estaduais e municipais.
  • Prouni (Programa Universidade Para Todos): o Prouni disponibiliza bolsas de estudo em universidades privadas. Existem alguns pré-requisitos para concorrer à bolsa, confira aqui!
  • Fies (Fundo de Financiamento Estudantil): o Fies funciona como uma espécie de empréstimo do governo para você arcar com a mensalidade de uma universidade privada. Durante o período do seu curso, você estuda com bolsa e, após se formar, paga a dívida ao governo com juros mais baixos do que os cobrados por bancos, por exemplo.
  • Fazer faculdade em Portugal: algumas universidades de Portugal aceitam a nota do Enem no seus processos de seleção de alunos para a graduação – confira a lista das instituições conveniadas aqui! Porém, o governo brasileira não cobre suas despesas lá, ok? Você deve arcar com a taxa de mensalidade em euro.

Como usar a nota do Enem no Sisu?

O Sisu é o processo de seleção mais popular para quem deseja usar a nota do Enem para entrar universidade. Em Janeiro, o Inep divulgará as notas dos candidatos em cada área do conhecimento e também na Redação. No mesmo mês, alguns dias depois, as inscrições no Sisu serão abertas.  

Para acessar o sistema é necessário ter feito a última edição do exame – não vale ter feito a prova em 2010 e tentar entrar no Sisu 2018! – e informar seu número de inscrição e senha do Enem. Dessa maneira, o Sisu tem acesso automaticamente às suas notas e conseguirá calcular sua média de acordo com a universidade e curso escolhidos.

Cada instituição participante do processo seletivo do Sisu é livre para definir pesos diferentes para as áreas de conhecimento do Enem para cada curso. Ou seja, sua nota final depende de cada opção de universidade e curso, pois ela varia de acordo com os pesos atribuídos.

nota do Enem

Por exemplo:

O curso de Comunicação Social na UFRJ atribui peso 3 para Redação, peso 2 para Humanas e Linguagens e peso 1 para Natureza e Matemática. Sua nota final para concorrer a uma vaga em Comunicação Social na UFRJ será diferente se você fosse concorrer a Engenharia na UFF, que atribui peso 3 para Matemática, peso 2 para Natureza e peso 1 para Redação, Humanas e Linguagens.  

Como funciona esse tal de Sisu?

Ao se inscrever no Sisu, você deve escolher uma primeira e segunda opção de curso e universidade. Caso você seja aprovado na sua primeira opção, a segunda passa a não valer mais. Mas se você for aprovado apenas na sua segunda opção, pode escolher entrar na lista de espera para a primeira, assim você garante seu plano B e continua de olho no plano A. O mais importante aqui é colocar o curso e universidade que você mais quer como primeira opção e não perder a chance de lutar pela vaga dos seus sonhos mesmo se passar para outra!

nota do Enem

Depois de escolher suas opções, a corrida pela vaga começa! O Sisu faz o balanço entre a quantidade de vagas disponíveis e as notas finais daqueles que estão inscritos, gerando, uma vez por dia, a classificação parcial dos que seriam aprovados e a nota de corte – ou seja, a menor pontuação necessária para conseguir a vaga – do curso e instituição escolhidos. Mas fique atento: a classificação parcial e a nota de corte são apenas um parâmetro fornecido pelo sistema, não são informações definitivas! Durante o período de inscrição é super normal que os candidatos se inscrevam e cancelem suas inscrições diversas vezes para ir conferindo em qual vaga passaria e qual não. Por isso, as classificações parciais e notas de corte variam bastante de um dia para o outro.

Para saber mais sobre o sistema, corre para o nossa área sobre Sisu! Lá você vai saber mais sobre o funcionamento do processo seletivo, universidades participantes, resultado e um montão de informações super necessárias 😀

Partiu faculdade – seja pública, privada, com bolsa, com financiamento ou até em Portugal – em 2018?