O cansaço nosso de cada dia

mulher com a cabeça encostada na parede parecendo cansada

Quem dera que fosse fácil detectar que estamos ficando nervosos e cansados! A gente saberia a hora de parar. Mas a gente sempre acredita que pode esticar e estudar mais um pouquinho.

A linha entre estar focado(a) e estar extenuado(a) é muito tênue. Você vai se esforçando, aguentando, se travando e, quando menos percebe, ops!, já está com uma contratura muscular.

Ao longo de muitos dias assim, você vai começando a ficar estressado(a). E não estamos falando de chilique de gente fresca. É o caso de dormir mal, acordar como se não tivesse repousado e começar a esquecer de coisas simples, como por exemplo, passar na farmácia para comprar pasta de dente.

Reiteramos que, muitas vezes, é difícil captar o momento em que a exaustão vem. Você não consegue antever a sua chegada, do contrário, diminuiria o ritmo das coisas. Então, trate de não absorver o sermão daquele parente chato que nunca estudou para concursos, mas adora dar lição sobre horários de estudos (risos).

banner_descomplica_concursos

Infelizmente, os(as) culpados(as) disso somos nós mesmos(as) que temos a estúpida mania de querermos ser super-heróis. Também existem os(as) coachs e mentores que querem que estudemos de domingo a domingo, enquanto eles descansam. Eles sabem fazer terrorismo com maestria! Dizem que, se a gente não estudar assim, não vai passar. Somando-se a eles, existem os aprovados(as) que, muitas vezes, aumentam um pouco a história sobre a intensidade dos estudos quando vão escrever um relato (risos).

Resumo da Ópera

Sabemos que é muito difícil filtrar as informações sem se deixar influenciar, mas sugerimos que se busque pensar por si. Devemos pensar que a cabeça e o corpo são instrumentos que nos levarão à sonhada vitória. Por isso, precisamos tratá-los com carinho, pois ninguém é máquina.

Se você quiser conversar comigo sobre essas e outras questões, siga-me no Instagram @concurseiro.solitario. Será um prazer!

Raquel Monteiro, é advogada pós-graduada em Direito Público pela Universidade Gama Filho, blogueira do Concurseiro Solitário. Já foi oficial da Marinha do Brasil e agora, todas as quintas, posta aqui no Descomplica as vicissitudes da vida de uma legítima concurseira carioca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here