• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Métodos de estudo: 5 dicas incríveis para arrasar no Enem!

Não adianta: na hora de estudar, cada pessoa tem seu método preferido para absorver informações. Grifar, resumir, visualizar imagens, reler conteúdos e outras técnicas são as queridinhas dos estudantes, mas será que esses métodos de estudo funcionam mesmo?

Muitas pesquisas e investigações foram feitas para identificar os melhores métodos de estudo. Duas técnicas foram apontadas como as melhores para absorver conteúdo: teste prático e prática distribuída. Não entendeu bem do que se trata? A seguir,
a gente te ensina cinco métodos de estudo incríveis

para que você faça bonito no vestibular!

1. Prática distribuída: método de estudo que revê conteúdos

A prática distribuída é considerada como um dos mais eficientes métodos de estudo. É claro que cada pessoa tem suas preferências e hábitos, mas, ao investir nesse método, você eleva as chances de ir bem nas provas de vestibular.

Ela funciona da seguinte maneira: distribui o estudo ao longo do tempo, em vez de concentrar a aprendizagem em apenas um bloco. Essa prática também pode ser interpretada como a distribuição do estudo em pequenos períodos, ao longo do dia. É preciso, também, investir em períodos de descanso.

2. Teste prático: simular para chegar ao melhor resultado

Fazer testes práticos é uma das formas de se aprender. Uma pesquisa indicou que essa técnica é até duas vezes mais eficiente do que outras.

Quem estuda online para o vestibular e tem uma própria rotina de estudos precisa fazer muitas provas anteriores. Seja do ENEM ou da prova de universidades. Você precisa dominar a dinâmica dos exames e se familiarizar com tempo, estrutura da prova, etc.

3. Estudo intercalado: alternando matérias

Quando você faz uma pausa no estudo de uma matéria e foca em outra, há maior aprendizado, sabia? Pesquisas científicas comprovaram que intercalar matérias gera maior aprendizado ao envolver movimentos físicos e tarefas cognitivas.

Ao fazer esse movimento, você se mantém mais tempo estudando e, consequentemente, eleva as chances de absorver mais conteúdo.

4. Auto explicação: fale sozinho, sim!

Uma das técnicas mais úteis para aprender conteúdos abstratos é explicar a matéria para você mesmo. Sim, pode parecer coisa de maluco, mas falar sozinho como se estivesse ensinando o conteúdo a alguém gera ótimos resultados.

Essa técnica gera resultados mais efetivos se for utilizada durante o período de estudos e não após. Por isso, a dica é, assim que você entrar em contato com um conteúdo, que pode ser online, “ensinar” isso a alguém (que, no caso, é você).

5. Interrogação elaborativa: justificando fatos

Às vezes, justificar por que determinada coisa é assim ou por que um fato aconteceu ajudam a memorizar um conteúdo.

A técnica de interrogação elaborativa foca em perguntas do tipo “Por quê”. Esse tipo de estudo exige mais esforço do cérebro, pois você tem que compreender as causas de um fato, investigando suas origens.

Essa abordagem é ótima, inclusive, para elaborar redações e compor respostas discursivas sobre determinado assunto.

Há outras tantas abordagens que podem ser adotadas e o resultado de cada uma varia entre cada pessoa. Entretanto, essas cinco são as mais eficientes de acordo com a ciência.

Que tal investir nesses métodos de estudo para elevar as chances de se sair bem nas provas? Estudar online e combinar essas abordagens pode ser o que faltava para você chegar lá! Para aproveitar, o que acha de conferir alguns modelos de cronogramas prontinhos aqui do Descomplica?