• Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Trocar contraste

Como melhorar a sua dissertação argumentativa para o Enem?

O Enem é um exame de extrema importância para qualquer estudante que deseja entrar em uma faculdade de ponta. É preciso se preparar bem para a prova, mas uma parte que merece atenção especial é a redação, que pode zerar a nota do aluno se ele não cumprir alguns requisitos básicos.

A dissertação argumentativa exige que o candidato domine a norma culta da Língua Portuguesa e demonstre uma visão crítica sobre assuntos da realidade. Sabemos que essa tarefa não é algo simples, mas, com algumas dicas, é possível alcançar a nota 1000. 

Como melhorar a dissertação argumentativa para o Enem

O Ministério da Educação (MEC) exige que o candidato crie uma tese em relação ao tema apresentado no enunciado. Depois, é preciso mostrar um ponto de vista, argumentos e uma proposta de intervenção na conclusão. 

A estrutura ideal da redação do Enem é a seguinte:

·      Introdução (um parágrafo);

·      Desenvolvimento (número de parágrafos pode variar);

·      Conclusão (um parágrafo).

Essas três partes são essenciais no processo de fazer uma dissertação argumentativa para o Enem. A seguir, falamos de cada uma especificamente:

1. Introdução da dissertação do Enem

Uma boa introdução pode conquistar os avaliadores em uma prova do Enem. Nela, o aluno apresenta o tema e já dá uma breve ideia do enfoque que dará a ele. O ideal é ser sucinto, expor a tese e dar ao leitor uma ideia da sua linha de raciocínio.

É importante ter em mente que, ao longo da redação, os argumentos devem ser usados para sustentar a tese construída na introdução.

O parágrafo de introdução possui três elementos, que são contexto, tema e tese. Nele, é interessante citar, por exemplo, um livro, um filme, um dado histórico ou estatístico para contextualizar o assunto.

2. Desenvolvimento da redação do Enem

Feita a introdução, é hora de escrever o desenvolvimento. Aqui, o estudante constrói os argumentos da dissertação argumentativa e defende seu ponto de vista. O ideal é que essa parte contemple três parágrafos.

A dica, nesse momento, é apresentar ideias que justifiquem a tese de forma consistente. Os pontos abordados devem ser colocados da forma mais clara possível para que o leitor entenda o seu ponto de vista.

Utilize um parágrafo para cada argumento, analisando todos os aspectos possíveis. É importante pensar em uma frase principal para cada parágrafo e desenvolver um argumento a partir disso. 

3. Conclusão da dissertação argumentativa

Para fechar a redação do Enem, é importante retomar as ideias expostas na introdução, junto com os argumentos que justifiquem a tese e fechem o texto. Nessa conclusão é preciso propor uma solução ao problema, sugerindo uma intervenção que contemple os direitos humanos.

É preciso dar a solução a partir dos pontos levantados por você para fechar a solução. Para que a redação seja bem avaliada, é importante que a proposta de intervenção tenha ação, agentes, modo, efeitos e detalhamentos.

Criar uma redação para o Enem é algo que exige muita dedicação e cuidado dos estudantes. Se você quer tirar uma redação nota 1000, vale a pena ler muitas redações de sucesso e focar na estrutura da dissertação argumentativa para não deixar nenhum ponto faltando. 

O Descomplica tem aulas com especialistas feras em redação para te ajudar a construir o melhor texto para o Enem. Se liga nessa dica! 🧐