• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

5 macetes para arrasar na redação do Enem!

Aowww, sofrência!! Redação do Enem é pior que sertanejo que faz a gente lembrar do mozão, né? A maioria dos candidatos fica bem preocupada com essa parte da prova, já que a redação pode zerar a sua nota e te desclassificar.

Cruuuzes! Sai pra lá!

Por isso mesmo, é muito importante saber exatamente o que fazer e o que NÃO fazer na redação do Enem. O Descomplica, que é muito brother dos alunos e quer que geral se dê bem, elaborou uma lista com os principais macetes pra arrasar na redação do Enem. Saca só!

5 dicas pra se dar bem na redação do Enem

A redação do Enem é um baita desafio aos candidatos. Isso porque ela pode garantir um notão pra você no vestibular ou até zerar sua nota, se alguma regra não for seguida.

Claro que o sonho de toda a galera é conseguir uma redação nota 1000, mas a gente sabe que essa conquista não é pra todo mundo. De forma geral, se você conseguir uma nota alta nessa parte do exame, certamente já sairá na frente de muitas pessoas.

Pra te orientar melhor, o Ministério da Educação criou o Manual de Redação do Enem, que aponta as cinco competências cobradas dos alunos na hora da prova. Cada uma delas vale 200 pontos. Se você manda bem em todas, tira nota 1000.

Dá uma olhada nessas dicas, que elevarão suas chances de mandar bem no Enem!

1. Dominar a norma culta da língua escrita

Essa competência prevê que o candidato produza um texto escrito seguindo o estilo formal. 

Os corretores da redação do Enem consideram os fundamentos gramaticais do texto escrito. Alguns exemplos do que você precisa estudar e compreender são:

·      Sintaxe de concordância;

·      Regência e colocação; 

·      Pontuação;

·      Flexão; 

·      Ortografia; 

·      Adequação, no desempenho linguístico, à situação formal de produção exigida.

2. Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos 

O estudante precisa entender o que a redação pede e aplicar conceitos de várias áreas de conhecimento para desenvolver esse tema, dentro dos limites do texto dissertativo-argumentativo.

Aqui, os avaliadores identificam a sua capacidade de compreender e argumentar sobre o tema proposto pelo exame. Por isso, fazer redações anteriores e ver alguns textos nota 1000 é fundamental pra se preparar.

3. Selecionar, relacionar e interpretar informações, fatos e opiniões

Na redação, o candidato precisará argumentar em defesa de um ponto de vista. Ele será avaliado na forma como relaciona, organiza e interpreta os dados pedidos no enunciado, defendendo seu ponto de vista sobre o tema proposto.

Por isso, é importante ler bastante, manter-se antenado sobre o que acontece no Brasil e no mundo e, acima de tudo, saber argumentar para defender sua visão.

4. Dominar mecanismos linguísticos para construir a argumentação

Aqui, o candidato é avaliado em relação ao uso de recursos coesivos na modalidade escrita. Essa habilidade é fundamental para articular argumentos, fatos e opiniões e, por isso, ajudam a defender a tese desenvolvida.

É importante focar nesse ponto, já que o estudante precisará não só mostrar um ponto de vista, mas apresentar motivos para sustentá-lo, além de sugestões de intervenção para melhorar a situação atual.

5. Criar proposta de solução ao tema abordado

Neste ponto, que é abordado mais para o fim da dissertação-argumentativa, é elaborada uma proposta de solução para o problema apresentado. Ela deve respeitar os valores humanos e considerar a diversidades sociocultural.

Aqui, os avaliadores consideram como o estudante propôs soluções para solucionar a problemática apresentada, quais propostas de intervenção foram apresentadas e qual é a relação disso com o tema proposto.

Curtiu as dicas de como arrasar na redação do Enem? Você pode ir treinando com as redações nota 1000 e ver, na nossa página do YouTube, várias dicas pra fazer uma redação top. Olha lá!